fbpx
TVI

Tony Carreira: “Quando estou em palco tento procurar um sinal da minha filha…”

Tony Carreira, Entrevista Contrato Tvi
Instagram

Por ocasião da celebração de um contrato de exclusividade com a TVI, Tony Carreira deu uma entrevista no ‘Jornal das 8’.

Tony Carreira deu uma entrevista a José Alberto Carvalho, por ocasião do contrato com a TVI, mas a conversa acabou por puxar ao lado mais emotivo, quando se falou sobre a sua filha, Sara Carreira.

O cantor recorda o carinho dos fãs neste momento difícil, e afirma que “Portugal inteiro foi maravilhoso nesse sentido“, e relembrou um desses episódios em que o amor falou mais alto, e que o deixou surpreendido.

Onde a minha filha teve o acidente, tinha o hábito de ir lá pôr uma vela. Um dia coloco a vela e passa um camião e apita. (…) um casal baixa o vidro e diz “é simplesmente para lhe dar um abraço”“, contou.

As pessoas têm comigo um carinho, que eu espero nunca desiludir os portugueses“, admitiu.

“Tento procurar um sinal da minha filha, qualquer coisa”

Depois de vários meses afastado dos holofotes, avizinha-se uma onda de concertos, que vão manter o cantor muito ocupado.

Quando estou em palco, ainda hoje tento procurar um sinal da minha filha, qualquer coisa. (…) Há momentos muito difíceis, porque esta perda é uma coisa que jamais vou superar, isso já sei“, lamentou.

Tony Carreira diz que continua sem saber nada do inquérito, e que lhe dão uma previsão de três, quatro anos: “Eu acho desumano“.

Agarro-me àquilo que posso. Se vejo passar uma borboleta, quero acreditar que é um sinal dela. Agarro-me a certas coias que pontualmente me fazem bem, e claro que tenho momentos em que caio, e é possível que eu esteja em palco e que me aconteça. Tudo é possível“, afirmou.

Eu e a Fernanda temos um papel muito importante que é, continuamos a ter dois filhos maravilhosos, que precisam de nós e que sofrem tanto quanto nós. Não posso cair à frente deles“, rematou.

No final, José Alberto Carvalho leu um texto do músico Nick Cave, que também perdeu um filho de 15 anos, e que deixou tanto o apresentador como Tony Carreira muito tocados.

Tenho os pensamentos, que são meus, mas que entram aí dentro. Depois da partida da minha filha, porque eu não gosto de chamar de morte, depois disso tenho que me erguer, por mais que doa tenho que me erguer. E assim será. Quero acreditar piamente que um dia vou estar com ela“, concluiu.

Leia também: Tony Carreira: “O meu refúgio nesta dor foi o estúdio”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News