fbpx
Famosos

Anna Westerlund revela o que passou a fazer após morte de Pedro Lima: “Tornaram-se momentos indispensáveis”

Anna Westerlund Pedro Lima
Instagram

Anna Westerlund partilhou uma reflexão com os seguidores nas redes sociais. A mulher de Pedro Lima revelou que começou a fazer caminhadas depois do marido morrer para clarificar ideias.

Anna Westerlund partilhou um texto com os seguidores e revelou que foi, recentemente, a Santiago de Compostela a pé. A mulher de Pedro Lima desabafou que começou a fazer caminhadas após o marido morrer.

Depois do Pedro morrer comecei a caminhar, acompanhada ou sozinha as caminhadas tornaram-se momentos indispensáveis na minha vida“, começou por escrever Anna Westerlund.

A caminhar clarifico ideias, intensifico emoções, respondo a perguntas e procuro paz e força“, acrescentou Anna Westerlund, antecipando as críticas que se avizinhavam. A mulher de Pedro Lima garantiu que estava sozinha.

Antes que venham as críticas, caminho onde há zero pessoas e sim são essências para o meu bem estar mental. Egoísta? Talvez. Mas quando o nosso egoísmo não colide com a liberdade dos outros e é em consciência com o que se está a passar é altruísmo para com a nossa alma“, rematou Anna Westerlund.

Texto na íntegra: 

“Vou tentar partilhar a simplicidade e a força simbólica do caminho. Depois do Pedro morrer comecei a caminhar, acompanhada ou sozinha as caminhadas tornaram-se momentos indispensáveis na minha vida.

A caminhar clarifico ideias, intensifico emoções, respondo a perguntas e procuro paz e força. O caminho é quase sempre o mesmo. Esta semana tive uma dessas caminhadas boas, porque umas são mais esclarecedoras que outras, em que encontrei dentro de mim algumas respostas e serenei algumas questões.

Quando me senti mais tranquila resolvi voltar para trás e fazer o mesmo caminho mas de regresso, que é mais duro a subir, talvez por isso o tenha sempre evitado.

E o que descobri? Que o caminho ao contrário é um dos caminhos de Santiago. Nunca teria visto as setas senão tivesse escolhido fazer o caminho mais duro de regresso. É preciso ouvir a nossa intuição para vermos os sinais, certo?

A walk in nature walks the soul back home. If you can’t fly then run, if you can’t run then just walk…

(antes que venham as críticas, caminho onde há zero pessoas e sim são essências para o meu bem estar mental. Egoísta? Talvez. Mas quando o nosso egoísmo não colide com a liberdade dos outros e é em consciência com o que se está a passar é altruísmo para com a nossa alma)

Leia também: César Mourão revela que gato de ‘Esperança’ precisa de uma família

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News