fbpx
Famosos

Marco Costa deixa testemunho emotivo: “Não está a ser fácil”

Marco Costa Pasteleiro

Marco Costa está determinado, apesar das dificuldades que estão a surgir devido ao novo estado de emergência do país.

Este fim de semana entram em vigor as novas medidas para evitar o contágio da pandemia Covid-19, e agora há recolher obrigatório a partir das 13h00, até às 05h00 durante os fim de semana.

O pasteleiro Marco Costa decidiu fazer um desabafo sobre as dificuldades associadas a este recolher obrigatório.

Este ano não esta a ser fácil! Nem para mim, nem para ninguém… Por isso mesmo, não podemos baixar os braços! Trabalhar enquanto houver trabalho! Amanhã, podemos ter de fechar às 13:00, mas, nem que eu não saia daqui, amanhã vocês todos vão ter os vossos bolos-reis! Seja Nutella ou Maçã, eles estarão prontos para vocês!“, começou por garantir o pasteleiro.

Obrigado a todos vocês que fazem os negócios pequenos andar para a frente! Este ano, no Natal, só quero pedir que comprem aos pequeninos, ao comércio pequeno, que está na guerra para sobreviver! Vamos todos nos apoiar. Se têm amigos, comprem aos vossos amigos! Estamos juntos! Força para todos“, apelou ainda Marco Costa.

Este sábado realiza-se uma manifestação que visa juntar proprietários e trabalhadores de restaurantes, pastelarias, cafés, espaços de diversão noturna, entre outros, em forma de mostrarem contra as medidas implementadas para combater a pandemia, e que têm prejudicado estes setores de atividade.

Marco Costa apelou a todos os proprietários para que se juntem à manifestação.

“Este sábado convocamos todos os donos de Discotecas, Bares, Restaurantes, Cafés, Pastelarias etc Convocamos também todos os relações públicas de Lisboa, para apoiarem todos os sítios onde trabalhavam. Estão também convocados todos os amigos dos proprietários e dos RP’s, a quem nunca dissemos NÃO nos momentos especiais. Convocamos também os milhares de influencers e Youtubers que sempre foram privilegiados e muito bem tratados em todos estes espaços”, começou por explicar.

“Chamamos à luta os nossos amigos e clientes a quem fizemos rir, dançar e sonhar, onde muitos deles casaram com pessoas conhecidas nos nossos espaços. Convocamos os nossos fornecedores e os nossos parceiros de bebidas, somos nós os responsáveis pela maioria do volume de vendas que fazem o ano inteiro”, concluiu.

Leia também: Ljubomir Stanisic indignado com novas medidas: “Cansaço e frustração”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News