Resumos SIC

“Dancin’ Days” resumo de 18 a 24 de junho

Dancin Days Logo Final

11º Episódio

Mariana, ainda estupefacta, aceita o convite de Júlia para se encontrar com ela. A conversa telefónica é marcada pela emoção. Nonô fica atónita quando Mariana lhe conta que combinou um encontro com a mãe verdadeira, ao mesmo tempo que acrescenta que vai esconder o assunto de Raquel, mesmo tendo a consciência de que foi a tia quem a criou. Mariana já tem o plano traçado para iludir o motorista que a vigia, decidindo sair mais cedo da escola.

Raquel desabafa com Zé Maria que o seu encontro com Júlia foi infrutífero, pois a irmã não desiste de lutar pela posse de Mariana. Sensível como sempre à angústia da mulher, Zé Maria sugere a Raquel que vá buscar Mariana à escola, para assim manter a sua presença perto dela.

Carminho e Ester estranham a boa disposição de Áurea, que chega ao ponto de defender os negócios megalómanos de Alberto. Este tenta demover Carminho de vender a mesa antiga de jogo, argumentando que a dívida com Francisco já está saldada. Carminho lembra ao pai que o assunto foi resolvido com o dinheiro de Júlia e que ainda estão por pagar as prestações atrasadas do carro. Áurea contemporiza com o pai, mas Carminho não faz o jogo da irmã. Júlia chega nessa altura e pede para falar a sós com a amiga. Conta que marcou encontro com a filha, confessando a Carminho que recorreu ao telemóvel de Vera para descobrir o contacto de Mariana. Júlia dá conta de todos os seus receios, mas Carminho não a deixa cair, incentivando-a para que tenha coragem. Duarte liga a Júlia, convidando-a para jantar. Apesar de apaixonada ela explica que tem um compromisso e só mais tarde poderá decidir se está disponível.

Hernâni falha a venda de um carro porque o cliente está proibido pela mulher de gastar muito dinheiro. Miguel troça do patrão, mas este justifica-se, dizendo que não insiste em vendas que envolvem mulheres. A este pretexto, Miguel consegue que Hernâni o nomeie para vigiar Nicole, aproveitando o facto dele pensar que a ex-mulher está a sofrer o assédio feroz de outros homens.

Francisco procura Cátia na loja de doces e deixa-a excitada, oferecendo-lhe a entrada para participar num casting para fazer um anúncio.

Miguel conserta o quadro eléctrico da loja de Nicole e ganha a sua simpatia, ignorando que ele está morto de desejo.

Luísa insiste em enganar clientes, impingindo peças de louça vulgar, como se fossem da dinastia Ming. Emília avisa-a que, não tarda nada, têm a fiscalização à perna.

Emília critica Luísa que parece estar a atirar-se ao seu filho Raul quando ele diz que vai viajar para Paris. O médico, envergonhado, despede-se da mãe e da amiga, para regressar ao trabalho no hospital. Emília convence Luísa a assistir a uma peça de teatro para que Isabel as convida. Isto apesar de Luísa estar desejosa de programas que envolvam homens apetecíveis, de preferência novos.

Carminho não demonstra, mas fica angustiada ao saber que Jorge foi despedido. Incentiva-o a procurar emprego, mas não deixa de criticar a veia sonhadora do namorado.

Aníbal procura, em fúria, uma pasta e acusa Áurea de a ter escondido. A mulher entra em casa carregada de compras e entrega-lhe os documentos com grande descontracção. Inês desespera sem conseguir concentrar-se no trabalho que está a fazer, mas conta aos pais que o chefe a escolheu para o acompanhar numa viajem de trabalho ao estrangeiro. Raul, num acto machista, mostra desconfiança, provocando a reacção imediata de Inês, que é apoiada pela mãe. Raul sai de casa amuado.

Ester conversa com Alberto e alerta-o para as mudanças súbitas de humor de Áurea. Alberto arrisca que talvez a filha se esteja a dar melhor com Aníbal. Júlia chega nesse instante, apressada para arranjar-se, pois tem o tão desejado encontro com Mariana. Alberto suspira, pois continua a achar que Júlia é a sócia ideal para o negócio de motos táxi. Amélia ouve-lhe o desabafo e dispara que o negócio só deve ser bom para ele. Agastado, Alberto pergunta a Ester porque é que ainda mantêm aquela mulher lá em casa, Amélia limita-se a rir.

Duarte dá asas ao amor e compra um par de brincos para oferecer a Júlia.

Inês deixa Raul frustrado, pois não pode viajar com ele para Paris, por ter um compromisso profissional no estrangeiro, na mesma altura.

Júlia sai de casa sem telemóvel e falha o encontro com Mariana. Raquel fica furiosa ao saber por Nonô, que elas combinaram conhecer-se à sua revelia. Liga desesperada para Júlia, mas não obtém resposta. Noutro ponto da cidade, Mariana vagueia sem destino, muito triste, a pensar que a mãe a enganou de novo.

Isabel lamenta não ter conseguido bilhetes para a peça de teatro que pretendia ver. Luísa diz que podem sair na mesma e atira-se a Urbano, que fica atrapalhado com o convite para as acompanhar. Assim que Luísa e Emília saem para a sua aula no ginásio, Urbano oferece a Isabel um bilhete duplo para a peça, mas, enervado, sugere-lhe que vá com uma das amigas.

Mariana regressa a casa, depois de se ter gorado o encontro que tanto desejava com a verdadeira mãe. Quando se percebe do que aconteceu, Raquel vira a Mariana contra a mãe. Júlia liga nesse instante e Mariana atende a chamada com frieza, não aceitando as suas explicações para ter faltado ao encontro e dizendo para que não a procure mais. Raquel sorri vitoriosa e, mais tarde garante a Zé Maria que se Júlia lhe declarou guerra, é guerra que vai ter.

Júlia desabafa as suas mágoas com Carminho e, mal por mal, aceita jantar com Duarte. Quando ele se prepara para lhe dar os brincos que comprou, Júlia deixa-o suspenso, dizendo que tem uma revelação importante a fazer. (conclusão)

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close