fbpx
TVI

Sérgio Vicente acusa José Castelo Branco


Depois de Vera Ferreira é a vez de Sérgio Vicente não poupar nas críticas ao colega de tribo durante 21 dias. Em entrevista à Nova Gente desta semana, o ex-Big Brother contou os motivos pelos quais chegou bastante irritado da aventura pela Namíbia:

“Não foi fácil conviver com o José Castelo Branco. Ele é muito mau-carácter”, começa por dizer o concorrente, acrescentando de seguida: “Sempre pensei que aquilo fosse uma personagem que ele tivesse criado para aparecer na televisão e, quando as câmaras se desligassem, ele fosse uma pessoa normal. Mas não, ele é mesmo assim. É intragável! Sinceramente, não sei como é que as pessoas o aguentam. Percebo que lhe achem graça, porque não é minimamente engraçado, principalmente para quem convive com ele durante tanto tempo”, acusa.

Sérgio Vicente vai ainda mais longe e conta algumas situações que revelam quem é o “conde”: “Ele é de um egoísmo como nunca vi. Houve dias em que roubámos comida à produção, como bolachas e maçãs, e dividíamos entre os quatro. Ele roubava cinco ou seis maçãs e comia-as todas seguidas! Não dava nada a ninguém”, declara.

Na mesma entrevista, o companheiro de Verónica Silva conta ainda os diferentes tratamentos dos concorrentes: “Isto é como as equipas de futebol. Eu percebo que nem todos ganhem o mesmo, mas, quando os jogadores vão para competições, as condições são iguais para todos”, desabafa, acrescentando: “Ao contrário do que nos tinham dito, nós só tivemos direito a um telefonema para casa. O Zé teve três. E enquanto eu, a Marta e a Vera tínhamos a nossa roupa dentro de cabanas que metiam água por todo o lado, as malas do Zé estavam no acampamento da produção que, todas as manhãs, lhe deixava um cabide com o modelito para aquele dia”.

A terminar, Sérgio adiantou que não ficou amigo de José Castelo Branco: “O Zé usa as pessoas. Fala muito daquele miúdo, o Assesseta, e diz que o quer trazer para cá. Só se for para ser criado dele, porque era assim que o tratava na tribo. O Zé estava sentado, tinha a mala da maquilhagem a dois metros e chamava o miúdo, que estava a 20, para a ir buscar. Isto não é normal”, concluiu.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

1 Comentário

Clique aqui para comentar

  • Tinha tanta esperança que assassem este ou esta Castelo Branco na tribo, dentro de um caldeirão. Que inutilidade de criatura.

ATV News

<>