fbpx
Famosos

Investigações da morte de Sara Carreira: Condução negligente, velocidade e álcool a mais

Sara Carreira
Instagram

O relatório final do acidente onde Sara Carreira perdeu a vida chegou ao Ministério Público há dois meses. Contudo, desde então, não foram requeridas quaisquer outras diligências.

O Ministério Público recebeu há cerca de dois meses o relatório final do acidente onde Sara Carreira perdeu a vida. Porém, desde então não foram requeridas quaisquer outras diligências, revela Hernâni Carvalho na revista Tv Mais.

Segundo apurou a publicação, as duas companhias de seguros envolvidas também já concluíram as investigações. Os investigadores especialistas do NICAV também deram a investigação concluída e o relatório final foi assinado e entregue no Ministério Público de Santarém no mês de setembro. Tudo foi analisado ao detalhe, como a velocidade calculada a que cada carro seguia, centralinas, fotografias, relatórios parciais, testemunhos, relatórios médicos, reconstituições feitas, condições de circulação da via e ainda relatórios da meteorologia.

As seguradoras estiveram no terreno e procederam a inúmeras perícias, cálculos e medições.

Teste do álcool só passadas quase seis horas

Segundo a Tv Mais, só cinco horas e meia depois do acidente é que o condutor da carrinha VW Passat foi levado pela GNR ao hospital para fazer o teste de alcoolemia. Acusou uma taxa-crime. No relatório, consta que após as cinco horas acusou 1,35% de taxa de álcool no sangue.

Como aconteceu o acidente

Perto da saída do Cartaxo, na A1, no sentido Porto – Lisboa, o veículo VW Passat foi batido por trás e projetado cerca de 40 metros pelo carro da fadista Cristina Branco, um Volvo V50.

Na altura chovia torrencialmente e o carro de Cristina Branco fez um peão, parando na via central, virado ao contrário do trânsito. Após o embate, a fadista deu a volta ao veículo para tirar a filha e correu para o que achou ser a berma da estrada. Contudo, ambas ficaram no separado central.

De imediato ligou para o 112, mas não conseguiu responder às perguntas do 112 e acabou por ligar ao companheiro, que notificou as autoridades do acidente. Pouco depois, a fadista viu o condutor do carro em que embateu. O homem saiu ileso do acidente.

Depois, o Range Roger Evoque de Sara Carreira, conduzido pelo namorado da cantora, o ator Ivo Lucas, embateu de frente no Volvo de Cristina Branco, fez uma pirueta, e quatro cambalhotas, parando 100 metros à frente, atravessado na via da esquerda.

Um quarto carro, um Fiat Marea, conseguiu evitar bater nos dois primeiros carros, mas acabou por passar de raspão no veículo de Sara Carreira.

Outros 10 carros passaram pelo acidente antes de chegar a equipa de socorro para os feridos: Ivo Lucas, a fadista Cristina Branco e a filha.

Ivo Lucas foi operado

No local do acidente, a preocupação de Ivo Lucas é a Sara Carreira, revelam diversos testemunhos. “Está confuso. A pancada forte que sofreu na cabeça terá provocado traumatismo. Não se calou a perguntar pela namorada ainda no local do acidente e depois quando entrou a gritar por Sara no Hospital de Santarém. Terá percebido que a sua namorada, filha de Tony Carreira, tinha falecido“, escreveu Hernâni Carvalho em agosto passado na sua crónica na revista Tv Mais.

Leia também: Fátima Lopes fala da ‘Gala dos Sonhos’ da Associação Sara Carreira e faz confissão sobre família Carreira

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News