fbpx
Resumos

«Bem-vindos a Beirais»: resumo de 21 a 25 de setembro

Bem Vindos A Beirais Resumo «Bem-Vindos A Beirais»: Resumo De 21 A 25 De Setembro

Bem-Vindos-A-Beirais-Resumo

Resumo de 21 a 25 de setembro da série Bem-vindos a Beirais.

Episódio de dia 21 – “Rimas forçadas”

Zezinha vai ao posto de correios de Beirais porque o posto da Torre está fechado. Quando Júlio a vê pensa que ela está ali para se cruzar com ele, mas depressa percebe que não. Ainda convida Zezinha para jantar mas esta declina deixando-o muito atrapalhado.

Clara e Rita ouvem na rádio a rubrica A Farpa Beiralina, que fala da vida de Clara e dos seus amores até estar com Diogo. Clara decide ir à rádio, mas antes fala com Diogo que se ri com os cometários e recusa-se a contar quem é o locutor secreto. Gabriel aceita o desafio de Inês de falar em rimas durante 24 horas a troco de jantar no seu restaurante preferido.

Julio é chamado à casa da aldeia e fica enciumado ao ver Zezinha a jantar com um homem. Mais tarde Julio volta a encontrar Zezinha e oferece-lhe um ramo com as suas flores preferidas deixando-a embevecida. Com um sorriso, Zezinha deixa o posto e Vitor entra muito entusiasmado, pois acha que está perto de saber quem é o radialista fantasma ou a farpa beiralina.

Gabriel cumpre o desafio de falar a rimar durante as 24 horas e marca mesa na pizzaria. Já a avó, é chamada ao posto por Vitor e depois de ser entrevistada como suspeita de ser a farpa beiralina, acaba por se juntar à investigação. Juntamente com Vitor vão à rádio na tentativa de obter provas, mas as impressões digitais encontradas são de muitos habitantes de Beirais e a investigação continua inconclusiva.

Episódio de dia 22 – Uma questão de título”

Rita e Tiago não conseguem ter um momento de privacidade com a presença de Vasco em casa. Calculista, Rita pensa numa forma de dar um empurrãozinho a Vasco para que ele tenha um rumo na vida. Mais tarde, ao jantar, comenta como é boa a vida em Lisboa perto de animação e que as casa estão mais baratas, mas Vasco não se mostra interessado.

Agostinho acorda Fernando para firmar que ele está consigo na candidatura ao reino de Beirais. Combinam que assim que Agostinho subir ao trono Fernando irá receber dois títulos de conde e marquês. Carlos insiste com Agostinho que o futuro Rei deve ser um Montenegro como Viriato, deixando Agostinho a pensar. Mais tarde convida Viriato a fazer um preço pelo título da família Montenegro, o que deixa Viriato zangado por tê-lo feito sair de casa para falar de tal disparate.

Patrícia, Moisés e Joaquim jantam na casa da aldeia e se no início do jantar Joaquim e Patrícia não tinham nada em comum, passam a ser grandes amigos, quando descobrem que os dois são colecionadores de pacotes de açúcar.
Tiago concorda com Rita quando esta diz que a vida de Vasco estagnou em Beirais. Mais tarde Rita pede a Clara que fale com Vasco, mas assim que ela dá início à conversa Vasco pergunta se ela está combinada com Vasco e Rita, deixando Clara atrapalhada.

Moisés fica confuso quando Patrícia rejeita um convite dele para tomar um café por falta de tempo, mas acede a ver a coleção de pacotes de açúcar de Joaquim. Agostinho continua a abordar Viriato no sentido de obter o título da família. Pergunta se terá uma filha casadoira e quando vê que não é solução propõe a Viriato que ele o adote como filho. Viriato acha tudo um disparate e desabafa com Diogo.

Joaquim e Patricia continuam a dar-se muito bem por conta da coleção dos pacotes de açúcar. Moisés decide que irá jantar a sós com Patricia e depois de negociar que queimava um pacote de açúcar raro, Joaquim acede que não os acompanha.
Rita irritada, acaba por passar a noite na casa da aldeia para evitar dizer um disparate a Tiago que cedeu ao irmão quando ele fez uma birra por perceber que a família sugeria que ele saísse de casa.

Na rádio, Carlos emite um desafio aos beiralenses de fazer uma ilustração para uma edição especial de pacotes de açúcar.

Episódio de dia 23 – “Os peluches do Inferno”

Vasco está de volta à fotografia e para espanto de Tiago já tem o seu trabalho publicado na Internet.
Júlio comenta com Vítor que tem de ir a Cascais por causa da herança e começa a sonhar com o que pode comprar para impressionar Zezinha. Vitor aconselha-o a ser o bom velho Julio e que Zezinha não é o tipo de mulher que se deixe impressionar com bens materiais.

Na sociedade recreativa é instalada uma máquina de peluches que faz reviver a infância de Susana e Marina. Uma parte das receitas da máquina irá reverter para crianças carenciadas. Pedro faz algumas investidas para tentar tirar um peluche. Nazaré e Marina selam o acordo de mais tarde fazerem um duelo para ver quem é a melhor a tirar um peluche como forma de recordar velhos tempos.

Vasco fotografa Matias no gabinete do padre enquanto ele faz o seu trabalho e conta a história da sua vida, parte dela em que foi alcoólico antes de se refugiar em Beirais. Mais tarde mostra-se muito desagradado ao ver a sua história de vida ser a legenda da foto publicada na Internet. Apesar de Vasco e Clara lhe dizerem que a partilha é positiva para sensibilizar consciências sobre o problema do álcool, Matias ainda não se sente preparado para ver a sua vida em público.

Júlio vai ao encontro de Zezinha que lhe pede para se encontrar com ela para desenterrar uma caixa de dinheiro que o assaltante do talho da torre confessou em tribunal. Como a zona é da competência de Beirais, Zezinha pede a Júlio que esteja presente. Julio mostra-se um pouco fanfarrão a querer aparentar a riqueza, mas percebe que Zezinha não gosta. Os dois combinam tomar o pequeno-almoço juntos no dia seguinte.

Marina e Nazaré enfrentam-se para ver quem tira um peluche mais rapidamente. Quando Carlos e Luis encontram as duas, estas já têm vários peluches em cima de uma mesa, mas continuam a sua disputa. O duelo termina com Luis a desligar a máquina. Mais tarde Marina comenta com Susana que não quer mais a máquina. Vasco recebe um convite para editar um livro com o seu novo projeto, mas a história essencial para o livro é a de Matias. Vasco ensaia a conversa que terá com Matias e quando entra no gabinete do padre, Matias diz que esteve a pensar e decidiu tornar a sua história pública enquanto Vasco diz que vai apagar tudo da Internet e que é importante cumprir o que foi combinado – publicar apenas a foto.

Episódio de dia 24 – “Memória curta”

D. Olga jura que acertou no Euromilhões porque joga sempre com uma chave certa. No entanto não encontra o talão e não se lembra se meteu o boletim. Nuno sugere passar-lhe uma receita para uns comprimidos para a memória, mas Olga recusa ter qualquer tipo de falhas de memória.

Carlos fica em pânico quando Nazaré cometa que tem tudo tratado para passarem o serão juntos a comemorar uma data tão especial. Na barbearia apara o bigode e comenta com os amigos a sua aflição. Depois de Tozé dar várias sugestões sobre possíveis situações que possam comemorar e Carlos achar que não é nenhuma delas, pergunta a Nuno o que pode provocar faltas de memória, saindo a correr da barbearia quando Nuno responde um avc ou uma pancada na cabeça.

Nos correios, Nazaré conta a Patricia como ela e Carlos começaram a namorar, quando entra Carlos dizendo que veio dar-lhe um beijinho num dia tão especial. De repente faz que tropeça e bate com a cabeça fingindo de imediato que não sabe quem são Nazaré e Patricia, deixando-as aflitas.

D. Olga decide fazer o percurso que fez no dia anterior depois de meter o Euromilhões na expetativa de encontrar o talão. No gabinete do padre, depois de remexer nas gavetas na ausência deste, comenta que pensava tê-lo deixado lá, mas o padre diz- lhe que ela não esteve lá no dia anterior mas sim há dois dias. O mesmo acontece com Patricia, teimando que teve uma reunião com ela no dia anterior, mas Patricia diz que a reunião esteve marcada mas que D. Olga não apareceu. Olga começa então a achar que é uma manobra dela que revela ter ficado com o talão e vai dar conta do sucedido ao cabo Julio. Em conversa com o cabo Julio apercebe-se que terá deixado numa caixa em casa onde guarda todos os seus talões. Em casa discute com o neto e acha que ele desapareceu com o talão. Gabriel, preocupado com a avó, liga a Susana para que ela possa falar com a mãe.

Carlos continua a sua farsa e Nuno aconselha Nazaré a levá-lo ao hospital para fazer uns exames. Carlos assustado finge lembrar-se do seu nome mas pouco mais. No dia seguinte, Carlos procura Nuno para saber o que pode fazer para que a memória volte. Nuno diz-lhe ser outra pancada na cabeça. A caminho da rádio, Carlos tropeça nele próprio mas desta vez bate mesmo com a cabeça e desmaia. Depois de Nuno o analisar, Carlos recupera a memória e fica a saber que comemoravam a primeira vez que Carlos fez uma festa no cabelo de Nazaré.

Gabriel encontra os talões do Euromilhões e Olga descobre que afinal só acertou numa estrela e os restantes números foram palpites ao lado.

Episódio de dia 25 – “Poder de atração”

Beirais parece enfrentar uma praga de mosquitos e moscas ao ponto de Carlos engolir uma quando está a falar com Diogo. No entanto apercebem-se que apenas Fernando, Diogo, Agostinho e Carlos enfrentam a praga enquanto que os restantes habitantes de Beirais passeiam tranquilamente pela aldeia.

Joaquim tem uma grande constipação devido ao facto de ter apanhado uma molha de manhã. Já Manel afirma que o seu dedo polegar direito nunca falha quanto à confirmação se vai chover ou não. Moisés consulta o advogado dos primos para tentar que Manel pague uma indeminização por ter ficado com o chapéu-de-chuva de Joaquim e desta forma ter provocado a constipação.

O cabo Júlio e Vítor passam o tempo no posto a atirar papéis ao caixote do lixo e a testarem a sua pontaria. Às tantas, o cabo Júlio enumera as vezes que já teve de disparar em serviço para provar a sua pontaria a Vítor.
Carlos acaba por concluir que os quatro têm em comum terem ido à barbearia naquela manhã. Tozé conta que nesse dia estreou um novo pincel, um after-shave e uma nova espuma deixando duvidas qual dos três terá provocado a reação de atrair os insetos. Manel vai de encontro aos primos na sociedade recreativa e diz que não vai estrar em acordo com eles, pois afinal também ele ficou constipado pois eles deixaram a porta aberta da agencia provocando-lhe uma constipação e que não agiu de má fé quando levou o chapéu de chuva de Joaquim por engano. Os primos acabam por deixar que a situação fique esquecida tal como Manel queria.

Na barbearia testa-se em Tozé qual dos produtos prova a atração dos insetos e conclui-se que é o after-shave. Fernando requer que Tozé lhe faça uma exfoliação na cara para o compensar.
No posto da GNR os treinos intensivos que os dois guardas se propõem é afinal o arremesso de bolas de papel ao caixote de lixo.

Na rádio, Carlos finaliza a emissão com a música “o voo do moscardo” de um cantor russo.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>