fbpx
TVI

Ricardo Ribeiro recorda tentativa de suicídio: “A vida não era agradável”

Ricardo Ribeiro, Tvi, Conta-Me
Instagram

Ricardo Ribeiro foi o convidado deste sábado, dia 17 de abril, de Manuel Luís Goucha, no ‘Conta-me’. O fadista recordou a infância difícil e o momento em que tentou o suicídio aos 13 anos.

Ricardo Ribeiro começou por falar da sua paixão pelo Alentejo e dos seus objetivos na nova casa. De seguida, falou da filha que tem hoje 15 anos.

“Sou um pai ausente. Penalizo-me por isso, mas também lhe dou liberdade. A minha filha mudou muito a minha vida. É uma moça com muita cabecinha, atinadinha, ligada à música e muita madura para a idade que tem”, começou por dizer Ricardo Ribeiro. 

O fadista separou-se quando a filha era muita nova, algo que levou a uma maior distância física da menina. Hoje, quer se pai de “mais dois ou três”.

Recordou também a infância que considera que foi dura. “Nasci num bairro típico de Lisboa, na Ajuda. Os meus pais eram pessoas humildes, os meus pais separaram-se cedo, passei um bocadinho. A minha infância não foi fácil. Fiquei com a minha mãe, teve problemas de saúde, não encarou bem a separação“, acrescentou.

Ricardo Ribeiro começou a usar a musica para manifestar o seu amor. Aos 13 anos, o artista tentou o suicídio e os seu atos fizeram o pai tomar uma decisão drástica.

“A vida não era agradável, estava tão saturado. O meu pai pôs-me num colégio interno e foi a melhor coisa que ele fez. Conheci um padre que me mudou a vida“, contou, recordando que pensou também em ser padre durante a sua adolescência.

O fadista afirmou ainda a Manuel Luís Goucha que o seu maior objetivo da vida é deixar algo que fez de bem aos outros.

Leia também: Cláudia Vieira recorda nascimento da filha: “Não foi fácil…”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News