fbpx
TVI

TVI decide mexer no guião de «Jardins Proibidos»

Jardins Tvi Decide Mexer No Guião De «Jardins Proibidos»
Imagem: Facebook Jardins Proibidos
Imagem: Facebook Jardins Proibidos
Imagem: Facebook Jardins Proibidos

14 anos depois, a TVI decidiu apostar na continuidade a Jardins Proibidos, novela que em 2000 destronou a liderança absoluta da ficção brasileira junto do público português. Promovida como a «mais bela das novelas», a história assinada por Manuel Arouca tem ficado aquém do esperado pelos responsáveis do canal.

Assim sendo, a estação de Queluz de Baixo planeia mexidas no guião, à semelhança do que aconteceu com O Beijo do Escorpião, findada no passado sábado. Segundo avança a TV 7 Dias, o canal e José Eduardo Moniz reunir-se-ão futuramente para «tomarem algumas decisões em relação ao que podem mudar para subir as audiências».

Recorde-se que Jardins Proibidos estreou no passado mês. Depois de ter liderado a primeira semana, a novela foi relegada para o segundo posto com a estreia de Mar Salgado, a atual novela líder de audiências.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

15 Comentários

Clique aqui para comentar

  • então era para ser a grande novela do ano, e vai precisar de modificações no guião? agora também só falta fazerem a mesma pergunta também,,, a famosa quem matou???
    a meu ver esta novela não faz sentido ter uma continuação…. mas isto é so a minha insignificante opinião,

  • Sim eu acho que a historia não tem fio condutor por ex o Vasco e a Teresa na 1º nunca tiveram envolvimento romântico (quando mostra imagens da 1ª a falar de relacionamento que a avó não aprova refere-se a irmã do Chico com quem ele ficou), a avó ficou a adora-la não entendo este ódio agora…. ou será que estou enganada …. 🙂 foi a minha mãe que contou porque viu a 1ª e deixou de ver esta

  • Até “O Beijo do Escorpião 2” fazia melhor neste momento… LOL!

    Final ridículo, em aberto. Merece continuação, porque a novela para mim não acabou e ainda ficou muito por explicar e explorar. Enfim.

  • O que eu sugeria é dar mais enfase ao nucleo cómico, pouco tempo de antena a MONICA E O ALFONSO , fazer desaparecer o Eduardo,acho que se o TRIANGULO AMOROSO devia se ficar pela HELENA, TERESA E VASCO!

    • Para mim todo o elenco jovem era corrido… são todos uns miudos ricos mimados com histórias sem qualquer interesse, e os actores que os interpretam também não são exatamente grandes talentos…

  • Onde falta CINEMA nascem as telenovelas. Parece que os portugueses estão-se a cansar e mudar o que querem ver à hora de jantar. Já não era sem tempo. Isto é um aviso a Muniz. Que acabe com as novelas e crie de vez uma indústria de telefilmes, séries tipo Bairro e Equador e mini séries. Só assim é que se tem uma televisão generalista digna de ser vista.

    • Concordo plenamente! falta aposta em mini séries e telefilmes, mesmo! Como é um mercado ainda por explorar poderiam fazer um grande trabalho! Equador, por exemplo, na minha opiniao, foi fantástico, história, actores, paisagens, tudo!
      As telenovelas estao tao gastas…é uma pena, temo excelentes actores em portugal!

      • Não é um aviso ao MONIZ pois quem ta a ganhar é uma NOVELA!
        Concordo Ricardo! A TVI devia explorar sitcoms, séries,mini-séries, telefilmes( mas antes de mais nada ponham em antena os telefilmes que tão na gaveta)
        Deviamos tbm seguir o exemplo de canais da AMÉRICA que são líder de audiências com talk-shows como “THE TONIGHT SHOW” e “LATE NIGHT”!

        • Exato, André. Subescrevo na integra. O que duvido é que com Muniz a ser consultor o panorama mude em breve. Ele sempre que toma conta de um canal o que é que ele faz?. INVESTE em telenovelas e mais telenovelas. Porra, é incrível mesmo. Será que não sabe fazer mais nada???. Também me custa duas coisas: Uma, é a poder politico nada fazer para alterar as coisas, a outra é Marcelo Rebelo de Sousa, Marques Mendes, José Sócrates e outros NADA FAZEREM, isto é , não fazerem lobby enquanto comentam. Simplesmente ignoram as coisas de uma forma resignada. Eles deviam criticar e tentar que as coisas mudem. Também não temos uma indústria de cinema em Portugal GRAÇAS A ELES. Nisso parecem-se com Salazar que nunca ligou ao cinema. O Estado é que decide quem filma e sobrecarregam os produtores com uma enormidade de impostos, ora isto é inacreditável. Tudo vai dar ao mesmo, o Poder politico não liga à cultura nem à televisão e isto tem que ser mudado de vez. Mas só com jornalistas mais novos porque está-se a ver com os mais velhos, mudanças poucas ou nenhumas.
          Há uma pessoa que está ir contra a maré que é Nicolau Breyner, ele a pouco e pouco está a tentar alterar a situação.

          • Eu fiquei paralisado quando o VASCONCELOS anunciou que os Gatos não tem vertigens era o seu ultimo filme. Nicolau Breyner é o grande impulsionador do cinema português!
            Acho que ou mt me engano ou mt em breve, o país vai mudar!
            Isto passa tbm por arranjar soluções para a overdose de novelas em PORTUGAL! Podiamos começar por produzir sitcoms,séries de epoca e quem sabe, uma telenovela de vez em quando…!

      • Exatamente Jéssica. Temos ótimos atores e autores em Portugal, sem dúvida mas infelizmente não há vontade politica para mudar a televisão à hora de jantar. Deve saber que a esmagadora maioria dos atores DETESTA fazer telenovelas, só o faz porque dá um grande salário ao fim do mês, porque por vontade, nenhum faz por gosto. Como você, penso que está na hora de “mudar de agulha” pena que os diretores dos canais não terem pensado nisso antes. Continuam a investir em telenovelas em catadupa sem cessar em todos os canais generalistas. Acho que tem que ter um fim mais tarde ou mais cedo. O futuro passa por séries, mini séries e telefilmes esse é o caminho que vai ser trilhado mais tarde ou mais cedo. Fazer como Rangel fez na SIC em 2000,isto é, fazer telefilmes como o “Amo-te Teresa” e séries como o “Capitão Roby”. Além do mais, o “Equador” mostrou que nós quando queremos fazemos coisas fantásticas. Essa série é a prova, eu gostei tanto que a comprei mal saiu em DVD. Custa-me muito ver atores de gabarito como Alexandra Lencastre, Rui de Carvalho, Rogério Samora e outros a “arrastarem -se” em produtos que duram às vezes 1 ano ou mais. Chega de novelas e invista-se de vez nos formatos que mencionei antes. Nós somos da Europa não da América do Sul. Por isso faça-se uma industria de telefilmes, séries e mini séries de uma vez por todas, para bem dos atores e de “nós” público. .

        • O problema maior seria, à partida , o financiamento desse tipo de formato. Lembro me de, na altura de Equador, se falar que o projecto seria caríssimo, mas com um certo esforço e boa organização de fundos as coisas funcionariam perfeitamente! Mas o maior obstáculo é o público! Esta cultura televisiva está de tal modo enraizada que vai ser muito dificil mudar os hábitos de milhares de pessoas,no entanto temos de começar por algum lado, nao é. ?
          Os canais de tv seguem a tendência, eles oferecem o que “nós ” queremos comprar! Enfim, ja vi grandes formatos serem cancelados por falta de audiência, mas coloca se a questão: nao funcionou porquê? foi o horário? o conteúdo? As nossa gente nao gosta de dar segundas oportunidades, entao corta-se logo l mal pela raiz, nao dá dinheiro, cancela se! Eu compreendo, é um negócio! Daí os canais por cabo estarem cada vez mais em voga, alguns portugueses começam a ficar saturados! Mas nao podemos esquecer um facto importantíssimo, a população portuguesa está muito envelhecida, pessoas que passam os dias em frente à televisão, que consomem qualquer produto que lhes seja oferido, so pela companhia, nao estão para se chatear, e esses, são, a massa que vê as novelas, as “casas
          dos segredos”, os pobres que andam no cenário inclinado, e os cantores pimba ao domingo à tarde!!
          Vamos esperar que alguém com ideias mais modernas apareça e nos surpreenda, ainda nada está perdido!
          Foi um gosto falar consigo! Falta gente com esta mentalidade!

ATV News