fbpx
Resumos SIC

A Serra: Resumo dos próximos episódios

A Serra Novela Sic

Resumo dos próximos episódios da novela Serra, exibida na SIC.

Resumo de 8 a 12 de março

Episódio 13 (8 a 12 de março)

Destaques

Pascoal confessa a Fátima que o relatório da autopsia foi alterado e a causa da morte de Artur foi envenenado por benzodiazepinas.

 

Carlota avisa Gustavo que tem muito a perder. Este ameaça contar tudo à polícia. Carlota fica a pensar nas ameaças.

Hortense olha o busto de Augusto com ressentimento e mágoa. Jacinta sem tato diz que Marta teve um acidente a conduzir. Fátima vem a chegar, fica a saber também, leva Hortense até casa que fica a sentir-se mal.

Carminho tenta maquilhar-se mas não consegue, a mão treme-lhe. Guida furiosa porque os brincos são falsos, Carminho olha-a com estranheza. Guida diz que já não trabalha mais para ela.

Fausto repara que já não há bolo, acha que foi Salvador que comeu e este acha que foi Fausto que comeu. Paula pede patrocínio para o rancho. Salvador oferece-se para dar os lanches, quer saber como funciona o rancho. Fausto discorda.

Guilherme tenta ver o que a irmã teve. Ivone diz que a internet não vai dizer o que Marta tem. Hortense vem ver o que se passou, discute com Lena que não lhe disse nada para a castigar. Guilherme conta-lhe o que se passou.

Gustavo conta a conversa com Carlota, chamou-o porque Fátima pediu para ver a autópsia. Gustavo pede ao irmão que a convença a desistir. Tomás sabe que lhe deve a vida mas não pode fazer isso.

Fátima aguarda por Ivone, Elvira exagera no que aconteceu a Marta. Falam de Rosalinda, acham que ela devia deixar fazer os testes. Ivone acha o relatório estranho pois não bate certo com o que viu.

Domingos e Rosalinda falam de Fátima e Tomás. Domingos pede a Leonor que a partir de agora só se encontre com Anabela ali em casa. Leonor diz que não faz sentido o que eles pedem.

Carlota pergunta quem teve a ideia deste jantar. Fernando diz que foi Vitória para animar Carminho. Carlota reclama que só para jantares românticos é que não tem vontade. Ele disfarça e fala de Mariana. Manuel agradece o convite. Carminho contempla o quadro, começa a comer e a falar de boca cheia, quer arranjar trabalho para espanto de todos. Salvador pergunta à mãe se comeu bolo na padaria, ela diz que sim.

Jacinta agradecida a Salvador enquanto Sãozinha olha-a de lado. Guida diz que ele é bom rapaz, elogia o corpo dele mas Jacinta não gosta.

Fátima mostrou o relatório da autópsia a Ivone que achou estranho. Diz a Tomás que a tia disse que Gustavo está interessado nela mas que Guida os ouviu e Tomás disse que só não estava com ela por causa dele. Tomás desmente.

Mariana olha a foto do avô com saudade. Fernando teve pena que não tivesse ido ao jantar. Mariana sem cabeça, Fernando acha que a filha tem de reagir, é muito nova para ficar presa a algo que não a faz feliz.

Salvador preocupado com a mãe. Manuel intrigado com as suas reações. Salvador diz que a mãe precisa dormir e ajuda-a a ir para o quarto.

Domingos vem com a correspondência onde está a carta do tribunal para obrigar Leonor a fazer teste paternidade. Rosalinda fica sem forças, Domingos com esperança que ele não seja o pai. Domingos leva Leonor à escola.

Elvira vem afogueada, julgava estar sozinha mas Sãozinha já está a trabalhar. Moisés entra atrás dela. Elvira disfarça o nervosismo. Sãozinha pede patrocínio, ele diz que dá. Elvira fica com ciúmes.

Nicolau insiste com a irmã para dar consultas, Ivone não sabe o que lhe dizer. Ele diz que tem muito orgulho nela, Ivone emociona-se e pede que não comente nada da autópsia mas que há algo estranho de certeza.

Guilherme diz que Ivone foi impecável com Marta. Fátima vai procurar o médico que fez a autópsia. Guilherme não concorda mas diz que também vai. Fica a ver a imagem com os registos do telemóvel de Artur enviados por amigo de Fátima.

Salvador está a contar a Tomás a os efeitos do bolo que a mãe comeu. Carlota traz a cópia do contrato e senta-se junto de Tomás. Carlota acusa-o que se estivesse preocupado com Fátima tinha contado que quem matou Artur foi Gustavo.

Manuel procura emprego. Carminho diz que Guida trouxe os brincos porque são falsos, ele confessa que trocou as joias todas dela por falsas. Carminho fica furiosa e quer o divórcio. Guida diz a Salvador que os brincos que a mãe lhe deu eram falsos, quer o seu dinheiro, ele vai dar o que tem na caixa mas Guida diz que pode juntar e depois dar-lhe, confia nele.

Mariana vem devolver o anel noivado. Tomás diz que devia ficar com ele. Mariana aproveita para dizer mal de Fátima, Tomás já conhece a história da escola e sabe que ela está a mentir.

Fátima está com Ivone e Guilherme a falar com Pascoal que está muito nervoso, pede que não lhe arranjem problemas. Funcionário atento à conversa. Querem falar com o diretor mas vão ter de esperar.

Paula exausta por ter de ajudar Fátima, deixou as ovelhas com Simão. Gustavo senta-se noutra mesa, ela vai sentar-se junto dele, acha mesmo que ele está interessado nela mas está a disfarçar.

Sãozinha mostra os folhetos a Moisés, Aida e Elvira com ciúmes. Sãozinha faz-se de vítima por ter criado os filhos sozinha. Aida pergunta a Moisés se tem que se preocupar, lembra-o porque saíram de Lisboa.

Tomás corre, Domingos reconhece-o junto da carrinha e aborda-o. Domingo encosta-o à carrinha e fala-lhe em tom de ameaça para deixá-los em paz. Fausto vai separa-los.

Fátima não pode esperar mais, Ivone diz que pode ficar. Pascoal aproxima-se, pede que não lhe arranjem problemas e confessa que o relatório foi alterado e a causa da morte de Artur foi envenenado por benzodiazepinas.

 

(conclusão)

Episódio 12 (8 a 12 de março) 

Destaques

Gustavo confessa ao irmão que gosta de Mariana.

Tomás avança para tribunal para exigir teste de ADN a Leonor.

Guilherme pede relatório de autopsia de Artur.

Num flashback de 2018, vemos Gustavo e Artur a dizerem a Carlota que querem ajudar Augusto, ele ainda está vivo. Carlota acha perigoso, diz que não vale a pena porque ele não vai sobreviver.

 

 

Anabela espera por Leonor. Domingos quer saber o que Fátima tem com Tomás mas ela não sabe. Ele diz para ela não meter coisas na cabeça da prima porque eles é que são os pais.

Fátima discute com Carlota por se ter metido no negócio. Carlota diz que vai acabar com a família dela. Fátima garante-lhe que não tem medo dela e a queijaria nunca será sua.

Aida tenta saber junto de Elvira se a irmã lhe disse alguma coisa. Elvira é da opinião que o melhor é fazer o teste. Aida diz que Tomás vai avançar para tribunal, se não quer dar uma palavra à irmã.

Guida põe a mesa com as coisas que Manuel comprou. Carminho encantada, diz a Guida que a podia ter avisado que a Santa também era da mãe dela. Carminho dá o outro brinco a Guida, Manuel tenso insiste para que não dê.

Gustavo conta a verdade ao irmão, Carlota despediu-o porque apanhou-o a mexer no cofre. Gustavo fala tão bem de Mariana que Tomás desconfia, ele confessa que gosta dela.

Carlota fala com Marcelino sobre negócios, diz que não vai faltar muito até ter a queijaria. Mariana ouviu que Gustavo não volta mais, Carlota despediu-o, apanhou-o a mexer onde não devia.

Fátima deixa mensagem de voz a Marcelino. Guilherme improvisa para justificar a sua visita, convida-a para um café quando Tomás entra e percebe clima entre eles.

Hortense conta a Tozé que encontrou fotografias do pai dele, Tozé não quer saber dele para nada. Marta olha interessada para Tozé e conta que anda a tirar a carta de condução. Hortense espera que não se vá embora como a filha fez.

Jacinta e Sãozinha tentam saber junto de Nicolau quando é a reunião do irmão com a patroa. Nicolau não quer dizer mas Jacinta mostra-se ameaçadora e ele aponta para onde fica o escritório.

Carlota diz que têm negócio, Fernando pede-lhe que não deixe o pai meter-se no negócio.

Jacinta muito perturbada ao ver Salvador em tronco nu, não deixam de olhar-se enquanto Sãozinha vem reclamar que não podem deixar de lhe comprar pão. Salvador intercede para que comprem aos dois.

Moisés recebe Mariana, diz que Tomás saiu pareceu-lhe que ia fazer um piquenique e até achou que fosse com ela. Gustavo sorri ao vê-la, oferece-se para ajudar nas atividades do hotel e aconselha-a a esquecer o irmão.

Carminho experimenta a sua estola nova e Manuel exibe os sapatos novos mas Salvador apanha-os, obriga o pai a dar os recibos para ir devolver tudo, avisa-o que é o pai que vai pagar este crédito.

Tomás e Fátima apaixonados, ele pergunta se Guilherme é só mesmo o seu advogado, ela beija-o em resposta. Mariana apanha-os, trata mal Fátima que não abre a boca e é Tomás que a manda parar.

Fausto tem receio que o negócio com Jacinta corra mal. Salvador diz que é graças a ele que não perderam tudo. Jacinta vem agradecer-lhe o gesto. Fausto impressionado com a sua atitude.

Guida entrega os brincos ao irmão para ver quanto valem, diz-lhe que não pense em enganá-la. Falam da ex de Tozé e ele muda de assunto. Guida diz que gostava de ver as fotos do pai.

Tomás está com medo de ter prejudicado Gustavo, Fátima diz que não tem de ficar assim se não tem nada com Mariana. Rosalinda não gosta de ver Tomás e acusa Fátima de já não precisar da família.

Mariana está arrasada por ter encontrado Tomás com Fátima. Vitória diz que tem de esquecê-lo, se ele está com outra é porque não gosta dela.

Salvador desabafa com Fausto sobre os pais. Fausto dá-lhe a provar o bolo que fez com erva. Carminho vem pedir desculpas ao filho, apanha-se sozinha e come uma fatia de bolo e ainda leva mais duas fatias com ela.

Tozé, divertido, traz os brincos da irmã nas orelhas. Sãozinha e Guida fazem palpites sobre quanto valem. Tozé diz que valem dez euros pois são de pechisbeque.

Vitória e Nicolau conversam, ela convida-o a andar de veleiro para experimentar. Fernando não deixa de ter ciúmes, Vitória sugere fazer um jantar, Carminho chateou-se com Salvador e não está nada bem.

Carlota sonda a relação de Sebastião e Lena, ele diz que andam a discutir mas por causa dos filhos, acha que é uma fase. Ele conta que Guilherme pediu o relatório da autópsia mas para ficar descansada que não vai deixar que seja acusada.

Tomás acha que foi o irmão a dizer onde ele estava. Gustavo diz que deve ter sido o pai e só espera que Mariana não vá chorar para os braços da mãe. Carlota quer encontrar-se com Gustavo. Diz a Gustavo que Fátima pediu para ver a autópsia, Gustavo ameaça-a, se cair não cai sozinho.

Guilherme deixa Marta conduzir, chega o correio eletrónico que tanto esperava. Marta sente-se mal, para o carro e começa a ter contrações involuntárias nos braços, tira os pés dos pedias e o carro segue estrada abaixo. Guilherme trava o carro e pergunta o que se passa. Em pânico, contorna o carro e quando abre a porta, Marta cai inconsciente. Ivone está a passar perto e vai socorrê-la.

Estão reunidos para a reunião. Elvira diz a Domingos que os patrões já falaram em advogados, deviam deixar fazer os testes de ADN. Domingos fica irritado.

Fátima queixa-se que já está atrasada, se é só para dar trabalho e não ajudar pode procurar trabalho noutro lado. Paula diz que Gustavo é pretendente dela, Fátima acha que a tia está a delirar.

Num flashback de 2018, vemos Gustavo e Artur a dizerem a Carlota que querem ajudar Augusto, ele ainda está vivo. Carlota acha perigoso, diz que não vale a pena porque ele não vai sobreviver.

(conclusão)

Episódio 11 (8 a 12 de março)

Destaques

Rosalinda e Domingos não permitem que Leonor faça teste de ADN para apurar se é filha de Tomás.

Gustavo é despedido do Hotel.

Fátima fecha negócio de fornecimento de queijos aos supermercados Delisuper, mas Carlota surpreende quando diz que negócio não vai acontecer.

 

Rosalinda e Domingos ficam tensos ao verem Aida. Aida acredita que é melhor para todos contar a verdade. Domingos diz que a verdade é que Leonor não é filha de Tomás e que o melhor é ela deixar de fazer compras ali.

Sebastião vasculha as coisas do filho. Guilherme apanha-o e Sebastião quer saber se veio para fazer concorrência. Guilherme diz que só está a procurar ajudar uma família.

Fátima e Tomás acabaram de fazer amor, ele diz que se pudesse parava o tempo, nunca sentiu por ninguém o que sente por ela. Fátima conta-lhe a zanga de escola que teve com Mariana, é por isso que não gosta dela.

Fausto irritado com a mãe por ter falado com Salvador. Elvira só queria ter a certeza se ele é gay, Fausto diz que ele não é, que teve um caso com uma mulher casada por isso nunca disse nada. Elvira não está convencida.

Salvador fala com o tio sobre o fornecimento de pão ao hotel. Fernando interessado em saber se ele ainda se interessa por Vitória, ele diz que são só amigos. Jacinta enervada porque ouviu que ele lhe anda a roubar clientes, atira-lhe com pão.

Guida procura o cliente que Nicolau lhe falou. Este aponta para Marcelino. Marcelino acha que Guida era a rapariga com quem andava a falar e coloca-lhe a mão na porta. Guida sai enervada.

Carlota está a guardar uns documentos no cofre quando lhe ligam a avisar que o Chef está lá em baixo para falar com ela. Carlota sai e deixa o cofre aberto. Gustavo estava a passar, vê Carlota a afastar-se e entra no seu gabinete. Procura as provas que Carlota tem dele, guardadas no cofre, mas é apanhado em flagrante. Gustavo tenta justificar-se mas Carlota despede-o.

Aida está a contar-lhes o que se passou na mercearia. Moisés diz que não devia ter lá ido. Tomás vai fazer o teste paternidade. Aida diz ao filho que eles não lhe vão facilitar a vida se for mesmo o pai de Leonor.

Fátima arranja-se para reunião de negócios. Guida conta-lhe do encontro fracassado arranjado por Nicolau. Fátima conta-lhe que esteve com Tomás mas pede-lhe que não conte a ninguém.

Carminho chamou Sãozinha porque ficou sem luz, Sãozinha aproveita para dizer que ainda não pagou à filha, mas diz que é o quadro que dispara porque não tem potência. Manuel conseguiu um crédito e vai oferecer-lhe um jantar.

Nicolau fala com Gustavo, pergunta o que vai fazer agora. Gustavo diz que orienta-se mas para não contar que foi despedido do hotel. Fausto elogia Marta em exagero deixando Nicolau a pensar porque não o reconhece. Fausto quer livrar-se da fama de gay.

Mariana está triste, Vitória convida-a para ir passar uns dias ao Porto. Mariana não quer ir, diz que nunca vai conseguir esquecer Tomás.

Fátima está tensa e desconfortável, discute com Marcelino o possível contrato. Marcelino acaba por dizer que têm negócio, convida-a para jantar mas ela inventa uma desculpa para não ir.

Tomás vem ver se Leonor está, quer fazer os testes de ADN. Domingos olha-o ameaçador e diz que ele vai sair dali a bem ou a mal. Tomás diz que não vai desistir. Rosalinda tem a certeza que ele vai falar com um advogado.

Sãozinha e Jacinta falam de negócios. Tozé acha que não deviam deixar que o hotel quebre o contrato do fornecimento do pão, se o fizerem deviam metê-los em tribunal.

Elvira insiste com a filha para ir dançar para o rancho. Nicolau está mais interessado em assistir à novela. Guida vem tirar satisfações com ele, depois do encontro falhado que teve por sua culpa.

Tomás conta que não correu bem a ida à casa de Rosalinda. Gustavo aproveita para contar que se despediu, Tomás fica desconfiado. Aida acha o filho estranho mas ele desconversa.

Guilherme já fez o pedido para verem a autópsia do irmão. Fátima agradece-lhe e conta-lhe que fechou contrato com os supermercados Delisuper, assim vai conseguir pagar as dívidas e pagar-lhe.

Carminho e Manuel deliciam-se com o marisco quando ouvem a porta, apressam-se a esconder a comida e trocar por pratos de sopa. Salvador cheira-lhe a peixe e estranha ver a mãe a beber água num flute.

Sãozinha conta a Hortense que Carminho e Manuel não têm onde cair mortos. Lena vem buscar o jantar, convida a mãe para jantar lá a casa mas Hortense não aceita. Sãozinha acha que devia fazer as pazes com a filha.

Carlota diz à filha que podiam ir jantar. Mariana já pediu o jantar para o seu quarto. Carlota repara no anel noivado. Mariana custa-lhe tirar, foi o único presente que Tomás lhe deu escolhido por ele.

Tomás manda pedras à janela, Fátima abre-lhe a porta, ele conta que os tios recusam-se a deixar Leonor fazer o teste de ADN, Fátima vai falar com eles, conta sobre o negócio que fechou. Tomás e Fátima não resistem e vão para o quarto.

Carminho vem disfarçada, repara que as flores dela foram substituídas. Sãozinha diz que foi ela porque fez o mesmo, e que aquele altar é dela. Carminho indignada diz que vai fazer as suas promessas com Deus.

Gustavo veio cobrar o café, Paula mostra-se dengosa para ele. Gustavo fica a saber que Fátima entregou o cachecol de Artur à polícia e sai apressado.

Moisés chamou Sebastião para ajudar Tomás. Este conta-lhe que há a possibilidade de ser pai mas só comprovando através dos testes de ADN, que Domingos e Rosalinda não permitem que Leonor faça. Sebastião diz que vai requerer ao tribunal.

Fátima ajuda a queijeira a arrumar os queijos, está esperançosa com o novo negócio. Carlota diz-lhe em primeira mão que Marcelino é amigo dela e o negócio não vai acontecer.

 

(conclusão)

Resumo de 1 a 5 de março

Episódio 10 (1 a 5 de março) 

Destaques

Guilherme consegue juntar o cachecol de Artur ao processo.

Tomás recebe sms de Dulce a dizer que Leonor não é filha dele.

Mariana termina noivado com Tomás.

 

 

Fátima fala ao telemóvel com responsável dos supermercados DeliSuper, combinam reunião para o dia seguinte. Fátima pensa em conseguir vender metade da produção para resolver as dívidas. Anabela comenta que o avô ia ficar contente.

Tomás pede para Mariana não terminar a relação, terá mais cuidado. Mariana não quer promessas e culpa Fátima. Tomás diz que não tem a ver com ela mas Mariana não aceita que a pisem.

Carlota chama a atenção de Gustavo para meter juízo na cabeça de Tomás. Anda distante por causa de Leonor. Se Tomás maltratar Mariana é Gustavo que paga.

Sãozinha entrega outro licor a Carminho. Pergunta pelo casaco de peles e Carminho diz que está arruinado. Sãozinha pede que o filho Salvador pare de andar atrás de Jacinta, já que é gay. Carminho não acredita e acha que ela bebeu licor a mais.

Tozé sugere vender o casaco e os brincos de Guida. Esta diz que vende os brincos quando receber o segundo que falta. Sãozinha chega, diz que falou com Carminho por causa de Salvador. Jacinta não quer que ela se meta.

Leonor pergunta se tem de viver com Tomás se ele for seu pai. Rosalinda diz prontamente que não. Dulce prometeu a Domingos que não dizia nada, Rosalinda duvida, acha que Tomás pode acenar com dinheiro a Dulce.

Guilherme conseguiu juntar o cachecol como prova ao processo. Precisam de provar que o telemóvel foi limpo. Fátima menciona ex-mulher de Guilherme, ele explica que ela desviou dinheiro e o implicou nesse desvio.

Tomás entra, conta que Mariana acabou com ele. Ele não a ama, tentou mas o casamento não resultará, não gosta de Mariana da mesma forma que ela gosta dele e não vai ser ator toda a vida. Carlota insinua que tem a ver com Fátima, mas ele diz que ela está fora do assunto. Carlota vai falar com Mariana e depois decide o que vai fazer com Gustavo.

Fernando queixa-se de Carlota. Sebastião acha que os casamentos têm prazo. Fernando diz que ele devia assentar com Lena. Sebastião pergunta se tem olhado para o lado e Fernando nega.

Mariana conta que acabou com Tomás. Carlota pergunta se acabar é mesmo o melhor, Mariana hesita. Carlota diz que se prepare então para ver Tomás e Fátima juntos.

Elvira conversa com Ivone e Nicolau. Quer saber sobre namoradas de Fausto. Ivone impaciente sai. Nicolau nunca viu namoradas, mas faz bom par com Salvador. Elvira suspeita.

Gustavo discute com Tomás por causa do fim de relação dele com Mariana, acha que Carlota vai entregá-lo. Guida está a passar perto e fica à escuta quando ouve falar de Fátima. Tomás diz que gosta de Fátima e só não está com ela por culpa do irmão.

Marcelino visita a queijaria, conta que os queijos que recebeu no escritório foram um sucesso. Fátima mostra a queijaria. Marcelino diz que está hospedado no hotel e vai preparar uma proposta.

Elvira quer conversar com Salvador, não quer que desencaminhe Fausto, ele sempre gostou de mulheres. Salvador diz que não são gays, Fausto namorou uma mulher há pouco tempo.

Carminho reza a Nossa Senhora da Boa Estrela para voltar a recuperar a vida que tinha. Põe as flores e velas de Sãozinha. Diz que quando tiver dinheiro remodela altar.

Anabela vê telemóvel novo de Leonor, pergunta qual dos pais lho deu. Leonor diz que pai só tem um pai que é Domingos, diz que tem medo de Tomás. Anabela diz que não a deixará ir embora para lado nenhum.

Guida relata conversa que ouviu entre Tomás e Gustavo. Conta que Tomás disse que ele e Fátima não estão juntos por causa de Gustavo. Fátima estranha Gustavo ter culpa. Ficam na dúvida se ambos gostam de Fátima.

Tomás deixa mensagem no voice-mail de Dulce. Recebe uma SMS a dizer que Leonor não é sua filha. Tomás não fica convencido.

Gustavo pergunta a Mariana como ela está. Olha-a apaixonado, Tomás é idiota para a deixar escapar, vai arrepender-se. Gustavo acha que Tomás e ela ainda se vão entender.

Salvador conta que Elvira acha que são gays. É por causa das bocas de Sãozinha. Têm de conversar com Elvira. Salvador não quer que Jacinta ache que ele é gay.

Moisés pergunta a Elvira o que sabe sobre Leonor. Ela sabe pouco, com dois anos ficou com Rosalinda e que Dulce nunca a quis levar para Estados Unidos. Confia que a irmã não sabe nada.

Vitória e Fernando na zona da piscina do hotel, estão embaraçados. Vitória apercebe-se que perdeu pulseira e Fernando ajuda a procurar. São interrompidos por Carlota e disfarçam a cumplicidade.

Tomás pede a Domingos para ligar a Dulce. Recebeu SMS mas duvida que seja dela. Domingos liga, ela confirma a Tomás que não é pai. Tomás só fica descansado com teste de ADN.

Fátima dá saca de farinha a Fausto para experimentarem. Fausto pergunta a Salvador se vale a pena meterem-se em confusões com a Sãozinha. Tomás entra e agradece a número de telemóvel de Dulce.

Sãozinha vê o que Carminho fez ao altar, deita tudo fora, volta a pôr as suas flores e velas no sítio e reza para que o pai de Jacinta não volte.

Carminho está embriagada com tanto licor que bebeu. Salvador entra para saber da mãe. Carminho quer falar com o Salvador sobre estar interessado em Jacinta. Acha que história com Vitória não terminou.

Carlota quer o melhor para Mariana e decide guardar as imagens. Gustavo pede-lhe as imagens, Carlota considera que ele sabe demais. Avisa-o para Tomás ficar longe de Fátima.

Tomás quer ajudar Fátima com um bom advogado mas Fátima não quer. Pergunta por Mariana, Tomás conta que já não estão noivos. Tomás beija-a e Fátima deixa-se ir.

(conclusão)

Episódio 9 (1 a 5 de março)

Destaques

Carlota faz oferta para comprar a queijaria e pede uma indeminização de dez mil euros a Fátima.

Mariana vê Tomás e Fátima juntos.

Mariana termina a relação com Tomás.

 

Fátima coloca-se frente da porta de sua casa impedindo que Gustavo saia, atira-lhe com tachos e tampas e Gustavo para se defender deixa cair o cachecol, desiste e foge. Fátima ainda repara nas botas de Gustavo.

Aida vem com os comprimidos que apanhou no quarto de Gustavo, quer saber o q se passa com ele, a ultima vez que tomou comprimidos para dormir foi quando saiu da prisão, acha que eles andam a esconder alguma coisa. Tomás desvaloriza, recebe de Fátima o contacto de Dulce, tenta ligar-lhe mas ninguém atende e decide enviar uma mensagem.

Paula e Anabela entram quando Fátima está a arrumar os tachos que atirou ao ladrão. Fátima mostra o cachecol que o ladrão queria roubar, viu-lhe as botas e está desconfiada.

Salvador e Fausto estão a abrir a padaria, Fausto mal vê Jacinta diz q vai andando. Salvador diz que não foi ele que mandou as flores mas depois de Jacinta parecer desiludida diz que foi ele sim. Ela avisa-o para não fazer mais isso.

Mariana está triste porque Tomás não atende o telemóvel e evita-a, tem medo que esteja com Fátima. Paula não tem controlo nas ovelhas que entram pelo jardim do hotel. Nicolau vai ajudar e Paula diz que bem tenta ajudar Fátima mas não consegue controlar as ovelhas, aproveita para ir embora. Mariana percebe que Paula é tia de Fátima.

Tomás tem várias chamadas de Mariana, Gustavo lembra-o que se as coisas correrem mal é ele que vai preso. Tomás conta que a mãe apanhou-lhe os comprimidos. Gustavo conta que Nicolau encontrou o cachecol de Artur na serra. Tomás desvaloriza por ter andado perdido na montanha. Diz a Gustavo para pensar antes no que pode fazer pela filha de Artur que ficou sem pai por causa dele.

Fátima conta a Guilherme sobre o assalto, ele diz que vai juntar o cachecol ao processo. Paula chega sem as ovelhas e é Nicolau que as traz. Guilherme conta a Fátima que Carlota fez um pedido cível de indemnização de dez mil euros que não resolve a acusação do pai. Fátima acha que vai perder tudo.

Sãozinha troca as flores de Nossa Senhora enquanto conversa com ela. Hortense mete-se, diz que já chega de rezar o marido se não voltou já não volta. Sãozinha pede uma mezinha para Tozé.

Manuel tentou mas Fernando não lhe deu emprego, só resta pedir a Salvador. Carminho pede que não leve a padaria do filho à falência. Guida diz a Carminho que o melhor era fazer uma promessa a Nossa Senhora da Estrela.

Tomás pede desculpa mas desde que descobriu que pode ter uma filha não anda descansado. Mariana espera que não seja sua filha, quer passar a tarde com ele mas Tomás diz que não pode tem de ir com Gustavo.

Fátima mostra a Guilherme o processo da farinha. Carlota admirada de ver Guilherme ali, faz proposta a Fátima, vende-lhe a queijaria e ela retira a queixa. Carlota descontente por Guilherme ser advogado de Silvério.

Marta não quer continuar a estudar, diz que se o pai continua a chateá-la, vai ter com o irmão Vasco. Sebastião ironiza e pergunta o que ela ia fazer para uma plataforma petrolífera. Sugere a Lena que a filha faça um estágio no hotel, mas Lena acha que as duas trabalharem juntas não ia correr bem. Sebastião mostra-se preocupado com o facto de Guilherme continuar a ajudar Fátima.

Carlota discute com Guilherme que se defende a ele e a Fátima. Carlota diz-lhe que se acha que é assim que vai limpar o seu nome está muito enganado. Fátima não aceita vender a queijaria.

Vitória bate-lhes à porta, Carminho sempre envergonhada enquanto Manuel abre. Vitória já sabe da situação deles, oferece-se para pagar o jantar e para ser fiadora de uma casa maior. Salvador não quer mais ajudas.

Paula vem oferecer-se para a lista de Elvira no rancho, mas ela não gosta da ideia e ataca-a. Paula furiosa diz que vai pedir a toda a gente para votar na Sãozinha.

Rosalinda está muito enervada porque Domingos deu um contacto falso de Dulce. Rosalinda acha que deviam ir embora da aldeia.

Hortense achava melhor vender a queijaria. Fátima diz que o pai nunca a perdoaria. Tomás diz que o número não era de Dulce, repara na ferida dela e ela diz que assaltaram a casa para roubar o cachecol do irmão. Mariana vê-os a dar a mão.

Carlota discute com Sebastião por Guilherme estar a defender Silvério. Não o perdoa se Silvério ganhar. Carlota tem surpresa para Fernando, ele acaba por aceitar para não ficar desapontada.

Sãozinha já sabe que quem lhe mandou as flores foi Salvador. Jacinta também sabe e diz que era engano. Sãozinha diz para não se deixar enganar, ele nunca ia olhar para ela porque é gay.

Guida deitada no sofá com o casaco de peles quando ouve a porta e levanta-se. Carminho lamenta-se e pede-lhe licor de castanha. Guida quer o outro brinco prometido e Carminho oferece-lhe o casaco para ela continuar a trabalhar.

Sãozinha vem tirar satisfações com Salvador por andar a arrastar a asa para cima de Jacinta. Insinua que ele e Fausto são namorados quando Elvira entra. Fausto diz que não são gays. Elvira fica cheia de incertezas.

Mariana desabafa com Vitória conta que viu Tomás com Fátima. Vitória diz que ele aceitou casar com ela, mas ela tem de pensar no que vai fazer. Mariana não sabe o que fazer mas não quer que ele a magoe mais.

Sebastião repreende Guilherme. Ele diz que não vai deixar de defender Fátima. Sebastião quer que a convença a vender a queijaria, é a oportunidade de provar que não é amador.

Manuel entusiasmado a apresentar a sua proposta de gestão da padaria. Salvador nunca lhe entregaria a gestão do seu negócio, pede para pararem de se encostar a Vitória, ela só tenta ajudar por pena deles.

Fátima vem tirar satisfações com o tio mas ele não está. Fátima sabe que estão a dificultar a vida a Tomás e era melhor resolver as coisas de uma vez.

Tomás avisa o irmão para não voltar a tocar em Fátima, se voltar a fazê-lo é ele que o mete na prisão. Mariana vem tirar satisfações com Tomás. Este não consegue dizer que a ama e Mariana acaba tudo.

 

(conclusão)

Episódio 8 (1 a 5 de março) 

Destaques

Anabela conta a Leonor que corre pela aldeia que Tomás é pai dela. Domingos e Rosalinda desmentem.

Tomás consegue contacto de Dulce no instagram

Fátima esbarra com Gustavo encapuçado a roubar o cachecol

 

Fátima agradece a Guilherme e pergunta se pai terá hipóteses. Guilherme explica, têm de ter provas que Silvério não tinha intenção de matar ninguém e estava perturbado com a morte do filho. O caso da morte de Artur é independente. Será difícil desacreditar o resultado da autopsia. Mas se provarem que os Pereira Espinho estão relacionados com a morte de Artur, poderá ser uma atenuante para o comportamento de Silvério. Fátima quer ser tutora de Anabela e Guilherme descansa-a, diz que é um processo simples.

Gustavo tenta dissuadir Nicolau a deixar o cachecol, mas Nicolau acha melhor entregar a Fátima e ela decide o que fazer com ele. Gustavo diz que só alimentar teorias malucas e prejudicar toda a gente. Nicolau desconfia e pergunta o que é que ele está a insinuar, pergunta se ele fez algo a Artur. Gustavo irrita-se e já não quer saber do cachecol.

Mariana pergunta se Tomás é mesmo pai de Leonor. Ele não sabe, quer falar com Dulce mas ela emigrou para os Estados Unidos. Mariana acha que a Leonor não deve ser separada dos pais. Diz que vai estar ao seu lado. Tomás fica surpreendido com a atitude de Mariana.

Carminho vai ao burel para arranjar um casaco de peles. Sãozinha oferece-se mas tendo em conta que ela não tem dinheiro e que não pagaram a Guida, pede o pagamento adiantado. Carminho diz que paga mas atende uma chamada e pelo meio escapa-se com o casaco.

Marta mostra fotos a Guilherme e este fica mais tempo a observar uma foto onde Fátima está junto ao moinho. Marta oferece-a a ele, diz que por ela ganhava a vida como fotógrafa mas o pai não ia permitir que largasse a faculdade. Lena chega e falam dos estudos de Marta. Esta não quer estudar mais, quer trabalhar. Lena não concorda e Marta diz para não se meter, diz que ela é só mais uma para o pai. Guilherme reprova a irmã.

Nicolau entrega cachecol a Fátima que fica emocionada. Repara em mancha de sangue nele. Nicolau pergunta a Fátima se acha que ele foi mesmo morto, Anabela ouve e faz perguntas mas Fátima desvia a conversa. Fátima tranquiliza-a.

Tomás pede ajuda a Ivone para contactar Dulce. Ivone diz que Dulce nunca lhe disse quem era o pai, nem sabe se ela saberia. Os tios também nunca comentaram nada. Tomás não sabe que fazer.

No burel, Sãozinha comenta o pedido de Carminho. Provoca Elvira, diz que Fausto não lhe dará netos. Elvira conta que Fausto está em vias de conseguir fornecimento que era para ela.

Manuel e Carminho estão em reunião com Fernando. Ele propõe-se para Relações Públicas do hotel mas Fernando diz que não precisa de ninguém. Vitória passa, acena para ele e olhar de Fernando ilumina-se. Trocam um olhar cúmplice. Manel continua a falar sobre a mais-valia para o hotel se o contratarem.

Anabela quer falar com Leonor sobre Tomás, cochicham. Pergunta se alguma vez soube do pai verdadeiro. Rosalinda manda arrumar, vão todas para a mercearia.

Gustavo justifica a Fátima porque não queria que Nicolau devolvesse o cachecol, diz que ela tem de fazer o luto. Fátima precisa de respostas, Gustavo responde que isso não o traz de volta.

Guida entra em casa com ramo flores, acha que são para ela. Um cartão cai e Sãozinha apanha-o, Jacinta arranca-o das mãos e vê que são para ela. Pega no ramo e sai disparada para a rua. Atira as flores para o lixo frente a Salvador, ele diverte-se com a atitude dela, tira-as do caixote e dá a Fausto, que imita Jacinta. Elvira vê a atitude de Fausto e fica desgostosa. Foi Salvador que lhe enviou as flores sem identificar e ficou contente que ela tenha percebido que eram dele.

Leonor vê Tomas, quer falar com ele, Anabela detém-na. Leonor estranha e Anabela acaba por contar que dizem que ele é pai dela. Tomás aproxima-se, diz olá e Leonor não sabe o que dizer.

Rosalinda percebeu que Anabela e Leonor estavam com segredos. Domingos acha se não for Anabela a contar, será outra pessoa. Se Leonor perguntar alguma coisa, dirão que é invenção, e com o telemóvel novo, Leonor esquecerá.

Leonor foge. Domingos e Rosalinda irritam-se com Anabela, que não tinha de contar uma mentira. Dizem que se fosse verdade a Dulce tinha-lhes dito. Domingos vai atrás de Leonor. Anabela diz a Tomás que Leonor queria agradecer, que o que ele fez foi “fixe”, mas se começar a ser pai dela já não vai ser “fixe”. Tomás fica pensativo.

Fátima não consegue falar com Marcelino, planeia levar carregamento de queijos para ele conhecer, quer lutar pela queijaria. Fátima ralha com Paula que mais uma vez não tratou das ovelhas. Esta diz que foi ao centro de emprego mas era engano. Diz que não volta a falhar.

Elvira questiona se Fausto andou com Dulce. Fausto diz que não é pai de Leonor. Elvira pergunta o que se passa entre Ivone e Fausto que não se dão, Ivone esgueira-se para a cozinha e não responde.

Gustavo entra na casa de Fátima à procura de cachecol de Artur. Paula apanha-o e acha que foi vê-la. Oferece-lhe um café, Gustavo não quer, ela insiste mas ele sai. Paula, confiante, diz que vai cobrar-lhe esse café.

Domingos não encontrou Leonor em lado nenhum. Ela chega e confronta-os sobre Tomás ser pai dela. Eles dizem que é tudo mentira, só queriam protege-la. Leonor pergunta se a mãe saberá, diz que podiam ligar-lhe. Eles respondem que não vão chateá-la com uma história destas e um dia quando Dulce vier a aldeia logo falam sobre isso. Ficam preocupados sem saber se Leonor acreditou.

Tomás entra, Anabela contou a Leonor que é seu pai. Tomás só quer a verdade e chegar à fala com Dulce, se for um boato que não destabilizem a miúda. Fátima vai ver o que pode fazer.

Mariana conta à mãe que Leonor é filha de Tomás. Carlota diz-lhe que não será fácil para ela. Mariana diz que se for verdade não conseguem viver longe dali e de Fátima.

Vitória conta que apanharam os ladrões do canil. Fernando pergunta se ela e Salvador voltaram a namorar, ela diz que são só amigos. Ambos desculpam-se pelo sucedido, ele é casado e pai da melhor amiga. Os dois combinam esquecer o que aconteceu e saem constrangidos, seguindo caminhos diferentes.

Fausto diz que Artur também podia ser pai de Leonor, andou com Dulce. Nicolau tem contacto dela no Instagram e passa-o a Tomás. Conta que Fausto encontrou cachecol de Artur com sangue.

Sebastião espreita foto de Fátima, pergunta se vai insistir no caso depois de lhe ter pedido para não aceitar. Guilherme quer ajudá-los. Sebastião sugere aproveitar para beneficiar Carlota. Guilherme fica estarrecido com a proposta do pai em prejudicar os seus clientes em benefício da Carlota.

Fátima fala com Domingos que dá número falso a Fátima, que quer contactar Dulce. Acha que Tomás tem direito a saber a verdade. Domingos diz que ficará tudo como está, eles é que são os pais de Leonor.

Anabela e Paula saem para ir ao restaurante. Gustavo entra depois, de cara tapada, à procura do cachecol. Fátima entra, quando vai para interior da casa esbarra em Gustavo encapuçado com o cachecol na mão. Fátima assustada, pega numa faca do pão.

(conclusão)

Episódio 7 (1 a 5 de março)

Destaques

Na aldeia corre a notícia que Leonor é filha de Tomás

Fátima e Tomás fazem amor

Guilherme consegue que Fátima visite o pai

 

Leonor diz que amanhã vai agradecer a Tomás o que fez. Rosalinda diz que não vai a lado nenhum e que está de castigo. Leonor sai para o quarto. Domingos pergunta o que tem, ela diz que aconteceu uma coisa horrível.

Tomás muito confuso, desvaloriza o que Fátima lhe acaba de contar. Fátima diz que alguém descobriu e não se fala noutra coisa na aldeia. Tomás diz que se for verdade, esconderam-lhe que tinha uma filha e que a podia ter criado. Pergunta que idade tem ela, Fátima diz que ela tem 11 anos. Ele lembra-se de ter estado com uma Dulce mas nunca mais a viu. Tomás tem consciência que pode ser mesmo sua filha.

Gustavo está abatido. Ivone dá-lhe a receita que pediu mas alerta-o para não tomar com álcool e devia perceber de onde as insónias vêm. Gustavo agradece e sai.

Salvador e Fausto escolhem o que vão jantar enquanto conversam com Tozé por causa de Dulce e que qualquer um deles pode ser pai da menina. Fausto diz que andou com ela uns meses mas as datas não batem certo. Guida vem buscar o jantar para os patrões e comenta com Jacinta que Salvador está a olhar para ela. Salvador comenta com Fausto que gosta do jeito bruto dela.

Manuel vê um livro de carros vintage, saudosista. Carminho com o seu casaco de peles e tenta esquecer que está ali, repara que está estragado, fica histérica. Guida vem com a comida diz que fica com o casaco mas Carminho não deixa.

Tomás bate à porta de Domingos e Rosalinda, Gustavo está com ele. Tomás acha estranho não estarem em casa no dia que Fátima lhe conta que é pai de Leonor.

Rosalinda não teve coragem para enfrentar Tomás, aliviada porque Domingos mandou Leonor para casa da irmã. Ele diz que, amanhã, ela vai dizer a todos que tudo não passou de um mal-entendido. Rosalinda está muito angustiada.

Aida está muito nervosa, Moisés não acredita. Aida diz que o assunto é sério e lembra-o como Domingos e Rosalinda os recebem sempre na mercearia, nunca olham e são antipáticos. Moisés acha a história mal contada, porque eles podiam dar uma boa vida à menina.

Fátima não conseguiu falar com os supermercados mas amanhã volta a tentar. Arruma as roupas do irmão.

Tomás tenta ligar a Dulce mas o número de telemóvel já não está atribuído, Tozé não tem mais nenhum. Tomás está decidido a tirar esta história a limpo.

Mariana diz que Tomás pediu desculpa. Fernando acha que Tomás se precipitou e conduz a conversa para Vitória porque é o que lhe interessa. Mariana não percebe porque estão a falar dela e ele justifica-se que só queria dar-lhe um exemplo do relacionamento que ela passou.

Sãozinha chama os vizinhos, Carminho vai esconder-se porque não aguenta a humilhação. Ela apresenta-se, traz uma garrafa de licor caseiro de castanha para oferecer e comenta que eles têm muita tralha para uma casa tão pequena.

No restaurante, todos estão animados e pagam rodadas. Tomás ainda a pensar se Leonor é mesmo sua filha, acaba por sair sem o irmão ver. Nicolau quer ir à Serra ver se encontra alguma pista da morte do primo.

Tomás está alcoolizado, Fátima diz para ir embora. Tomás declara-se, diz que adora tudo nela e vai resolver quem os quer separar. Tomás beija-a e Fátima entrega-se.

Mariana tenta ligar a Tomás mas ele não atende. Mariana tem medo que Fátima continue a rondar. Carlota diz à filha que Fátima vai arrepender-se do que fez.

Fátima e Tomás já se afastaram, ela pede que ele saia de casa dela, lembra-o que tem noiva. Tomás quer sair de carro mas ela não deixa, ele acaba por cair no sofá e adormece. Paula vem ver o que se passa, Fátima diz para irem para a cama.

Carminho grita para Guida trazer o pequeno-almoço. Guida traz o que há, Carminho passa-se. Manuel diz-lhe para não descontar nela, para irem tomar o pequeno-almoço à pastelaria. Manuel pede a Guida que não venda já os brincos.

Elvira tenta perceber se o filho já teve namoradas, Fausto fica desconfortável com as perguntas invasivas da mãe. Ivone volta a dizer que não quer o consultório.

Tomás acorda ressacado, pede desculpas mas tudo o que disse era verdade. Fátima não acredita que ele vá casar por obrigação. Anabela diz a Fátima que a tia não saiu com as ovelhas.

Tomás está desconfortável, quer saber se é mesmo pai de Leonor. Rosalinda diz que isso deve ter sido alguém a inventar. Se eles soubessem isso, ele já saberia. Dizem que é melhor não falar mais no assunto antes que chegue aos ouvidos da menina. Tomás não fica convencido.

Elvira e Sãozinha discutem. Elvira acusa Sãozinha de ter inventado que Tomás é pai de Leonor. Sãozinha diz que foi mesmo ela que lhe contou. Aida atraída pelos gritos manda-as calar.

Gustavo está de ressaca. Nicolau quer despachar-se para ir à serra investigar, Gustavo vai com ele. Carminho constrangida. Manuel dá ideias ao filho para expandir o negócio mas Salvador diz que não precisa.

Guilherme está perdido, Fátima aparece-lhe. Ele vinha à sua procura, diz que ela já pode visitar o pai. Fátima não cabe em si de contente, Guilherme oferece-se para levá-la.

Lena pergunta a Nicolau por Gustavo, ele diz-lhe que só entra de tarde. Falam do boato de Tomás ter uma filha. Mariana fica a saber por eles da possível filha do noivo.

Tomás quer tirar esta história a limpo, achou Rosalinda e Domingos muito estranhos. Aida diz que se for verdade vai metê-los em tribunal mas Tomás quer fazer as coisas a bem.

Rosalinda acusa Sãozinha de ter espalhado o boato, ela garante que não disse nada, lembra-se que Guida também lá estava quando ela contou. Rosalinda declara que a amizade delas acabou. Sãozinha proíbe Guida de falar da vida dos outros, já teve de ouvir de Elvira e Rosalinda por causa dela. Guida pede desculpa, arrependida.

Silvério agradece a Guilherme mas não têm dinheiro para lhe pagar, ele diz para ele e Fátima não se preocuparem. Fátima repara na nódoa negra no braço do pai, que diz que bateu na cama, mas ela não acredita. Silvério assina a procuração para Fátima tomar conta da queijaria. Guilherme diz que ele tem duas queixas, uma de crime e outra cível. Não vai ser fácil mas vai arranjar maneira de o tirar da prisão.

Nicolau e Gustavo caminham pela serra. Nicolau vai atrás de uma árvore e avista o cachecol de Artur. Identifica-o como sendo do primo e fica contente em ter encontrado algo.

(conclusão)

Episódio 6 (1 a 5 de março) 

Destaques

Tomás salva Leonor

Fernando ajuda Vitória a salvar canil e beija-a

Mariana perdoa Tomás e dá-lhe segunda oportunidade

Rosalinda conta que Tomás é pai de Leonor a Paula, Jacinta e Sãozinha. Guida ouve e conta a Fátima.

Fátima conta a Tomás que ele tem um a filha que é Leonor.

 

 

Rosalinda entra na mercearia e diz a Domingos que ligaram da escola a informar que Leonor não foi às aulas, assim como Anabela. Domingos diz que devem estar juntas mas com tanto nervosismo de Rosalinda, decide sair à procura delas.

Anabela grita por ajuda, enquanto Leonor se afasta cada vez mais no rio, debaixo da canoa. Tomás passa de bicicleta e ouve Anabela gritar, pergunta o que se passa e Assim que Anabela aflita lhe conta, ele despe o casaco e mergulha em direção à canoa. Consegue alcançar Leonor que já está inconsciente. Em terra vira-lhe o rosto de lado e ela começa a tossir. Leonor queixa-se que tem frio e ele envolve a menina no seu casaco abraçando-a numa atitude protetora. Pergunta o que fazem ali, pois deviam estar na escola. Anabela pede que ele não conte nada a Fátima.

Fátima está zangada com a tia, porque não ordenhou as ovelhas como combinado. Paula tenta justificar-se com mentiras mas Fátima não se deixa enganar e pede que organize as queijarias e conquiste clientes para compensar o negócio que perderam.

Lena e Fernando estão reunidos, ela coloca-o a par do que se passa no hotel e sugere contratar mais camareiras. Carlota entra e fica desagrada ao vê-los reunidos. Mariana aparece triste por causa de Tomás mas não o consegue deixar só por causa de Fátima. A mãe diz que ela tem aí a resposta.

Vitória está a ver imagens do canil no tablet quando percebe que estão a roubar os cães. Fernando aparece ainda irritado com a conversa da Carlota. Oferece-se para ir com ela ao canil de imediato mas acha melhor ligarem primeiro à GNR.

Tomás chega com Leonor e Anabela. Fátima diz a Anabela que não se livra de um castigo. Leonor diz que a ideia foi dela para a amiga não ficar mal, diz a Rosalinda que Tomás salvou-a. Mas estes não conseguem agradecer. Sãozinha faz o reparo e diz que lhe ficava bem agradecer ao rapaz. Tomás tenta falar com Fátima sobre o que se passou com Mariana, esta diz que lhe bateu, ele não sabia e quer perceber porquê. Ela diz que são coisas antigas e manda-o ir ter com a noiva, afastando-se.

Manuel de volta da sala quando Guida aparece com roupa para lavar, diz que vai ao tanque. Guida mostra o brinco que Carminho lhe deu a troco de trabalho, Manuel vê que não tem valor mas não consegue dizer nada. Salvador tem comprador para o carro do pai. Manuel não quer, mas Salvador diz que o volta a comprar quando o terreno desembargar.

Guida vem com a roupa para lavar, agradece a Elvira por a ter ajudado com o alguidar, queixa-se que em casa dos patrões a máquina de lavar avariou. Elvira tenta saber mais sobre Salvador, mas Guida diz que o rapaz tem juízo para não se preocupar que o filho está bem entregue.

Fernando e Vitória estão a chegar ao canil, barram o carro dos ladrões que fogem a pé. A GNR chega nesse momento, Vitória abre o porta bagagens e certifica-se que os cães estão todos bem. Agradece a Fernando.

Fátima dá do seu queijo a provar a Fausto e Salvador. Fausto já conhece e Salvador diz que é delicioso. Fátima propõe-lhes negócio, precisa de novos clientes para pagar o investimento que foi feito. Acordam vender queijos à consignação. Salvador pergunta pelas farinhas, diz que têm interesse, mas Fausto trava com receio da reação das primas. Combinam voltar a falar sobre esse fornecimento. Tomás que entretanto entrou na padaria, pergunta a Fátima por Leonor e mostra-se interessado em ajudar Fátima mas esta diz que não é nenhuma princesa para ser salva.

Guida mostra o brinco à mãe, ela diz que devia era pedir o dinheiro. Guida está escondida atrás dos lençóis que estendeu na corda, Rosalinda chega com tapetes para estender mas não a vê. Sãozinha comenta a reação que Rosalinda e o marido tiveram com Tomás. Diz que ele é bom e eles deviam estar gratos porque Deus o colocou no lugar certo à hora certa. Rosalinda já muito atrapalhada diz que tem medo de perder a filha e que Deus o colocou lá porque é pai de Leonor. Sãozinha fica em choque. Rosalinda explica que a mãe é Dulce e contou há pouco tempo que o pai é Tomás. Guida atrás dos lençóis está em choque com o que ouviu.

Salvador enquanto ajuda Hortense, apanha Jacinta só de t-shirt e cuecas a pintar as unhas dos pés e fica a olhá-la. Jacinta decide provocá-lo e fala à bruta com ele. Salvador sabe que pelo menos não lhe é indiferente.

Nicolau marcou encontro para tentar que os irmãos façam as pazes mas Ivone não perdoa Fausto, culpa-o pela morte do pai. Nicolau triste porque o plano não resultou.

Aida e Moisés falam da encomenda cancelada. Fátima pede ajuda, sabe que trabalhou em supermercados e precisava de um contacto para tentar vender os seus queijos. Moisés reticente mas Aida diz que vão ajudá-la.

Tomás pede desculpas a Mariana não queria magoá-la, mas está confuso. Mariana diz que se ele concordar mantêm o noivado, acha que ele teve um mau momento e não vai ser Fátima que os vai separar. Tomás reitera que agiu mal com ela, mas Mariana quer perdoá-lo e dar uma segunda oportunidade.

Vitória feliz a dar comida aos cães. Fernando acha melhor instalar um alarme para ter mais segurança. Vitória achou-o corajoso, abraça-o para agradecer. Fernando não resiste mais e beija-a. Ficam constrangidos, ele pede desculpas e diz que não volta a acontecer. Fernando está muito baralhado. Vitória agradece mais uma vez a ajuda com os cães.

Lena traz o relatório que Carlota pediu. Carlota mostra-se cínica, avisa-a que os assuntos do hotel são com ela e não com Fernando. Lena não gosta do tom mas assente.

Fausto conta à mãe que Ivone esteve lá mas não foi muito expansiva se gostou ou não da padaria. Salvador chama-o para ver a foto de uma mulher, Elvira fica sossegada mas logo irrita-se ao vê-los tirar uma selfie juntos.

No restaurante, Guida está muito nervosa com o que acabou de saber, quer saber onde está Fátima. Hortense percebe a aflição e diz para ela desembuchar mas Guida diz que só pode dizer a Fátima. Elas insistem e fica em Guida a contar a Hortense, Jacinta e Paula.

Fátima recebe Guilherme que diz que já está a trabalhar no caso do pai. Fátima pergunta se não há mesmo problema ele ir contra o pai dele. Guilherme diz que problemas entre ele e o pai já existem antes deste processo.

Tomás vigia discretamente a porta do escritório. Carlota sai e segue para os elevadores. Tomás corre para o escritório, certifica-se que não está ninguém e tenta desbloquear o computador, consegue acertar com a data de nascimento de Mariana e começa a vasculhar.

Carlota quer Carminho fora do hotel, mostra-lhe a conta e começa ela mesmo a arrumar as coisas de Carminho. Carminho sente-se muito infeliz e faz um grande drama. Arrasta a sua mala e fica logo exausta. Tenta passar despercebida, mas Sãozinha passa por ela e ri-se. Carminho finge que não a vê. Já na casa onde está Manel, conta que foi expulsa do hotel, e hoje quer dormir sozinha. Manuel chateado porque Salvador vendeu o seu carro, está também preocupado com os brincos que Carminho deu a Guida.

Gustavo pede a Ivone alguma coisa para descansar. Ivone diz que sem avaliá-lo não pode fazer isso. Ele só queria algo que não o fizesse pensar mas diz que não vale a pena, exagerou e sai.

Fátima confronta a tia sobre Leonor ser filha de Tomás. Rosalinda confirma, soube há uns anos. Fátima diz que deviam ter contado a verdade. Rosalinda está destroçada com medo que Tomás leve a Leonor.

Fernando diz que foi ajudar Vitória no canil porque o assaltaram. Carlota percebe que ele ainda está chateado, promete portar-se melhor. Quer fazer um programa a dois, ele diz que marque o que quiser e o avise.

Vitória ainda está atarantada com o beijo. Mariana está muito feliz e conta-lhe que perdoou Tomás, vai dar uma segunda oportunidade. Mariana nota que Vitória está estranha.

Fátima apreensiva, diz que não sabia mas já falou com a tia. Tomás não está a perceber. Fátima percebe que ele ainda não sabe e conta-lhe que Leonor é filha dele. Tomás fica em choque.

(conclusão)

Resumo de 22 a 26 de fevereiro

Episódio 5 (22 a 26 de fevereiro) 

Destaques

Guilherme vai ajudar Fátima no processo de Silvério e morte de Artur.

Leonor cai ao rio e desaparece.

 

Mariana encara Tomás com fúria. Diz que tinha de ser logo com a pessoa que mais odeia. Tomás não percebe. Mariana está magoada e vai embora.

Guilherme segue na rua distraído com o telemóvel. Fátima para a acarinha a aproveita para a agradecer a ajuda que deu. Quer pagar mas ele não aceita. Guilherme oferece-se para defender Silvério, Fátima diz que não quer arranjar-lhe problemas, sabe que ele é filho de Sebastião Botelho, advogado dos Pereira Espinho.

Vitória acha que Mariana devia terminar o noivado. Mas esta está mais inclinada a perdoar a infidelidade, acha que foi Fátima que o seduziu para a picar. Diz que vai ser mais infeliz sem ele.

Sãozinha vem devolver o cesto a Salvador e Fausto. Aproveita para picá-los mais um bocado, diz que os clientes preferem o pão que a São amassou e goza com eles ao ver o café vazio.

Elvira visita Rosalinda que finge-se de condoída. Critica a irmã por não ter ido ao funeral. Diz para ela aparecer mais logo na reunião do rancho.

Carlota está furiosa e quer saber quem ajudou Silvério a ir ao funeral. Sebastião mente e pergunta de onde vem tanto ódio, ela diz que tem as suas razões. Quer que Fátima ceda a queijaria ao ficar encurralada, com o irmão morto e o pai preso, acha que ela não vai aguentar. Sebastião diz que para Silvério continuar preso, tem de haver testemunhas que provem a intenção dele em matar Carlota. Esta diz que vai arranjar maneira.

Gustavo conta a Nicolau que sempre achou Carlota um grande avião e decidiu enviar-lhe mensagens com umas imagens mais atrevidas. Daí Tomás ter tentado aceder ao telemóvel para o ajudar a apagar. Nicolau aceita a desculpa. Fátima quer falar com Gustavo. Fátima diz que Ivone é medica e não acredita no resultado da autopsia. Quer saber a verdade e afasta-se. Gustavo fica apreensivo.

Vitória e Carminho estão na piscina do hotel nas espreguiçadeiras. Carminho diz que Vitória devia voltar para o filho Salvador, esta diz que terminaram por mútuo acordo, perceberam que eram apenas amigos. Fernando aparece, quer falar com a irmã, fica atrapalhado com o corpo de Vitória. Carminho ignora-o e mergulha na piscina, quando ele diz que tem de sair do hotel e acabar com os luxos. Vitória diz que pagou as massagens de Carminho.

Sãozinha e Jacinta amassam pão enquanto conversam com Guida. Falam sobre a presença de Tomás no funeral e Guida descai-se dizendo que ele devia ter ficado nos Alpes. Conta que ele arrasta a asa para a Fátima mas está de casamento marcado com a Marina. As duas ficam escandalizadas. Guida pede segredo.

Carlota pressiona Nicolau a ser testemunha a favor dela. Ele quer estar fora desse assunto e pede que ela retire a queixa contra o tio. Carlota inventa que ele foi cúmplice e ajudou o tio dizendo onde ela estava. Diz que ou está com ela ou contra ela. Nicolau fica atordoado.

Mariana surpreende Fátima em casa. Entra com agressividade acusando-a de roubar o noivo. As duas discutem e trocam acusações. Mariana tenta bater em Fátima mas esta segura no braço e pergunta se tem memória curta e quer apanhar de novo. Voltam às acusações e acaba por ser Fátima a dar um estalo a Mariana, quando esta diz que Fátima devia estar na mesma cova imunda que o irmão. Marina sai a jurar vingança.

Fátima está a virar queijos na cozinha quando Paula vai ter com ela para saber porque é que Mariana saiu dali de casa furiosa. Fátima diz para a tia não se meter. Pede-lhe ajuda para ordenhar as ovelhas no dia seguinte mas Paula diz que tem de ir à GNR porque o senhorio apresentou queixa. Fátima diz que ela não tem ajudado nada, vale mais que vá embora.

Marta não quer jantar à mesa com Lena. Continua a comer no quarto. Sebastião comenta com Guilherme que teve de mentir a Carlota quando ela perguntou quem tinha ajudado Silvério a ir ao funeral. Quer que ele se afaste do caso. Toda a aldeia depende da família Pereira Espinho e não quer ir contra eles. Guilherme defende e já sem paciência levanta-se e vai também para o quarto.

Salvador apanha os pais a comerem um grande banquete acompanhado de degustação de vinhos. Mostra o saldo a zeros da conta bancária. Carminho ignora. Manel decide ir para a casa emprestada deixando Carminho no seu luxo, mas assim minimizam a despesa. Salvador desespera.

No restaurante decorre a reunião do rancho. Paula oferece-se mas Hortense manda-a calar. Elvira candidata-se a presidente com a ajuda de Nicolau que diz que não quer ter nada a ver. Jacinta candidata-se para que o a direção do rancho seja transparente. Sãozinha não quer que Elvira mande e sabe que iria expulsá-la a ela e à filha do rancho.

Paula não quer ordenhar as ovelhas. Tem náuseas com o cheiro e faz-lhe impressão. Tenta convencer Leonor e Anabela a fazer a ordenha por ela. Diz que não tem problema atrasarem-se para a escola, mas elas não aceitam.

No burel, Sãozinha e Elvira estão a trabalhar e começam ao despique. Sãozinha dá a entender que Fausto e Salvador são gays. Elvira vira-se contra ela, mas fica perturbada com as insinuações.

Carminho relaxa quando Guida bate a porta do quarto. Quer que lhe paguem os três ordenados em falta. Carminho pede que ela lhe prepare um banho e limpe a casa onde Manel está, dá lhe um brinco e diz que é valioso. Guida cede, mas ela tem de entregar o outro brinco até final da semana.

Gustavo pressiona Tomás a casar com Mariana, não tem tempo a perder para reunir provas porque tem cadastro. Tomás diz que não é por casar com Mariana que aquela noite é esquecida. Se ele é inocente, vão provar.

Mariana conta à mãe sobre a traição de Tomás, que finge-se surpresa. Acarinha a filha.

Salvador consegue convencer Jacinta a entrar na sua padaria e tomar café com ele. Jacinta aproveita para degustar os pães deles. Sente-se lisonjeada de Salvador ter interesse por ela. Fausto fica admirado por Salvador conseguir dar a volta a Jacinta mas prepara as amostras. Quando Fausto chega à esplanada, Jacinta não está. Fausto diz ao amigo que ela gozou com ele.

Fátima pede ajuda a Guilherme com o caso do pai e da morte de Artur. Explica tudo o que se passou. Guilherme esclarece que existem rumores negativos acerca dele, acusando-o de fraude financeira. Voltou à serra para ter esperança. Fátima diz que veio para o sítio certo.

Anabela e Leonor estão sentadas à beira do rio. Falam sobre o avô e a perda do pai de Anabela. Esta vê uma canoa perto e tem a ideia de porem na água. Leonor salta primeiro para dentro da canoa mas esta solta-se e Anabela já não chega a entrar e fica na margem. Diz a Leonor para usar os braços como remos. Ela dá umas braçadas mas cai à água e é levada desaparecendo. Anabela grita, aflita.

 

(conclusão)

Episódio 4 (22 a 26 de fevereiro)

Destaques

Tomás vê telemóvel de Carlota mas não o que procura.

Guilherme ajuda Fátima e consegue que Silvério vá ao funeral do filho.

Mariana desconfia de Tomás e Fátima. Tomás conta que dormiu com Fátima.

Domingos ralha com Rosalinda, diz para não repetir o que disse ou ficam sem filha. Rosalinda receia que parecenças físicas entre Leonor e Tomas se tornem evidentes ou que Dulce volte. Domingos diz que pais são aqueles que criam. A menina está bem e ninguém vai tirar-lhes a filha.

Fausto mostra a nova padaria a Guilherme. Fátima entra e pede ajuda ao primo, precisa de um contacto num banco por causa dos créditos que o pai contraiu. Como fiadora tem de resolver o problema. Fausto diz que o Guilherme é advogado, pode ajudar. Guilherme fica logo à vontade com Fátima, e diz que a primeira coisa que ela deve fazer é renegociar o crédito com o banco.

Gustavo e Tomás têm algo planeado. Aida vem da horta e está preocupada com os filhos. Comenta com Tomás que Gustavo parece um muro desde que esteve preso e tem andado estranho. Diz a Tomás que não o sente feliz e vinha tão decidido a terminar com Mariana e agora está de casamento marcado. Tomás desvia a conversa e diz que quer acompanhar a mãe ao funeral de Artur, quando esta diz que vai por ele ser sobrinho de Elvira, uma das funcionárias da queijaria.

Carminho continua em negação. Chama casebre à casa que Fernando cedeu gratuitamente. Pensa que é a casa da Guida. Salvador não tem paciência para as frescuras da mãe e vai para a padaria trabalhar. Manel continua a dizer que vai ficar tudo bem quando o vereador aprovar a licença para o projeto do terreno, vai render milhões. Carminho toma calmantes.

Guida delicia-se com a última fatia de pão do cesto que Salvador entregou a Jacinta. É apanhada por Jacinta que faz que não sabe de nada quando Sãozinha diz que Guida é uma traidora. Tozé diz que os gritos dela ouvem-se na rua e não quer meter-se na conversa. Guida diz que limitou-se a comer para não se estragar. O cesto já estava lá em casa. Sãozinha fica a pensar quem será o(a) traidor(a) na família.

Depois de levar as ovelhas a pastar, Simão entrega-as a Fátima. Esta leva-as para o ovil e vê Guilherme distraído por ali à procura de rede. Aproveita para agradecer a ajuda e diz que já marcou reunião com o gestor do banco para renegociar o crédito. Pergunta se ele tem tempo para lhe pedir ajuda com outra situação. Ele acede de bom grado.

Guilherme olha Fátima com empatia depois de ouvir ela explicar tudo o que se passou com Silvério. Ele vai tratar de obter uma autorização para Silvério assistir ao enterro do filho e uma procuração para Fátima gerir a empresa do pai. Fátima não sabe como agradecer-lhe.

Leonor conta à mãe que o Tomás é muito simpático, comprou-lhe todas as rifas do rancho. Rosalinda diz que não a quer a falar com estranhos. Leonor pede um telemóvel para assim saberem onde ela está. Domingos diz que vai pensar, os telemóveis são muito caros. Rosalinda fica apreensiva.

No quarto do hotel, Mariana seduz Tomás mas este esquiva-se. Mariana estranha a distância, pergunta se tem a ver com o irmão e volta a dizer que Tomás devia aceitar a oferta de emprego. Diz que tem havido reclamações dos clientes e assim ele ficava a controlar o trabalho do irmão e ele não é despedido. Tomás não gosta da ideia de chefiar o irmão.

Guida e Fátima conversam sobre Tomás casar com Mariana. Guida diz que o peso dos negócios também conta. Acha que a história de amor deles é como nos filmes. Fátima acha que ele quer dar-lhe a volta e ficar com as duas.

Tomás diz a Carlota que não sabe se vai ficar a viver na serra por isso não sabe se aceita a proposta de emprego. Carlota fica irritada com a possibilidade dele levar a filha para Chamonix ou para a Argentina. Recebe chamada de Nicolau e fica a saber que a cunhada Carminho está no lounge a fazer escândalo.

Carminho dispara contra todos. Manel pede a Carlota para dormirem uma noite no hotel pela Carminho. Carlota acha que eles abusam, já faz caridade em deixá-los viver na casa sem pagar renda. Carlota recebe chamada e sai, mas esquece-se do telemóvel.

Fausto quer comprar farinha a Fátima. Salvador acha que devem esperar mais uns tempos até as pessoas se habituarem ao pão deles. Salvador conta que foi a casa de Sãozinha entregar um cesto de pão cordial, que Jacinta lhe abriu a porta em toalha e que gostou do que viu. Fausto goza com ele mas diz para ele ir com tudo.

Ivone vem do velório de Artur e visita Lena, comenta que a mãe lhe arranjou um consultório. Ela nem sabe se pode exercer, decorre um inquérito por negligência médico. Lena diz que foram tempos duros para ela, estava com um esgotamento com a morte do pai, isso terá peso na decisão da ordem dos médicos. Ivone, insegura, desabafa que não sabe se quer continuar a ser médica.

Nicolau entrega o telemóvel a Carlota. Esta estranha mas diz que a cunhada lhe enche a cabeça e deixou-o perdido. Não desconfia de nada. Pede a Nicolau para anotar todos os pedidos de Carminho e Manel, serão todos faturados.

Tomás conta ao irmão que não encontrou nada no telemóvel de Carlota. Gustavo diz que ela tem um cofre no escritório, mas Tomás diz que não vai arrombar um cofre. Gustavo lembra Tomás que ele tem uma divida com ele, salvou-lhe a vida nos Alpes. Tomás diz que sim, mas a chantagem tem de acabar. Não quer casar com Mariana.

No funeral de Artur, Anabela pergunta diretamente a Fátima se ela e Tomás são namorados. Fátima e Tomás trocam olhares. Aida percebe a tensão entre eles. Tomás pergunta a Fátima como ela está e ela afasta-o, diz que não percebe o que ele está ali a fazer se nem conhecia o irmão. Ele diz que mantem tudo o que disse no dia anterior mas ela vira costas. Mariana observa a cena. Rosalinda esquiva-se a assistir ao enterro quando vê Tomás. Elvira estranha a falta dela.

Silvério aparece no funeral. Fátima fica emocionada. Ele diz que foi um tal Guilherme que conseguiu que ele viesse.

Sebastião e Guilherme discutem. Sebastião diz que os Pereira Espinho são seus clientes e interpuseram uma ação cível contra Silvério e ele foi ajudá-lo. Guilherme diz que é um direito dele assistir ao funeral do filho. Sebastião ameaça que ele nem pense em defender Silvério. Guilherme vira costas ao pai sem paciência para a falta de empatia dele.

O funeral terminou e Fátima está a despedir-se do irmão. Mariana aproxima-se, quer saber porque é que ela e Tomás conversavam. Fátima diz para ela perguntar ao noivo e afasta-se. Mariana fica nervosa com a insinuação.

Vitória é a primeira cliente da padaria. Comentam sobre a falência dos pais de Salvador. Ela diz que pode ajudar mas Salvador diz que eles têm de aprender. Entretanto no hotel, Carminho delicia-se com um brunch e champanhe. Diz a Manel que à tarde vai ao SPA. Manel alerta Carminho, mas esta diz que merece. Ele submisso diz que sim e fica encurralado

Fátima conta a Guida que Guilherme ajudou a que o pai estivesse presente no funeral. Guida liga Guilherme ao pai Sebastião Botelho. Carlota dá os sentimentos a Fátima que a acusa de ter ameaçado o irmão. Diz que Ivone achou estranho o resultado da autopsia e vai saber a verdade.

Tomás segue pela serra de bicicleta. Mariana surge atrás dele e sai do carro. Encara-o, quer saber o que se passa entre ele e Fátima. Ele conta a verdade sobre como a conheceu e diz que dormiram juntos. Mariana fica em choque.

(conclusão)

Episódio 3 (22 a 26 de fevereiro)

Destaques

Tomás pede desculpa a Fátima que o rejeita.

Silvério fica em prisão preventiva após interrogatório judicial.

Domingos e Rosalinda temem pela aproximação de Leonor e Tomás.

 

Tomás está estarrecido ao ver Fátima e esta está atónita. Mariana pergunta o que está ela ali a fazer e pede para chamar o segurança. Fernando diz que não é preciso tanto. Carlota diz a Fátima para sair porque estão num jantar privado. Fátima recupera o sangue frio e pede a Carlota que retire a queixa contra o pai. Mas esta não cede. Fátima olha para Carlota, Mariana e Tomás e diz que ninguém ali presta e sai. Tomás inventa que se esqueceu de qualquer coisa no carro e sai também.

Fátima caminha apressada, desiludida a tentar engolir o choro. Tomás pede desculpa, mas Fátima diz que ele é um mentiroso. Não passou tudo da despedida de solteiro dele. Carlota aparece e pergunta o que se passa. Tomás diz que na vida dele manda ele e se aceitou casar com Mariana não lhe deve mais satisfações. Tira umas flores de uma jarra do lounge do hotel para dar a Mariana e volta para dentro. Carlota fica desconfiada.

Ivone está chateada com Elvira porque esta gastou todas as suas poupanças a montar um consultório para ela. Ivone acha que a irmã manda em todos.

Carminho já tomou dois calmantes enquanto Manel explica que os investimentos feitos na fábrica não correram bem assim como o terreno, cujo projeto foi embargado. Carminho diz que daquela casa sai direta para o jazigo. Ele que resolva. Não vai para uma casa no meio da aldeia.

Mariana, apaixonada, olha para o anel no dedo e para Tomás. Este não está à vontade. Fernando observa Vitoria que percebe e retribui com um sorriso. Carlota faz um brinde à união das famílias.

Domingos diz a Rosalinda que ela não pode ficar a tremer por causa da vinda de Tomás. Ainda deita tudo a perder. Rosalinda está apreensiva, quer perceber o que Tomás veio fazer à aldeia e porque perguntou por Fátima na queijaria.

Ivone entrega os pertences de Artur a Fátima. Diz que o corpo vai ser levantado à tarde para o velório. Fátima diz que teve acesso ao telemóvel do irmão e estava limpo, sem mensagens nem chamadas ou impressões digitais. Conta que o Valter não sabia explicar o porquê mas ela está decidida a encontrar a verdade.

Tomás acha que devem contratar um bom advogado. Gustavo diz que não aguenta ser preso de novo e estar longe da serra. Tomás lamenta perder a mulher que ama por causa dele.

Fátima trabalha na moagem no moinho quando recebe uma chamada de Valter a dizer que o telemóvel de Artur apareceu.

Sãozinha a Jacinta ficam contentes em saber que Fátima não fornece a farinha dela, moída na pedra, a Fausto para a sua padaria nova. Lena aparece com dois cestos de pão, e pede para levar menos do que o encomendado porque estão a dar pão. Jacinta olha para o pão oferecido e diz que ela tem de pagar o que encomendou. Sãozinha receia que os modos de Jacinta deem cabo do negócio.

Jacinta e Sãozinha criticam os pães da padaria de Fausto. Leonor vende rifas para o rancho e pergunta a Tomás se quer. Domingos percebe que os dois falam e leva a menina. Tomás não percebe a reação.

Fátima pede ajuda ao tio Simão com as ovelhas. Tomás vê a sua carrinha parada e vai ter com Fátima que não quer falar com ele. Este diz que a noite que passaram juntos foi a melhor da vida dele mas ela não quer ouvir nada, recebe um telefonema e vai embora.

Aida vai ao burel e comenta com Rosalinda que Tomás vai casar com Mariana. Diz que pode ser que ele se fixe ali. Rosalinda fica transtornada.

Jacinta está a tomar banho e fica sem gaz. Chama por Tozé mas este não está. Enquanto troca ela a bilha de gaz, Salvador bate à porta e acaba por abrir a porta para deixar um cesto de pão numa tentativa de se entender com Jacinta e Sãozinha. Jacinta aparece e os dois sentem uma atração.

Paula vem viver para casa de Fátima para ajudá-la. Não quer que Elvira e Rosalinda se intrometam. Comenta que a família parece ter uma maldição. Primeiro a morte de Artur, a prisão de Silvério e agora assaltaram-lhe a casa e levaram os móveis todos e o senhorio acha que foi ela.

Sebastião conta a Carlota que Silvério ficou em prisão preventiva. O advogado pergunta se ela quer ficar com a queijaria e Carlota mostra interesse, é o melhor queijo da serra.

Carminho algemou-se ao aquecimento. Rejeita sair do palacete. A sala já está meia vazia, as mudanças decorrem. Salvador diz que os agentes de execução da divida e a policia estão a chegar.

Sebastião recebe o filho Guilherme que vem de Lisboa. O pai faz questão de sublinhar que ele foi despedido e que a ex, Sara, o rejeitou. A irmã Marta fica radiante ao vê-lo e comenta que Lena não achou graça ele voltar para casa. Sebastião defende Lena.

Fátima conversa com Tozé e fica a saber que o irmão esteve no restaurante a beber mas Gustavo esteve com ele e os dois pareceram exaltados na conversa.

Mariana visita Tomás e diz frente a Gustavo que a mãe lhe ofereceu o emprego de responsável das atividades recreativas do hotel. Gustavo fica boquiaberto pois é o cargo dele. Tomás diz que não está interessado.

Rosalinda conta a Domingos o que Aida lhe contou sobre Tomas. Domingos conta que ele esteve com Leonor. Rosalinda fica em pânico, diz que é melhor fecharem a mercearia uns tempos e irem de férias. Domingos diz para ela o esquecer e ela diz que não pode ignorar que Tomás é pai de Leonor.

 

(conclusão)

Episódio 2 (22 a 26 de fevereiro)

Destaques

Tomás aceita casar com Mariana

Silvério é preso

Fátima vê Tomas a fazer pedido oficial de casamento a Mariana

 

Mariana está estarrecida com o silêncio de Tomás que não sabe o que fazer. Acaba por ceder e diz que sim, casa com ela. Mariana fica muito feliz e quer já marcar a data, mas ele não quer apressar as coisas. Fica no desalento de Tomás.

Fátima vai ao encontro do pai, que está a trabalhar na desobstrução das estradas. Desesperada, conta que Artur morreu. Silvério fica em choque e começa a andar para trás, como quem não quer ouvir mais nada.

No hotel, Gustavo está aflito. Carlota tranquiliza-o, diz que vai correr tudo bem, que as famílias protegem-se e que Artur era só um pastor e bêbedo. Gustavo lembra que ele tem uma filha e Carlota diz que na aldeia todos vão cuidar dela, não vai ficar desamparada.

Silvério não entende como aconteceu, enquanto vê os paramédicos levarem o corpo do filho. A GNR e Teodoro examinam o local. Este explica que pode ter sido suicídio ou acidente, já que a chauffage do carro estava ligada e pode ter havido inalação de monóxido de carbono dentro do carro. Mas só a autopsia pode confirmar. Fátima, em lágrimas, diz que têm de contar a Anabela.

Tomás encara o irmão. Pergunta se ele matou Artur. Este diz que não e que não percebe onde Carlota foi buscar essa ideia, mas Tomás diz que viu imagens, Carlota filmou-o a arrastar o corpo de Artur. Gustavo percebe que está nas mãos dela.

Tomás diz ao irmão que devia ter ligado para ele que teriam feito as coisas de outra maneira. Gustavo diz que ele tinha o telemóvel desligado. Tomas conta que se viu obrigado a aceitar casar com Mariana.

No palacete, Salvador conta que a casa está penhorada. Guida não recebe ordenado há três meses e diz que será ela a escolher os horários a partir de agora. Manel tem esperança de reverter a situação. Salvador quer contar à mãe sobre a situação precária da família.

No burel, Elvira recebe uma chamada e fica a saber que o sobrinho morreu. Sãozinha diz que faz o trabalho por ela, para ela ir já para junto da família. Moisés elogia atitude de Sãozinha como amiga.

Fátima acaba de contar a Anabela que o pai morreu. A menina está muito triste e Fátima tenta ser forte perante ela. Silvério pensativo diz que a culpa é dos Pereira Espinho, diz a Rosalinda que ouviu a Carlota ameaçar Artur.

À porta do hotel, Silvério destrói o mobiliário de jardim com a retroescavadora, Exige falar com Carlota. Esta vem e ele chama-a de assassina. Diz que não sai dali sem saber a verdade. Carlota manda chamar a polícia. Ele avança com a máquina e derruba um muro, fazendo Carlota cair no chão. Fátima intercede e coloca-se entre a máquina do pai e Carlota. Pede-lhe que pare.

Tomás pergunta a Mariana por Carlota, mas são chamados à entrada do hotel. Quando chegam, veem o guarda Valter a apontar uma arma a Silvério enquanto Fátima tenta acalmar os ânimos. Silvério acaba por desligar a retroescavadora. Carlota acorda e Mariana corre para a mãe. O guarda algema Silvério e Carlota grita que ele a tentou matar. Fátima jura vingança a Fernando e Carlota se descobrir que são responsáveis pela morte do irmão.

Tomás segue-a, enquanto Mariana e os pais já entraram no interior do hotel. Ele diz que quer ajudar, mas Fátima em lágrimas diz que o irmão morreu e ele não pode trazê-lo de volta. Ele abraça-a e Fátima deixa-se ir naquele abraço.

Fernando quer perceber o que pode ter a ver com a morte de Artur. Questiona-se se ele terá cometido suicídio por causa do negócio dos queijos. Carlota desvaloriza e não responde. Mariana e Fernando em cuidados com os ferimentos de Carlota.

Guida está no lounge do hotel e pede uma bebida. Está vestida com as roupas de Carminho. Nicolau reconhece-a e conta-lhe que Artur morreu e Silvério foi preso.

Fátima visita o pai na cela do posto da GNR. Explica que o juiz vai decidir o que fazer com ele. Acusam-nos de tentativa de homicídio a Carlota. Silvério tem a certeza que a família Pereira Espinho matou Artur e lembra da ameaça que Carlota fez ao filho. Fátima diz que vai saber a verdade.

Rosalinda vê que Anabela está muito triste. A sua tentativa de a distrair na queijaria não resulta e decide leva-la dali. Tomás chega nesse instante à procura de Fátima, fica surpreso quando percebe que a menina é filha de Artur. Anabela dá-lhe um cartão da Moagem da Fraga com o contacto de Fátima.

Carlota acaba de receber curativos na suite de hotel. Mariana acha melhor cancelar o jantar de noivado no mesmo dia, mas Carlota quer manter. Fernando, compassivo com a família Neto, acha que podem ficar mal vistos se a família tiver dívidas. Acha que Artur pode ter cometido suicídio por essa razão. Mariana diz que não têm culpa se eles tiverem dívidas e Carlota concorda com Mariana. Diz que não vão reconsiderar os negócios.

Tomás diz a Carlota que quer acabar com a farsa. Acha que Carlota premeditou tudo por ter filmado. Esta diz que filmou para se proteger. Dá um anel de noivado para ele oferecer a Mariana, presumindo que ele não tratou disso.

Silvério está a ser interrogado pelo juiz. Conta que Artur foi ameaçado por Carlota e que só usou a retroescavadora para fazê-la falar. Diz ao juiz que sabe que devia estar arrependido, mas o seu filho será vingado.

Carminho queixa-se que já não há champanhe e pede a Salvador que vá buscar o vinho branco. Salvador não adia mais a conversa e conta à mãe que estão falidos e que a casa agora é do banco. Carminho finge sentir-se mal e quando acorda diz que sonhou que estavam falidos.

Aida e Moisés preparam-se para o jantar de noivado. Gustavo diz que não vai e Aida diz que também preferia não ir, que Tomás ainda no dia anterior disse que a relação dele com Mariana não estava bem. Moisés diz que a família Pereira Espinho detém 30% da empresa deles e com este casamento a sociedade deles fica mais consolidada e se Tomás se quer casar é porque é de livre vontade.

Fátima não sabe o que fazer com as dívidas que vai ter de pagar. Elvira diz que ajuda no que ela precisar apesar de não terem dinheiro. Ivone não conseguiu saber quando é que o corpo de Artur pode ser levantado para o funeral. Fátima recebe chamada a informar que Silvério vai continuar preso. Fátima pede a Nicolau para a levar à patroa dele.

Decorre o jantar de noivado e Carlota chama a atenção para algo que Tomás tem para dizer. Nesse momento, Fátima avança pelo corredor da casa indicada pelo Nicolau e entra na sala no preciso momento em que Tomás está de joelho no chão a pedir Mariana em casamento.

(conclusão)

Episódio 1 – ESTREIA (22 a 26 de fevereiro)

Fátima conduz a carrinha na companhia da sua cadela Estrela. Para junto ao moinho de água e descarrega uma saca de cereais para o interior do moinho e, enquanto passa o centeio no crivo e na moega, recorda a conversa que teve naquele lugar há um ano atrás com a mãe, Maria do Amparo, antes de ir para a universidade, em Coimbra. O irmão Artur aparece e ajuda-a com a moagem e as encomendas. Comenta que a vida deles pode mudar quando fechar o negócio com os Pereira Espinho.

Tomás segue no comboio rumo à serra. Fala com Gustavo ao telemóvel, que conta que caiu a fazer escalada. Ele está bem, mas o cliente não. Combinam encontrar-se no Penedo Solteiro. Sai na estação e cruza-se com Fátima, que está atrapalhada com o peso de uma saca de farinha. Oferece-lhe ajuda e os olhares dos dois cruzam-se com intensidade. Fátima oferece boleia a Tomás para a Fraga Pequena.

No hotel, Mariana conta que, em breve, ela e Tomás vão anunciar noivado. Carlota e Fernando ficam surpreendidos, não sabiam que Tomás tinha pedido Mariana em casamento. Esta diz que não pediu, mas acredita que ele vai pedir, pois disse que queria conversar com ela. Diz que está farta de namorar à distância. Carlota e Fernando ficam contentes.

Fátima e Tomás seguem na carrinha e ele conta que a sua família é de Fraga Pequena. Ela percebe que ele é o irmão de Gustavo e leva-o ao rochedo do Penedo Solteiro quando ele conta que o irmão teve um acidente lá. Quando chegam, Tomás vê que o hóspede do hotel está pendurado pela corda, a meio da escarpa, e visivelmente abalado. Gustavo está mais acima, noutra corda.

Tomas avalia como vai salvar o hóspede que caiu numa zona de difícil acesso. Fátima liga aos bombeiros e Tomás prepara o material para descer até ao hóspede. Fátima faz a segurança do arnês, para que Tomás desça pela corda. Ele consegue chegar ao hóspede e fá-lo descer em segurança. Diz a Gustavo que o material dele está miserável e este fica enervado. Fátima despede-se de Tomás do topo da escarpa. Ele ainda a chama, para agradecer, mas ela desaparece.

Mariana está na piscina quando é surpreendida por Tomás. Agarra-se a ele aos beijos, mas ele afasta-a e pede para que se vista para conversarem. Mariana diz que não pode falar agora, tem trabalho, pede para ele dormir com ela, ele rejeita. Mariana estranha, mas diz-lhe para no dia seguinte não se esquecer de estar presente na apresentação do busto do avô. Tomás diz que vai tentar, desinteressado. Dá-lhe um beijo na cara e Mariana fica desmoralizada.

Carlota cruza-se com Tomás à saída e pressiona-o para pedir a filha em casamento. Tomás comunica que pretende terminar o relacionamento. Carlota não aceita e alega que as famílias de ambos têm negócios juntos. Tomás não quer saber.

Inicia-se uma tempestade de neve e a cadela Estrela desapareceu. Fátima decide procurá-la, enquanto Artur fica a fazer a pizza e Anabela os trabalhos da escola. Tomás, que tinha saído numa caminhada, acabou por ser apanhado pelo nevão e ouve alguém assobiar e chamar Estrela. Ele vai de encontro para ajudar. Ao incidir a luz da lanterna no vulto vê que é Fátima, que fica surpreendida de o ver por ali.

Explica que procura Estrela, que está para ter cachorros. Tomás diz que têm de descer a montanha. Fátima prende uma perna num ramo e Tomás ajuda-a, mas os dois acabam a rebolar pela neve. Fátima fica constrangida quando fica em cima de Tomás. Percebe-se que existe um clima entre os dois.

Encontram um casebre e acendem a lareira com giestas que há por ali, fósforos e acendalhas que encontram. Fátima tem frio. Os dois despem as roupas molhadas e Fátima faz uma barreira ao estender a roupa.

Tomás e Fátima conseguem fazer uma à lareira e ficam a conversar. Fátima fala da ida para a universidade adiada porque a mãe faleceu e da sua vida na serra. Tomás divide o seu casaco, tapando os dois. A proximidade faz com que acabem por se beijar e fazem amor.

Tomás diz a Fátima que sente mais certezas que o seu lugar agora é ali na serra. Encontram Estrela já com os seus cachorros. Tomás tem cinco sms de Mariana, mas não as lê. Seguem para a aldeia. Os dois despedem-se com um beijo e acabam por ser vistos por Carlota, que passa de carro.

Carlota entra na queijaria Neto e diz a Fátima que o acordo de fornecimento de queijos para exportação para a Alemanha está cancelado. Fátima não percebe, o pai e o irmão investiram muito dinheiro, diz que ela não pode cancelar assim. Carlota diz que não assinou nenhum papel e o problema é deles e dela.

O ambiente é de festa na rua principal da aldeia. O busto está tapado sob um púlpito e todos da aldeia estão presentes. Carlota comenta com Fernando que não percebe como ele e a irmã montaram aquela fantochada quando o velho Augusto era odiado por todos. Artur aparece e reclama com Carlota o acordo que foi feito. Esta não quer escândalos e diz que optou por outro fornecedor.

Artur diz que se ela não cumprir o acordo vão todos ao fundo e que conta como morreu Augusto Pereira Espinho. Silvério ouve tudo e aparece. Artur diz que ele tinha razão, não podem confiar naquela família. Decorre o beberete de apresentação da biografia de Augusto. Mariana está a dar uma entrevista. Aida quer que o filho dê uma oportunidade a Mariana, mas este está decidido a terminar e diz que não gosta dela.

À noite, Artur está dentro da pick up, evidentemente transtornado. Esteve a beber e tem ainda uma garrafa consigo, da qual bebe mais uma vez. Lá fora corre uma violenta tempestade de neve.

A Aldeia da Fraga Pequena nunca mais será a mesma a partir dessa noite.

A Serra: Conheça a história e personagens da novela da SIC

A Serra SIC

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News