Resumos

«Vidas Opostas»: resumo de 16 a 22 de abril

Resumo de 16 a 22 de abril da novela Vidas Opostas.

7º Episódio

 

 

 

Destaque:Lucinha aparece em casa já tarde e Salomé ralha com ela por ter chegado já de noite. Lucinha diz que tem um pedido para lhe fazer e Salomé fica petrificada quando Eva entra e lhe pergunta se pode ficar ali.

 

 

 

Cecília não gosta do trabalho que Íris e Simão estão a fazer na sessão fotográfica quando posam em conjunto e manda-os inovar. Depois vai para o seu gabinete com Ricardo que acabou de chegar e pede para lhe falar. O filho mostra-se preocupado com a relação da mãe com o pai depois da morte de Fred mas Cecília atalha a conversa e deixa claro que a sua relação com Álvaro não é da sua conta.

A polícia mostra a Maria e Vítor uma poça de sangue no interior do armazém, deixando-os confusos por não saberem a quem pertence. O agente diz a Maria que o sangue vai para análise e que vai ser comparado com uma amostra do noivo. Ela pergunta se ele poderá estar vivo e o agente responde que ela deve preparar-se para tudo, até para o pior.

Paulo apoia Eva e recrimina-a por não lhe ter pedido ajuda quando abortou. Ela confessa que ainda lhe custa a acreditar que perdeu o filho e conta que a mãe a procurou e lhe deixou dinheiro. Paulo revela que lhe arranjou um bom advogado para a audiência do dia seguinte e que passou pelo supermercado para lhe deixar algumas coisas. Eva quer ficar sozinha mas quando Paulo sai do quarto, pega no envelope com dinheiro que mãe lhe deixou e guarda-o numa gaveta. Depois olha para a porta e endurece a expressão.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close