Resumos

«Destinos Cruzados»: resumo de 24 a 30 de junho

destinos cruzados

destinos cruzados

 

Resumo de 24 a 30 de junho de Destinos Cruzados.

 

Episódio 120

Lourenço vai a casa dos pais de Eduardo e bate à porta, mas ninguém abre. Um vizinho vê o rapaz e conta-lhe que o casal se foi embora, deixando Lourenço frustrado. Após ouvir a conversa entre Lourenço e Jaime, Eduardo decidiu ir buscar o pais e levá-los para um sítio onde não tivessem de responder às perguntas incómodas do cunhado.

 

Vera está na Diamantes a trabalhar e Isadora entra na loja e aproxima-se de Vera, dizendo-lhe que elas são muito parecidas e que Vera não se devia dedicar tanto ao trabalho. Vera não esconde a sua surpresa com a simpatia e preocupação de Isadora. Assim, a ex-designer da Diamantes convida Vera para um jantar e uma peça de teatro. Surpreendida, Vera aceita, mais por boa educação do que por vontade de ir.

 

Victória faz exercício físico enquanto vê as filmagens do seu último desfile como ¿joia rara¿ da Diamantes. Luciano fica apreensivo quando a mulher lhe diz que estava a relembrar quando ainda era uma estrela, mas Victória acalma-o, afirmando que pensou mostrar o vídeo a Érica para lhe dar algumas dicas. O jardineiro fica agradado com a atitude sincera de Victória e os dois beijam-se apaixonados.

 

Apesar de todo o apoio que tem em casa, Érica continua insegura com os desfiles, bem como Rufino. O namorado revela-se hesitante perante o facto de toda a gente a ir ver em lingerie e tem medo de tanta exposição. Rufino sente que, a partir do momento em que Érica desfilar seminua, não será só dele. No entanto, Érica diz-lhe que ela só terá olhos para ele. Rufino diz que a apoiará sempre, ainda que não esteja completamente seguro.

 

Embora Teté esteja muito contente com a noite que partilhou com o marido, Raimundo está, nesse momento, a tentar resistir a todo o custo às investidas de Emília. O padeiro diz a Emília que não se sente bem por estar a trair a mulher e que nem tem força para dar conta de duas mulheres. Emília faz-se de forte e diz-lhe que se é para falar da mulher, então Raimundo pode ir embora. No entanto, enquanto diz isto, Emília sobe a saia, deixando o padeiro indeciso. Sem resistir, Raimundo envolve-se novamente com Emília.

 

A vida parece estar a compor-se, tanto no bairro como na mansão. Lourenço conformou-se e aceitou Bárbara e o bebé na sua vida. Jaime e Sílvia estão felizes, sem as más energias de Isadora a pairar sobre e eles e Beatriz e Eduardo esperam ansiosos pelo bebé.

 

Fernanda tem finalmente o seu negócio de volta e está mais próxima dos seus amigos de infância, Rufino e Moisés, que nunca a abandonaram. Sónia vê no seu bebé uma ponte para a vida que sempre sonhou e Laura encontra-se bem escondida de um futuro incerto. Inácio não esconde a felicidade que sente ao ter Maria Helena ao seu lado.

 

Os meses passam, até que chega o dia do julgamento de Laura. Sílvia está muito nervosa, pois sabe que está na hora de cumprir com a sua parte do acordo. Laura conseguiu a operação a Inácio e o negócio de Fernanda prospera, finalmente. Moisés insiste para que ele e Nanda juntem os trapinhos e vão viver juntos, mas a mecânica prefere concentrar-se no trabalho.

 

Lourenço demonstra todo o seu apoio a Sílvia e até Eduardo diz a Beatriz que, visto que a sogra mudou muito, ele vai dizer em tribunal que podia não ter sido ela a mandar matá-lo, de forma a preservar a harmonia familiar. Beatriz fica muito contente, mas quando Eduardo se aproxima para a abraçar, afasta-se, com medo do contacto físico. Beatriz usa já a barriga falsa dos seis meses.

 

Guida ouve, contente, a sua música na rádio e Telmo mostra-se feliz pela mãe de Luana estar a ter sucesso. Assim, convida-as para irem almoçar fora com ele. Embora Guida ainda esteja de pé atrás com Telmo, ele consegue conquistar a sua simpatia.

Todos reparam no ar debilitado de Afonso, comentando que ele tem um aspeto doente. Vavá conta a Teté, muito preocupada com o casamento da filha, que viu no quarto de Afonso uma caixa cheia de comprimidos. Na empresa, Afonso quase desmaia a entrar no gabinete e é amparado por Celeste.

/* ]]> */

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close