fbpx
TVI

José Alberto Carvalho quer que o país ofereça um presente a Cristiano Ronaldo

Cristiano Ronaldo, José Alberto Carvalho
Fotografias: Redes Sociais

José Alberto Carvalho quer que Portugal ofereça um presente a Cristiano Ronaldo, brevemente, por toda a dedicação do jogador durante cerca de duas décadas em prol do nosso país.

Numa altura na qual Portugal e Cristiano Ronaldo disputam o Campeonato do Mundo de Futebol, José Alberto Carvalho quer que o país ofereça um presente ao atleta que foi eleito por cinco vezes como o melhor do planeta. A ideia foi-lhe apresentada por um amigo e transcrita pelo jornalista da TVI num texto que publicou, esta quarta-feira, na rede social Facebook.

Leia aqui o texto de José Alberto Carvalho:

Cristiano Ronaldo e os portugueses. Ele, e nós, merecem que o extraordinário exemplo de vida, talento e tenacidade de um menino pobre sejam cristalizados no tempo. Aqueles que defendem o elevador social só podem encontrar no Ronaldo o mais perfeito exemplo da batalha; do árduo esforço; da dedicação e compromisso; da vontade. Somos um país pequeno, bem o sabemos. Mas se os portugueses não fossem grandiosos já teríamos perecido enquanto nação. Isso nunca aconteceu, porque há figuras entre nós que nos lembram o que somos e do que somos capazes.

Não sou um admirador do futebol enquanto competição, mas quando estão em causa as cores e os símbolos da bandeira (não há bandeira mais complicada do que a nossa!) revejo-me naquela luta, naquela entrega, e, tantas vezes, naquela frustração. Cristiano Ronaldo lutou toda a vida contra tudo: contra as suas circunstâncias; contra a inveja; contra os lobbies (até fazer parte deles); mas nunca perdeu o brilho no olhar de que só são capazes aqueles que verdadeiramente acreditam que é possível moldar o nosso próprio destino.

Cristiano Ronaldo é um herói improvável. É nosso. Eu, gostava de lhe dar uma palmada nas costas, abraçá-lo e dizer-lhe: obrigado. E dar-lhe um beijo no rosto de agradecimento por tudo o que ele fez por todos aqueles que não nasceram em berços confortáveis. Queria só dizer-lhe: obrigado por nunca desistires de ti.

Um amigo (posso tratar-se assim, António Romano?) teve uma ideia, um projeto, absolutamente encantador que consiste em transformar todas as janelas de Portugal no maior jardim florido do mundo. Um país que se entrega às flores. E que, com os ensinamentos da sua própria história, quer ter a coragem de dizer ao mundo que a nossa vida só faz sentido se tiver flores e cor. Um gigantesco jardim coletivo! Visto da rua, da varanda do lado, do céu e do espaço.

Não sei porquê, mas esta ideia do Tó Romano e as circunstâncias que envolvem o Cristiano Ronaldo neste momento levaram-me a ligar os pontos. Porque não agradecer ao grande Capitão com um jardim florido de todo o país neste Natal? Dia 21 de dezembro está próximo; é o solstício de Inverno; o dia mais curto do ano. Não será a mais improvável metáfora para agradecer o contributo de quem elevou a admiração por aquilo que somos, sendo precisamente – e apenas isso! – aquilo que é ? Cristiano Ronaldo merece gratidão. Portugal merece o esforço e o exemplo do Cristiano Ronaldo. (José Alberto Carvalho)

Leia também: Manuela Moura Guedes: “Estou-me nas tintas para o José Alberto Carvalho”

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News