Resumos

«Espelho d’Água»: resumo de 4 a 10 de dezembro

Resumo de 4 a 10 de dezembro da novela Espelho d’Água.

203º Episódio Editado

 

 

 

 

Destaque: Apesar de ter inaugurado a sua fábrica, Rita está triste por não ter o filho consigo. Luísa e Kiko tentam animá-la e afirmam que ela vai recuperar Duarte. Rita lembra com indignação que o juiz lhe retirou o bebé só porque António inventou que ela ia sair com ele e Vasco para fora do País e Jaime intervém para frisar que esse perigo de fuga já não existe. Luísa dispara que António pode comprar um juiz mas não a Justiça. Rita recebe uma chamada da advogada a avisar que o filho teve alta do hospital e fica furiosa por António não a ter avisado.

 

 

 

 

António leva o filho para casa e avança para o quarto que preparou para o receber.

Fernando visita Sara que permanece internada e em coma. Tiago entra no quarto e provoca o padrasto, insinuando que ele anseia pela morte da mãe, convencido de que ele sabe que Sara não entregou os papéis do divórcio. Fernando afirma nada ter a ganhar com a morte da mulher e exige a Tiago que pare com as indirectas. Lígia corta a conversa e informa-os de que Sara está a recuperar, embora não possa prever quando e se sairá do coma. Fernando olha para a mulher com ar desolado e Tiago olha para ele furioso.

Carmo começa a despedir-se da Mercearia Micaelense e conta com o apoio de Afonso, confessando ao filho que lhe custa abandonar o seu projecto de vida mas que, ao mesmo tempo, precisa de mudar e corrigir o passado.

Isabel e Joaquim preparam-se para receber Carmo e Afonso e embora reconheçam que foi bom o tempo que passaram sozinhos, concordam que será igualmente bom ter a família finalmente junta.

Apesar de ter inaugurado a sua fábrica, Rita está triste por não ter o filho consigo. Luísa e Kiko tentam animá-la e afirmam que ela vai recuperar Duarte. Rita lembra com indignação que o juiz lhe retirou o bebé só porque António inventou que ela ia sair com ele e Vasco para fora do País e Jaime intervém para frisar que esse perigo de fuga já não existe. Luísa dispara que António pode comprar um juiz mas não a Justiça. Rita recebe uma chamada da advogada a avisar que o filho teve alta do hospital e fica furiosa por António não a ter avisado.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close