fbpx
SIC

Lucas Fernandes de ‘Hell’s Kitchen’: Das dificuldades ao sucesso

Lucas Fernandes, Hell'S Kitchen
Instagram

Lucas Fernandes, concorrente de ‘Hell’s Kitchen’, emigrou aos 11 anos para a Alemanha, onde cresceu e se formou. Há três anos regressou a Portugal e chegou à glória.

Lucas Fernandes é um dos concorrentes que mais se tem destacado em ‘Hell’s Kitchen’, na SIC. Aos 11 anos, emigrou para a Alemanha, onde cresceu e se formou. Começou a lavar loiça e acabou por construir um percurso irrepreensível. Há três anos, regressou a Portugal e já está a dar muito que falar na sua área.

O seu talento para o mundo da cozinha e o espírito competitivo têm marcado a sua prestação em ‘Hell’s Kitchen‘. O jovem, de Vila Verde foi para a “cozinha do inferno” com o objetivo de voltar ao mundo da culinária.

“No ano passado, a pandemia acabou por colocar o País num estado quase de banho-maria durante algum tempo e o bicho da cozinha foi começando a aparecer novamente. Quando ele viu a promoção do casting a chama reacendeu-se. E como é um homem de desafios e muito competitivo, inscreveu-se“, revela um amigo de Lucas Fernandes à Tv Mais.

Durante muitos anos, o empresário esteve ligado ao mundo da cozinha, mas desde que regressou a Portugal, há três anos, que colocou de lado. Lucas Fernandes nunca pensou fazer deste o seu mundo. “O Lucas sonhava ser arquiteto, mas o pai dele disse-lhe que não havia dinheiro para estudos”, recorda o amigo.  O pai aconselhou-o a ser mecânico, mas o concorrente de ‘Hell’s Kitchen’ não seguiu o conselho. “Ele preferiu ir estudar cozinha. E foi o que fez, começou a tirar o curso quando estava no equivalente ao nosso 9º ano e depois seguiu até tirar o equivalente ao 12º.”

Enquanto estudava, Lucas Fernandes trabalhava. “Enquanto ele estava na escola, lavava loiça no restaurante de um hotel. Trabalhava ao fim de semana para ter uns trocos para a semana. Ele falou mesmo com o responsável do espaço para lhe conselhar uma escola em que pudesse tirar o curso profissional e foi o que fez”, conta o amigo.

Com o passar do tempo, o concorrente de ‘Hell’s Kitchen‘ foi “subindo” de posto e o seu talento foi-lhe valendo vários reconhecimentos. Contudo, aos 25 anos, realizou um dos seus grandes sonhos e inaugurou o seu próprio restaurante, o Rabatos. “Ele já tinha uma década de experiência na cozinha e era um dos grandes sonhos, tal como o de qualquer cozinheiro. Era um espaço ligado às carnes”, revelam à publicação.

O sucesso foi grande e chegou a inaugurar mais um espaço. Porém, há três anos, Lucas Fernandes decidiu regressar a Portugal. “O Lucas sempre gostou muito de Portugal e já vivia há muito tempo lá fora. Nas férias, vinha poucas vezes a casa, porque, entretanto, começou a trabalhar e esses períodos de descanso já não coincidiam com os dos pais. Desejava voltar… Até que tomou a decisão, fechou os restaurantes e voltou para Vila Verde”, conta a mesma fonte.

Em Portugal, Lucas Fernandes começou a pensar o que iria fazer no futuro. “Ele andou uns quatro, cinco meses, a pensar no que fazer. Decidiu trabalhar por conta própria, fez prospeção de mercado e é então que lançou a FinesseLeague, um negócio de carnes maturadas“, acrescenta. Esta empresa tem sido um sucesso. Mais recentemente juntou-se aos colegas de “Hell’s Kitchen” Diogo e António Pedro para uma nova experiência gastronómica.

“O Lucas é um grande empreendedor e a verdade é que o bichinho da arquitetura está sempre com ele, em tudo o que envolve obras ele está metido. Gosta de meter as mãos na massa e é um criativo, gosta de opinar, de ver, de estar atento a tudo. E está sempre a querer crescer, quer como pessoa quer como profissional”.

Leia também: ‘Isto é Gozar com Quem Trabalha’. Ricardo Araújo Pereira entrevista capitão do Sporting

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News