fbpx
TVI

TVI já escolheu substituta para «Doce Fugitiva»

Fugitiva Tvi Já Escolheu Substituta Para «Doce Fugitiva»

Feitico-De-Amor

Com o fim da telenovela Doce Fugitiva, a TVI já escolheu a sua substituta. Protagonizada por Rita Pereira e José Carlos Pereira, Feitiço de Amor tem estreia marcada para o próximo dia 26 de maio às 18h45.

Com 348 episódios, foi originalmente exibida entre 22 de Junho de 2008 a 11 de Maio de 2009, tendo sido exibida no canal TVI Ficção no ano passado.

Leia a sinopse:

O CONTO DE FADAS ALICE SANTOS (Rita Pereira) é uma força da natureza. Jovem, bonita, impetuosa, teimosa, aventureira, mas ao mesmo tempo doce, carinhosa, simples e terna. Alice espalha alegria ao seu redor. Adora crianças e é igualmente afectuosa com os animais. Desde pequena que Alice sente especial afinidade por cavalos. Sempre aventureira, em criança costumava fugir para a coutada do vizinho para montar às escondidas o único cavalo que ele tinha.

Alice cresceu com intenção de ser veterinária e foi por causa disso que se mudou de Aveiro (onde morava com os pais) para o Porto. Habituada a tomar conta de si, e não querendo sobrecarregar os pais, que já tinham bastantes dificuldades financeiras, Alice meteu mãos à obra e arranjou part-times para custear os estudos e a estadia noutra cidade.

Serviu em cafés e restaurantes, trabalhou em lojas de animais, fez o que pode para se desenrascar. É atrás de um balcão que Alice conhece AFONSO MENEZES (Gustavo Vargas) e os dois apaixonam-se à primeira vista. Começam a namorar, vivem um sonho cor-de-rosa e o inevitável acontece. Encantado com a sua simplicidade, doçura e alegria contagiantes, Afonso pede-a em casamento. Feliz e apaixonada, Alice aceita de imediato. A novidade apanha todos de surpresa, sobretudo o pai de Afonso, que não vê com bons olhos que o filho case com alguém fora do seu universo social.

E logo alguém como Alice, que é tão dona do seu nariz que não se deixa pisar, nem curvar à vontade dos Menezes! Envolvida numa bolha de felicidade, Alice não quer saber das opiniões negativas do sogro. Ela quer é ser feliz e fazer os outros felizes, sobretudo Afonso! Porém, no dia do casamento, o sonho cor-de-rosa de Alice desmorona-se.

No copo de água, Alice apanha Afonso aos beijos com a sua prima, VERÓNICA SANTOS (Mafalda Pinto), uma mulher interesseira e sem escrúpulos. ALICE abandona o marido e foge, protagonizando uma fuga espectacular que deixa os convidados de boca aberta. Decidida a não deixar que ninguém saiba onde ela está, toma o rumo da capital. Alice chega a Lisboa apenas com a roupa que tem no corpo e alguns trocados na carteira, mas com uma grande vontade de dar a volta por cima. À chegada, entusiasma-se por uma prova de equitação.

É aí que conhece HENRIQUE SACRAMENTO (José Carlos Pereira), dono de um dos cavalos que está em competição. Os dois chocam de imediato. Entretanto, na pista, o cavalo de Henrique assusta-se e foge para a rua com a sua pequena cavaleira, SUSANA (Maria Ramos), na garupa. O pânico instala-se e cavalo e cavaleira sofrem um acidente. JOAQUIM MESTRE (Manuel Cavaco), capataz do Centro Hípico dos Sacramento e avô de Susana, percebe que Alice não tem para onde ir e pede-lhe que passe a noite a velar pelo cavalo.

Ela acaba por aceitar com pena do animal. Alice vai ficando e Joaquim contrata-a como tratadora. Mais tarde, Joaquim vai ensiná-la a ser equitadora e ela começa a dar aulas às crianças do Centro Hípico. Quando tudo parece correr sobre rodas, o destino volta a pregar mais uma partida a Alice. A proximidade com Henrique é cada vez maior e a atracção acaba por surgir. O pior é que Henrique representa tudo aquilo que ela mais detesta num homem. Playboy rico, mulherengo inveterado, está habituado a ter tudo o que quer, incluindo mulheres.

Interessa-se por Alice, mas ela não quer envolver-se com um homem que ainda é pior do que o seu marido no que toca à fidelidade. Ele não está disposto a desistir e, enquanto ela faz tudo para o afastar, Henrique vai fazer tudo para adicionar Alice ao seu rol de conquistas. Mais uma vez o destino decide intervir e, inevitavelmente, os dois acabam por se apaixonar. Porém, a relação de ambos não será fácil. É que além de Henrique ter os seus próprios dramas pessoais para resolver, Afonso aparece à procura da mulher, querendo-a de volta na sua vida.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

17 Comentários

Clique aqui para comentar

  • Outra novela como protagonista a Rita Pereira. Termina Doce Fugitiva com ela e começa Feitiço com ela. Vão massacrar os portugueses com a repetição dos mesmos atores e protagonistas.. Com tanta novela q a TVI fez, não terá outra com outra protagonista??? Atenção, nada contra à Rita Pereira.

  • Mas porque andam em reposições… que ponham um game show as 18 h tipo quer quer ganha ou toca o telefone e as 19 h um novela bem feita e com historias fortes. Que tal….?

  • A sério??? Outra repetição no canal??? Já quando começou a “Estrelinha” eu não achei boa ideia e agora mais outra? Falou-se num programa da Teresa Guilherme, o que era uma ótima ideia, mas imaginemos que devido á aparição de emergência do SS esta não pode. Não há mais nada para dar? Têm a serie “A casa é minha engavetada”, porque não dá-la a essa hora? O Querido vai das na TVI Ficção, porque não dar antes do Jornal das 8? (até acho que ganhava no horário) Se ainda fosse uma inédita, mas agora uma reposição de uma novela (enorme) vai saturar e vai-se ter que aturar com ela imenso tempo.

      • Eu também penso ser a hipótese mais coerente e acertada, tanto em nível de conteúdo como de resultados. Era uma lufada de ar fresco no horário e o programa até já tem nome. Bastava ir uma vez ao Goucha e á Cristina que no mínimo fazia o mesmo que faz a Doce Fugitiva.

        • A SIC já fez uma experiência na generalista, embora de manhã, e não correu bem. O Querido é um programa semanal, nunca poderá ser diário.
          É caro e até porque não há assim tantos programas gravados, certamente.

          • O querido dá semanalmente na sic mulher e o formato não tem nada que o impeça de dar diariamente mesmo que isso não acontecesse. Já relativamente aos horários são totalmente diferentes e o publico que abrangem também. Continuo a achar que isto ás 19h15 de segunda a sexta ia ser um sucesso na TVI.

          • Já viu transformarem 5 casas por semana? Além do orçamento não dar não havia logistica. Tinham de criar duas equipas para os arranjos.
            Não há nenhum lado onde um programa semelhante dê diariamente. (As repetições de programas antigos não contam obviamente)

    • Eu acho que isso vai acabar por acontecer, era uma maneira de ganhar no horário e ainda ganhar uns extras em publicidade

  • Não sei porquê mas tinha um feeling que iam dar isto a seguir á “Estrelinha”! Se é para repetir novelas porque não por o Dei-te Quase Tudo que está a dar nas madrugadas para essa hora? Essa novela é tão boa! E o tal game-show da Teresa Guilherme era só boato? Têm tanta coisa para por nessa hora e põe outra novela repetida!! Mas estes canais estão malucos? Já chega de repetições a todas as horas e mais algumas!

    • O “Dei-te quase tudo” foi aquela novela em que eles andaram mais de 300 episódios, ora eram irmãos, ora afinal já não era, depois afinal ja eram irmãos outra vez mas depois descobria-se que afinal era mentira… ? o.O

  • A TVI liderou anos a fio o horário das 19h no total anual, com os Morangos com Açúcar… Estupidamente decidiu acabar com a série, quando ainda liderava (por pouco, mas liderava) e desde aí tem sido só flops atrás de flops neste horário, agora até já nem se dão ao trabalho de investir, já só põem reposições… Uma lástima.

ATV News

<>