Resumos

Amar depois de Amar: Resumo de 15 a 21 de julho

Resumo de 15 a 21 de julho da série ‘Amar depois de Amar’ da TVI.

Episódio 21

Matilde atira-se a Raquel e Augusto, convicta que foram eles que estão por detrás do que aconteceu a Gonçalo e vinca que vai exigir que o filho tenha proteção policial permanente. Vicente conta a António que apanhou Augusto com aquela arma, e que assistiu a ele e Raquel a falarem que tinham de se livrar dela. António vira o jogo dizendo que aquela arma não matou a irmã dele por ser de um calibre diferente, impondo que ele comece já a contar toda a verdade. Miguel avisa Raquel e Augusto que vai chamar todos os elementos das famílias e também amigos próximos para depor para tentarem chegar ao culpado. Regressamos ao passado. Alice envia para si a fotografia de Gonçalo com Marina e apaga-a de seguida. Raquel estranha a tensão de Alice e Gonçalo. Gonçalo manda de mensagem a Marina, que nega ter apagado do telemóvel dele a fotografia deles juntos e Gonçalo percebe que foi a filha.

Alice olha séria para a fotografia que enviou do telemóvel de Gonçalo para si própria que prova que ele e Marina têm um caso. Raquel diz a Gonçalo que não gosta que Alice seja amiga de Diana, e a filha responde-lhe que Marina também não parece ser muito amiga dela. Raquel fica confusa enquanto Gonçalo disfarça o seu pânico. Marina vomita, e disfarça estar tudo bem. Nicolau e Frederico, ainda tocados pelo álcool, acabam por contar divertidos a Augusto e Marina as peripécias da noite passada, em que foram a um bar de strip com Xavier e este ficou preso por ter batido num polícia. Augusto avisa Frederico para não contar nada a Gonçalo para não perder as obras na fábrica.

Sara diz a Alice que é Matilde quem está a destruir a família e não o que aconteceu a Gonçalo e Alice sorri pela tia lhe dizer para confiar que Nicolau gosta mesmo dela. Laura fica atónita por Miguel contar que o irmão de Marina acusou Augusto de ter matado a irmã, queixando-se que António está sempre a proteger Augusto por serem amigos. Recebe chamada de António, assentindo contrariado ir investigar Xavier. Nicolau despede-se de Aline, dizendo-lhe ter de ir devolver já a carrinha ao pai antes que ele dê conta e fica incrédulo quando percebe que lhe roubaram dois pneus. Augusto fica irritado por Nicolau ter levado a sua carrinha quando precisa de ir à PJ por causa de Vicente ter ido lá fazer queixa dele. Nicolau pede aflito a Frederico que o deixe no chinês para comprar pneus para a carrinha de Augusto e sorri a ouvir a mensagem de Alice a convidá-lo para ir consigo passar o fim-de-semana à Arrábida.

Passagem para o passado. Marina não consegue disfarçar mais os enjoos que sente, com Raquel a perceber radiante que ela está grávida. Raquel puxa Marina para irem já contar a novidade a toda a gente. Augusto repreende furioso Xavier, que chega com um olho negro, por ter levado Nicolau e Frederico, o filho do patrão, para um bar de strip, correndo o risco de perderem aquela obra por causa dele. Frederico fica indignado com Alice por ela lhe perguntar se não acha que Marina esconde quem verdadeiramente é, dizendo-lhe provocador para ir acalmar-se com a sua nova amiga Diana. Alice olha dividida para a fotografia de Gonçalo e Marina a pensar no que fazer. Catarina diz a Gonçalo ser possível ele reaver a fotografia que perdeu no telemóvel, quando são interrompidos pela entrada intempestiva de Raquel com Marina, que pede de imediato a Catarina que vá chamar Augusto por Marina estar grávida.

André sorri provocador para Marina e Gonçalo, que disfarçam a sua tensão. Augusto fica tenso por Catarina avisar que Marina e os Macedo o chamaram, a pensar que é por causa da saída de Nicolau com Frederico. Marina conta abalada que está grávida e Augusto e os filhos abraçam-na felizes. Raquel também se junta ao abraço sob o olhar tenso de Gonçalo. Regressamos ao presente. Raquel entra na fábrica e fica em choque por ver Frederico ali a trabalhar, intuindo que aquilo foi obra de Matilde. Frederico explica a Inês que ocultou que era o dono da fábrica para não ser olhado de lado, pedindo-lhe desculpa. Raquel enfrenta Matilde por ter posto Frederico a trabalhar no embalamento, acusando-a de nunca ter dado carinho a Gonçalo. André aconselha Matilde a ter Raquel por perto para assim a poderem controlar.

Na PJ, Ângelo conta a António que deve toda a sua carreira aos Macedo, e avisa-o que precisa que arranje provas que culpabilizem Augusto, por estar seguro que foi ele o orquestrado do crime, mesmo tendo o alibi de ter estado em casa nessa noite. Xavier diz a Mané que tem de pensar em refazer a sua vida com alguém por ainda ser muito novo, e Mané sorri a pensar em Catarina. Miguel conta agastado a Laura que querem afastá-lo do caso de Gonçalo e Marina por Matilde estar a exigir que encontrem um culpado para o que aconteceu. Laura fica pensativa, dizendo ao marido que não vão permitir que isso aconteça. Aline repreende dura Nicolau por só ter chegado àquela hora. Nicolau enfrenta-a a fazer menção a ela só gostar de rapazes, Aline esbofeteia-o irritada dizendo que está despedido. Nicolau assume que já tinha tomado essa decisão e só foi ali agradecer-lhe por lhe ter ensinado tantas coisas.

Raquel diz a André que decidiu começar a gerir a fábrica e enfrentar Matilde, André expressa que pode contar com o seu apoio. Matilde despede-se e entrega um presente a Raquel. Alice sorri feliz por Nicolau ter ido falar com ela e beijam-se apaixonados. Augusto defende Xavier a António, mas este insiste que não podem pôr de parte a possibilidade de ter sido ele quem matou Marina por ela o ter atraiçoado, dizendo-lhe que todos os indícios apontam para que tenha sido alguém próximo das famílias a cometer aquele crime. André aconselha Raquel a deitar fora a caixa, mas ela recusa, e vê arrasada várias recordações da ligação de Gonçalo com Marina. Num assomo de fúria, parte uma fotografia dela com Gonçalo onde se via como estava feliz a seu lado.

Regressamos ao passado. Todos continuam a dar os parabéns a Marina por estar grávida e André apresta-se para ir buscar champanhe, cada vez mais divertido com tudo aquilo. Marina e Gonçalo ficam ainda mais tensos por Augusto dizer ao último querer que ele seja o padrinho do seu filho. Voltamos ao presente. Raquel bebe já muito embriagada a pensar furiosa no que Marina e Gonçalo lhe fizeram e segue embriagada para a zona de embalagem. Cabeças olha interessado para Raquel a entrar trôpega na sala, percebendo estar ali uma oportunidade para se enrolar com ela. Jesus tenta puxar Cabeças, mas este empurra-o e começa a despir Raquel, que não consegue reagir de tão debilitada que está, limitando-se a chorar frágil.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News