fbpx
Resumos SIC

Nazaré: Resumo dos próximos episódios

Resumo de 26 a 29 de outubro

EPISÓDIO 82

 

Destaques:

Nuno é surpreendido pela polícia judiciária que traz mandado de detenção. Amélia diz que finalmente vai pagar pelo que fez, não pela morte da irmã mas pela morte de Verónica.

Sónia vai para o hospital com convulsões e perda de consciência.

Roberto volta e pede ajuda a Júlia.

 

Nazaré e Duarte dormem depois de terem feito amor, ele acorda com o barulho da janela a bater, acha que entrou alguém, vai ver se Alice está bem. Nazaré vai atrás dele. Os dois acordam Bernardo e Olívia, Nazaré diz que a cama de Alice está vazia. Acham que alguém lhes entrou pela janela do quarto. Duarte e Nazaré procuram por alguém e acabam por encontrar Alice a sair debaixo do sofá da sala, diz que veio buscar a boneca com que esteve a brincar e esqueceu-se dela ali. Não conseguia dormir sem ela. Duarte com medo diz que ela dorme com eles. Alice, contente, vai buscar a sua almofada.

Nuno pensativo, disfarça que estava a chorar quando Júlia entra furiosa porque não apanharam Roberto nem a mulher com quem ele estava. Nuno acha que ela ainda gosta dele, que a raiva vem do amor que ela sente, acha que ela devia pensar na vida dela em vez de pensar em vinganças. Júlia diz que só vai conseguir continuar quando meter Roberto na prisão.

Amélia em cínica, diz ao pescador que lhe paga as dívidas de jogo se disser que Nuno estava com Verónica no dia que alugou o barco. O pescador fica tenso com a proposta.

Na Loja de surf, Ana oferece-se a Cris para cuidar de Yara. Érica chega. Sónia pede desculpas a todos pelo que fez mas está alterada pelos comprimidos, Cris pergunta o que ela tomou, ela mente. Ana não se deixa enganar com a conversa de Sónia sobre querer tratar-se. Sónia sente-se mal e tem ataque de pânico seguido de uma convulsão. Chamam uma ambulância enquanto Cris tenta que Sónia não perca a consciência.

Natália toma o pequeno-almoço enquanto o PJ que a vigia se afasta para atender chamada. Natália decide que é a oportunidade dela de escapar mas ele apanha-a, frustrada, diz que vai só ao mercado.

Entretanto, Rui procura por comida mas não encontra nada. Toma um analgésico e acaba por desmaiar.

Júlia fala com Bernardo, está furiosa por não terem apanhado Roberto. Deitada na cama a chorar de raiva e desespero, ouve baterem à porta insistentemente. Júlia limpa as lágrimas e vai abrir a porta, nervosa. A sua boca entreabre-se de espanto ao ver que é Roberto. Tenta fechar-lhe a porta, mas ele impede-a, empurra a porta com força e consegue entrar, fechando-a imediatamente atrás de si. Júlia percebe que ele está em pânico. Roberto pede-lhe ajuda.

Nuno é surpreendido pelo agente da PJ que traz um mandado de detenção. Amélia diz que finalmente ele vai pagar pelo que fez, não pela morte da irmã, infelizmente, mas pela morte de Verónica. E sim sempre lhe mentiu, mas triunfou ao vê-lo agora ser preso.

Nuno diz que Verónica está viva, ele esteve com ela há um mês e ela falou com os filhos. Pede que entrem em contacto com os filhos de Verónica. Amélia diz que o homem a quem ele alugou o barco é testemunha. Nuno atira que com certeza ela lhe pagou e fez ameaças. Verónica sorri com a ideia dele ficar preso vinte e cinco anos, quer vingar-se pela morte da irmã, Nuno pede à PJ para fazer chamada. Liga a Ana.

Na loja de surf, o INEM não chega, Cris não quer esperar mais, com a ajuda de Gil leva Sónia para o hospital. Ana vê chamada de Nuno que lhe conta que foi preso, fica preocupada.

Roberto conta a Júlia que que se tratou tudo de um plano para incriminar Joaquim e proteger Júlia senão magoavam-na, ele só tinha de passar o dinheiro por paraísos ficais e ficava com uma comissão, fez tudo para dar a Júlia a vida que ela sonhava. Júlia surpreende-o quando diz que sabe da mulher que estava com ele. Roberto mente, diz que não era o que parecia para não levantar suspeitas, ela era a carcereira dele. Diz que a ama e se o apanham matam-no a ele e a ela. Júlia sai deixando-o sozinho em pânico.

Júlia precisa de falar com Nuno, Ana conta que ele foi detido, é acusado de ter matado Verónica. Ana vai à PJ esclarecer tudo.

Bernardo conta a Nazaré e Olívia que Nuno foi detido acusado injustamente da morte de Verónica. Sabe que Amélia convenceu o pescador a inventar história que Nuno levou Verónica inconsciente para o barco. Não têm como provar que Verónica está viva porque ela ligou de um número desconhecido. Decidem que o melhor é encontrar Verónica. Bernardo conta que Roberto voltou, Joaquim vai falar com ele.

João ajuda Matilde nas limpezas enquanto ela se prepara para a sessão de fotos, ele quer voltar a viver com ela, Matilde diz que tem de pensar.

Ermelinda diz que têm de afastar Bernardo, um deles tem de desaparecer para Bernardo se entreter com um mistério e os deixar em paz.

Toni reclama com Ismael por estar a fazer barulho, Glória diz que precisa de Felismina para desmarcar o Adolfo e o seu falso projeto. Ismael volta a ameaçar contar tudo se Toni não o ajudar a reconquistar Glória.

Vânia de rastos, Cris conta-lhe que Sónia assumiu que roubou e queimou as pranchas da loja, Vânia está muito preocupada com a irmã.

Joaquim furioso atira que Roberto lhe entregou uma arma para o incriminar. Roberto diz que Cortez o obrigou, pede ajuda a Joaquim e a Júlia. Eles querem que ele vá à polícia contar tudo e colaborar ou denunciam-no, Roberto acaba por ceder.

Érica, Bernardo e Oliva não sabem como provar que Verónica está viva. Érica tem uma ideia, ela e Bernardo gravam vídeo a apelar à mãe que livre Nuno da cadeia. Publicam nas redes sociais pedindo que quando ela os contacte ao ver o vídeo.

 (CONCLUSÃO)

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

2 Comentários

Clique aqui para comentar

ATV News

<>