fbpx
SIC

Martim Sousa Tavares lamenta a falta de educação para a Cultura em Portugal: “Não funciona…”

Martim Sousa Tavares

Martim Sousa Tavares é o convidado de Daniel Oliveira desta semana do programa “Alta Definição”.

Martim Sousa Tavares, jurado do “Ídolos”, esteve à conversa com Daniel Oliveira no programa “Alta Definição”. O maestro falou sobre o que sente da arte que prática e crítica a falta de educação para a Cultura em Portugal.

“Eu sinto que é importante que a arte, que neste caso aquela que pratico e defendo consiga chegar a todas as pessoas”, começa por dizer.

“Só que a educação para a Cultura é uma coisa que ainda não existe no nosso país e isto faz-se criando oportunidades, trazendo pessoas, mediando as experiências”, acrescentou.

“Eu não posso fazer um concerto de música clássica e esperar que as pessoas passem a adorar só porque foram. Não funciona. Eu preciso de falar com essas pessoas e fazer a ponte entre elas e aquilo que para elas é novo”, lamentou Martim Sousa Tavares.

O jurado do “Ídolos” referiu alguns pontos em que o ecossistema cultural em Portugal precisa de melhorar e revelou que começou a apostar no interior do País.

“Mas depois comecei a perceber que mais do que isto, o nosso ecossistema cultural em Portugal, precisa que também se invista nos próprios artistas e, portanto, virei um bocadinho a agulha da minha bússola para os jovens e para o interior do País, tem sido assim a grande paixão e o motor que me faz trabalhar todos os dias, porque é uma zona onde se sentem muitas assimetrias deste país. O interior é uma zona muito grande do país, com qualidade que não acaba, com um valor imenso, mas em condição de desigualdade em oportunidades, portanto todo o esforço é necessário”, garantiu.

Leia também: Candidato do “Ídolos” divide jurados e Martim Sousa Tavares atira: “Espalhar-se ao comprido”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>