fbpx
Resumos

«Os Nossos Dias»: resumo de 23 a 29 de setembro

Os Nossos Dias «Os Nossos Dias»: Resumo De 23 A 29 De Setembro

Os Nossos Dias

Resumo de 23 a 29 de setembro da novela Os Nossos Dias.

6º Episódio

Susana ajuda Beatriz com os deveres escolares. Bia confessa que não brincou muito na escola porque assim que tentou fazê-lo ficou logo muito cansada, temendo ficar doente para sempre, ou até mesmo morrer, como aconteceu à avó do amigo Henrique. Um beijo e um abraço são suficientes para que Beatriz volte a sorrir. Marta desabafa com Bela e confessa que está a sentir grandes dificuldades para encontrar um fiador que se responsabilize pelo empréstimo bancário que necessita para a operação de Beatriz. A amiga quase pede desculpa por não a poder ajudar, mas insiste que ela deveria procurar Rodrigo. Marta prefere esgotar todas as possibilidades, pedindo a Bela que não conte a Susana que ainda não conseguiu resolver o problema. Ricardo e Daniela desesperam por não conseguirem alugar o quarto que lhes sobra na casa. Laura tenta atrair a atenção de Manuel ao jantar, mas esbarra na indiferença do marido, que lhe responde por favor, sem sequer lhe prestar atenção. Patrícia e João convidam Bárbara e Nuno para seus padrinhos de casamento. Os amigos ficam radiantes e honrados com a distinção e Bárbara pergunta ao João se os seus pais gostaram da ideia. Ele responde que a mãe não achou muita piada e Patrícia assume que a futura sogra não gosta dela. João confessa que Laura nunca gostou de nenhuma das suas namoradas e Nuno chama-lhe gabarolas. Rodrigo fica chocado quando os pais o pressionam para que se divorcie de Luísa, já que a mulher decidiu abandonar a ideia de engravidar, desistindo de continuar os tratamentos de fertilidade. Marta pede ajuda a Susana para construir a página no facebook, onde vai fazer o peditório para arranjar o dinheiro necessário à cirurgia de Beatriz. Susana volta a dizer que tudo já estaria resolvido se ela não fosse orgulhosa e pedisse dinheiro ao pai da irmã. Marta reafirma que ele não é boa pessoa e que a enganou quando escondeu que estava noivo de outra mulher. Susana não fica convencida mas aceita ajudar a mãe. Bela fica possessa quando recebe uma chamada do ex-marido a dizer que não pode ir buscar o filho à escola, pois teve de alterar os treinos da sua equipa de futebol. Na central de táxis, Paulo explica a Valdemar que as mulheres não percebem nada de futebol, referindo-se à incompreensão que a ex-mulher demonstrou, por ele não poder ir buscar o filho. Valdemar vai corrigindo o colega, cujo forte não é mesmo a língua portuguesa. Nesse instante, chega uma rapariga deslumbrante que procura pela dona Lurdes. Esta está a dar ordens a um taxista para que execute o serviço e causa apreensão pela sua rudeza. Quando encerra a comunicação, Carla apresenta-se como a nova taxista. Lurdes afirma que ela já podia ter dito ao que ia pois assim escusava de ter sido tão simpática para ela. Carla fica indignada mas detém-se quando percebe que está a falar com a responsável pela central de táxis. Paulo e Valdemar, convencidos, decidem apostar

contra Lurdes que a nova colega não vai aguentar. Valdemar está ansioso para que Carla se estreie como motorista de táxi para poder ganhar a aposta que fez com Lurdes, em como a novata não vai conseguir desempenhar a tarefa a contento. Carla aparece com os papéis assinados e Lurdes atribui-lhe o carro que tinha combinado com os “sócios” de praxe. Carla não esconde a sua excitação e Lurdes repreende-a por falar demais, dando ordem para que se dirija para a praça de táxis da Brandoa. Paulo reconhece a dificuldade de arranjar clientes no local, enquanto Valdemar esfrega as mãos de contente, certo de que vai ganhar a aposta a Lurdes. A encarregada da praça manda-os trabalhar, sob pena de perderam os seus postos de trabalho. (conclusão)

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News