fbpx
Famosos

Nini Remartinez morre aos 104 anos. Júlio Isidro faz bonita homenagem: “Perdi a minha namorada…”

Nini Remartinez, Júlio Isidro
Instagram

Nini Remartinez morreu este sábado, dia 20 de novembro. Tinha 104 anos.

Nini Remartinez, uma das estrelas da rádio do século passado em Portugal morreu aos 104 anos. A artista formou, em conjunto com a irmã Fernanda, o duo musical Irmãs Remartinez que marcou a geração passada. Foi com mais de 90 anos que aprendeu a trabalhar com o computador e com a internet, sem nunca desistir.

Júlio Isidro já reagiu à morte de Nini Remartinez com um texto emotivo nas redes sociais. “Chamavam-lhe Nini não sei se vestiu de organdi, mas era tecido do seu tempo. A época da Nini foi sempre o dia de hoje, quando a caminho dos 105 anos de idade, a mais antiga, a única sobrevivente dos tempos gloriosos da rádio, nos disse adeus”, começou por escrever.

“Sempre foi pequenina no corpo e enorme na alegria de viver. Dizia de si própria que era azougada e até maluca para a época, mas o que palpitava naquele peito era um coração cheio de amor pela música e espetáculo”, acrescentou.

Júlio Isidro teceu grandes elogios à amiga e enumerou as artes em que ela singrava: piano e violoncelo. Foi por volta de 1941 que as duas irmãs criaram a primeira ‘Girls band’ em Portugal. “Que sucesso a cantarem o ‘Vira viradinho’ o ‘Quem casa não pensa’ e até canções da América latina como ‘Farolito’ e ‘Cielito lindo'”, elogiou.

“Até hoje sabia de cor quanto tempo esteve casada e quantos bons partidos recusou porque só ele lhe tocou e mais ninguém. Também foi eleita Miss Aeronáutica e até me prometeu oferecer-me o alfinete de peito com as asas que ganhou numa noite memorável. Viveu feliz na Casa do Artista, aprendeu a navegar na internet e no facebook, ia aos espetáculos onde a levavam e encantava-se com a vida”, recordou a vida de Nini Remartinez.

“Vejo-a de mão dada com o seu único mais que tudo, a acenar trémula para os seus muitos amigos. Das ondas da rádio às ondas do mar, navega agora na nossa saudade. A mais antiga cançonetista portuguesa, menina da primeira girl band, Irmãs Remartinez, morreu! Perdi a minha namorada…”, terminou Júlio Isidro.

Leia também: Júlio Isidro: “Considerei-me uma espécie de sem-abrigo na RTP”

Veja aqui o texto na íntegra:

NINI FOI AO ENCONTRO DO MARChamavam-lhe Nini não sei se vestiu de organdi mas era tecido do seu tempo.A época da…

Posted by Julio Isidro on Saturday, November 20, 2021

 

 

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News