fbpx
SIC

Ângelo Rodrigues recorda visita que Maria João Abreu lhe fez no hospital: “Tocou-me profundamente”

Maria João Abreu, Ângelo Rodrigues

A morte de Maria João Abreu deixou o país em choque. Ao longo do dia têm sido muitas as homenagens, e destaca-se agora a de Ângelo Rodrigues.

Ângelo Rodrigues reagiu à morte de Maria João Abreu recordando o momento em que ele próprio esteve hospitalizado no mesmo hospital em que estava a atriz, depois de sofrer uma infeção grave numa das pernas.

Quiseram as circunstâncias que ficasses no hospital onde estive, com as mesmas pessoas que me salvaram a vida. Naquela altura, fatídica para os que privaram de perto, foste a única pessoa do elenco que conseguiu driblar os seguranças e me visitou. Isso, confesso, tocou-me profundamente. ‘É para ir ver o seu filho?’ – perguntou-te umas das enfermeiras. Não era segredo, o que nos unia ultrapassava o mero exercício das nossas profissões“, recorda.

“Quem pôde conhecer-te na tua real dimensão sabe que o virtuosismo era um pormenor. Portugal pode elogiar-te o talento, mas toda tu eras amor incondicional, inteiro e desmesurado. Isso está acima de qualquer ofício que possamos ter em vida“, elogia.

“Levarem-te pode parecer-nos a maior injustiça, porque nos custa reconhecer o carácter inexorável da morte, mas há algo que nunca desaparecerá – o teu maior legado, o dos afeto. Viverás na memória de todos sempiternamente até ser, por fim, a nossa vez de partir. O maior Golpe de Sorte foi ter tido a honra de te conhecer. Obrigado”, termina Ângelo Rodrigues.

Leia também: Vídeo inédito de Maria João Abreu: “Mulherão de armas”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News