Famosos

Syco volta a assinar com grupo do «The X Factor USA»

Estávamos em 2010, quando Simon Cowell assinava, pela primeira vez, com uma banda vinda diretamente de um programa de televisão: One Direction («The X Factor UK»). Um ano mais tarde (2011), volta assinar com outro grupo, desta vez composto apenas por raparigas: Little Mix («The X Factor UK«) – o primeiro grupo de sempre a ganhar uma edição do «The X Factor». Dois anos depois (2013), chegou a notícia de que a Syco (produtora criada pela parceria de Simon Cowell com a Sony Music Entertainment) assinou com um outro grupo do «The X Factor», desta vez, vindo da versão america: Emblem3. Uma semana depois, chega agora a notícia que Syco e a Epic Records assinou com mais um grupo da versão americana de «The X Factor»: as Fifth Harmony!  O  mais surpreendente neste contrato é que as Fifth Harmony vão integrar a lista de artistas que L.A Reid detém na Syco.

Ally Brooke, Camila Cabello, Normani Hamilton, Dinah Jane Hansen e Lauren Jauregui começaram como completas desconhecidas e agora consideram-se irmãs. Foram às audições enquanto solistas, mas o destino juntou-as e agora são uma girlsband muito adorada pelo público. Acabaram  em terceiro lugar, atrás de Carly Rose Sonenclar e Tate Stevens, e foram consideradas como undedog durante a competição, sofreram desde início com o problemas do nome – começaram com Lylas, mas devido a algumas confusões mudar-no para 1432, porém, mais tarde, Simon insitiu que mudasse novamente, passado a serem conhecidas como Fifth Harmony – mas Simon não desistiu delas dizendo que via um brilho nelas que não via noutros concorrentes. O que é certo é que a sua perfomance de «Anything Could Happen» (de Ellie Goulding), durante a semifinal, aumentou-lhes a visibilidade e deu-lhes a oportunidade de irem à grande final.

«Eu soube, desde a primeira performance delas na Casa dos Júris, que fizémos o que era correto.», diz Simon. «A química entre as raparigas tanto fora como no do palco é fantástica. São raparigas fantásticas que se tornaram melhores amigas. São muito divertidas e, sobretudo, muito talentosas.», adiciona.

Desde o final do programa que a conhecida rede social Twitter tem sido invadida com trending topics para que Simon assinasse com o grupo de raparigas.

«Sermos introduzidas à família da Syco e da Epic significa muito para nós.», disse Camila. «Temos a oportunidade de aprender e trabalhar com os melhores do mercado – pessoas que construíram as carreiras de artistas que nos inspiram. O facto de nos ter sido dada a oportunidade de fazer a música que queremos, parece um sonho de onde nunca queremos acordar.»

Normani reforçou ainda quão alegres e agradecidas estão: « O “The X Factor” e o Simon deram-nos esta maravilhosa oportunidade de perseguir os nossos sonhos. Fazer parte de uma das maiores produtoras no mercado é um grande passo em tornarmos os nossos sonhos realidade. Estou extremamente contente por assinar com a Syco e a Epic Records.

O álbum de estreia vai ser produzido pela produtora e compositora multi-platina Julian Bunetta (One Direction, Boyz II Men, Flo Rida, Natasha Bedingfield, Leona Lewis), que trabalhou com o grupo enquanto participaram no talent-show. O álbum vai, ainda, contar com a colaboração dos compositores Autumn Rowe (Lewis, Cher Lloyd, Alexandra Burke) and Lil’ Eddie (Usher, Pink, Jessie J, Cody Simpson). Ainda não há data de estreia prevista.