TVI

Sérgio Figueiredo sobre entrevista a Mário Machado: «Foi inoportuna e irrelevante»

Foto: CM

Foi na passada semana a polémica entrevista de Mário Machado à TVI. Hoje, numa entrevista ao Diário de Notícias, Sérgio Figueiredo, diretor de informação da estação de Queluz, comenta o caso e admite que o espaço de antena concedido ao líder da Nova Ordem Social foi «um erro».

Citado pelo jornal da Global Media, o diretor de informação esclarece a linha ténue que separa a informação do entretenimento e garante que nada tem que ver com a opção de convidar o ativista de extrema direita ao matutino conduzido por Manuel Luís Goucha. «Os conteúdos dos programas de entretenimento dependem de outra direção, não têm uma intervenção jornalística e editorial por parte dos jornalistas da TVI».

Sobre a entrevista conduzida por Manuel Luís Goucha e Maria Cerqueira Gomes durante a emissão de Você na TV!, Sérgio é assertivo na análise que lhe faz. «O diretor de informação da TVI considera que a entrevista foi inoportuna e irrelevante», refere, explicando – «Irrelevante porque, felizmente, uma personagem com aquelas características não tem relevo na sociedade, não é representativa. E inoportuna, de facto, porque as democracias não se estão a tratar muito bem a si próprias».

Entre «muita hipocrisia e falso moralismo», o responsável pela informação do canal da Media Capital não nega a sua responsabilidade pela presença do ativista no SOS 24, um programa de informação, mas relega o foco da conversa para a presença deste no matutino da estação. «A polémica está centrada no Goucha e no Você na TV!, portanto não vamos colocar as coisas nos mesmos planos. (…)», afirma Figueiredo, que esclarece como tudo sucedeu – «Nós soubemos já em emissão que o Mário Machado estava nos estúdios da TVI», pelo que «por maior contraditório  que [Goucha] tentasse fazer», o objetivo seria confrontá-lo com «um contraditório de facto, um ativista da Associação SOS Racismo», que figurou entre os convidados do programa.

«Mário Machado não foi convidado para o SOS 24 independentemente do que aconteceu. Foi uma atitude de responsabilidade e de solidariedade, e foi tornar a TVI mais imune a uma polémica que nós não imaginávamos que ia atingir a dimensão que atingiu», esclarece ao diário.

ATV News


Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close