fbpx
TVI Big Brother

Big Brother. Bruno Savate: “Não acredito que exista a homossexualidade e a bissexualidade”

Bruno Savate Big Brother
TVI

Bruno Savate revelou, aos colegas do Big Brother, que já sofreu descriminação por se ter envolvido com várias mulheres e disse não acreditar nem em homossexualidade, nem em bissexualidade, mas sim no amor.

Helena Isabel deu início a um debate no ‘Big Brother’, sobre a sexualidade e orientação sexual. Gonçalo Quinaz referiu que em Portugal as mulheres e os homens que se envolveram com vários parceiros são julgados de forma diferente. Bruno Savate discordou.

O nortenho revelou que já sofreu descriminação por se ter envolvido com várias mulheres. Bruno Savate acrescentou ainda que quando se está solteiro são livres de fazer o que bem entenderem.

Tanto acho que a mulher como o homem, se se envolverem com várias pessoas ao longo da vida são criticados por isso. Tanto o homem como a mulher têm o dinheiro de escolherem com quem se querem envolver e à hora que querem. Agora, se estiverem numa relação e tiverem assumido algo, aí sim é errado o fazerem. Mas se forem livres estão à vontade“, começou por dizer Bruno Savate.

Depois mudou de tema para a orientação sexual. “Eu não acredito que exista homossexualidade nem bissexualidade. Existe amar pessoas. Há pessoas que amam homens e pessoas que amam mulheres”.

Mais tarde, Bruno Savate esteve à conversa com alguns colegas e disse, aparentemente em tom de brincadeira. “Eu sou homossexual, não me identifico com os homens. Eu sou uma gaja”.

(Veja o momento aqui)

Leia também: Big Brother. Teresa critica jogo de casais: “Parecem larvas cheias de fome”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News