fbpx
SIC

Maria João Abreu está em coma e corre perigo

Maria João Abreu

A atriz Maria João Abreu desmaiou nas gravações da novela da SIC ‘A Serra’ e foi submetida a uma cirurgia, após diagnóstico de aneurisma.

O estado de saúde de Maria João Abreu piorou dois dias depois da primeira cirurgia. A atriz desmaiou nas gravações da novela da SIC ‘A Serra’ e foi de imediato transportada para o hospital.

Estava a gravar a novela ‘A Serra‘ onde interpretada a padeira Sãozinha, e a sitcom ‘Patrões Fora’, ambas na SIC e ao longo dos últimos tempos vinha a acusar cansaço extremo. Na sexta-feira, dia 30, a atriz sentiu-se mal e desmaiou durante as gravações da novela. Foi imediatamente assistida por uma equipa médica. Os exames revelaram que algo não estava bem com a sua saúde. A gravidade da situação fez com que fosse levada de urgência para o Hospital Garcia de Orta, em Almada.

Maria João Abreu sofria de um aneurisma cerebral em risco de romper. No sábado, dia 1 de maio, a artista foi submetida a uma cirurgia, porém, segundo apurou a Tv Mais, não foi possível tratar. Fontes próximas da família e da SIC revelaram o estado de saúde da atriz. “Na operação os médicos não conseguiram tratar o aneurisma. O que nunca é bom sinal. Percebeu-se que ela tinha de ser operada novamente.”

O marido, João Soares e os filhos, Miguel e Ricardo Raposo, deslocaram-se para a unidade hospitalar e tomaram conhecimento da gravidade da situação. Mas o pior veio a acontecer. A Tv Mais revela que Maria João Abreu acabou por sofrer um derrame que provocou um AVC hemorrágico, tendo sido novamente operada no domingo, dia 2.

“Ela piorou. Houve uma nova hemorragia. Neste momento está com a cabeça aberta a drenar. É um procedimento comum nestas situações. Está em coma induzido. São horas críticas”, revelou outra fonte à TvMais.

A SIC emitiu entretanto um comunicado onde informa que “está a acompanhar a situação com a reserva que a mesma implica”. Daniel Oliveira, diretor de programas do canal, mantém-se atento ao estado clínico de Maria João Abreu e em permanente contacto com a família.

Dores de cabeça

Dois dias antes de ser internada, Maria João Abreu esteve ao lado de José Raposo e João Baião, nas gravações do programa “Mesaluisa”, na SIC Mulher, apresentado por Luís Villar. Tinha gravado até tarde na noite anterior a série de comédia e acordado cedo para retomar as gravações na novela. “Estou aqui com três horas de sono”, contou à referida publicação.

Há quatro anos, a atriz descobriu que sofre de fibromialgia, uma doença crónica autoimune que lhe causa dores incapitantes em todo o corpo. As enxaquecas eram regulares e Maria João Abreu relacionava-as com esse problema de saúde.

“Comecei por ter dores generalizadas pouco tempo depois de entrar na menopausa. A médica mandou-me fazer uma análise e acusou uma doença autoimune. Fiz o despiste dessa doença no Instituto de Reumatologia e não acusava nada. Voltei a fazer seis meses depois, continuou a não acusar nada. Não há diagnóstico para a fibromialgia, é sempre por exclusão de partes, tem a ver com as dores generalizadas, insónias, ansiedade, muito cansaço, uma série de coisas que depois vão aparecendo”, disse dois antes.

Em conversa com a Tv Mais, a atriz revelou ainda outros sintomas, mais recentes. “Agora já me apareceram outros pro-blemas. Muitas securas na boca. A língua sempre muito seca. E tenho um zumbido no ouvido“. Há um ano atrás, Maria João Abreu decidiu mudar radicalmente a sua alimentação de forma a atenuar os efeitos da fibromialgia, tendo perdido 8 quilos.

“Excluí o glúten, laticínios, açúcar e álcool. Abro uma exceção para o vinho tinto às vezes ao jantar. Deixei de tomar antidepressivos, anti-inflamatórios, agora só tomo coisas naturais, faço grandes doses de vitamina D, B, colagénio e reflexologia, entre outras terapias. E bebo muita água.”

Maria Joao Abreu E Joao Soares Marido
Reprodução Instagram

“É o melhor da vida”

Sempre preocupada com todos os que estão à sua volta, Maria João Abreu revelou ainda que, nos últimos tempos, estava a cuidar mais de si e do seu bem-estar.

“Quero pensar um bocadinho em mim, mas a família está em primeiro lugar. Já consigo ter alguns momentos do dia dedicados só a mim, em que me sento a respirar e relaxar um bocadinho. O meu pai faleceu há seis meses. Era um cozinheiro exímio. Por vezes, choro quando estou a cozinhar, porque essas são algumas das melhores memórias que tenho dele. Depois o João [Soares, marido] percebe e abraça-me. Isso ajuda. Mas continuo a chorar, mesmo depois destes meses”, disse.

E garantiu: “O que gosto é ser atriz, ser mãe, ser mulher, ser filha, ser amiga e ter como propósito nutrir amor e estar bem com as pessoas. É o melhor da vida”.

Leia também: Laura Figueiredo sobre Mickael: “Era mal comportado e eu não sabia, fui enganada”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News