fbpx
Famosos TVI

Sara Barradas é barrada no aeroporto quando tentava viajar para os EUA

Sara Barradas
Instagram

Sara Barradas pretendia deslocar-se aos Estados Unidos, de modo a acompanhar a gala dos International Emmy Awards. Foi impedida quando já estava na porta de embarque.

Como protagonista de ‘Quer o Destino’, projeto que estava nomeado na categoria de Melhor Telenovela Internacional, Sara Barradas tentou deslocar-se até aos Estados Unidos durante o dia desta segunda-feira. Iria chegar a esse país quando faltassem cerca de 30 minutos para o início da gala dos International Emmy Awards, mas foi impedida de viajar quando já se encontrava no aeroporto de Lisboa.

O motivo pelo qual não conseguiu embarcar foi o facto de não ter duas doses da vacina contra a Covid-19. Teve a doença no início do ano, mas ainda assim os Estados Unidos não lhe iriam permitir a entrada. Foi isso que lhe explicou um funcionário da TAP, na porta de embarque, e Sara Barradas teve então de voltar para trás.

Para além desse desgosto, teve um outro algumas horas depois. É que a telenovela ‘Quer o Destino’ não conseguiu alcançar o tão desejado prémio.

Leia aqui o desabafo de Sara Barradas:

«Tragicomédia. 1/2. Diretamente dos International Emmy Awards 2021. #sóquenão. Diretamente da minha casa, vestida a preceito.

Para quem não sabe, ontem [segunda-feira] rumaria a Nova Iorque a propósito da nomeação de ‘Quer o Destino’ para melhor telenovela internacional.

Acontece que fui impedida de viajar, juntando-me assim aos meus colegas, para representar toda a equipa técnica, artística e criativa deste feliz projeto. Juntar-me-ia apenas ontem a eles, que viajaram sábado, porque sábado e domingo tive espetáculo (eu e o Vargas).

Já na porta de embarque, um senhor da TAP disse-me que os EUA não deixavam entrar ninguém que não tivesse as duas doses da vacina, mesmo já tendo tido Covid. É o meu caso. Tive Covid no início do ano, e quando fui levar a vacina foi-me dito que obteria o certificado apenas com uma toma. Certificado esse válido em Portugal e na União Europeia apenas, segundo parece, já que cada país tem a liberdade de alterar as regras de vacinação quando e como bem entende. E o mesmo aconteceu, recentemente, nos EUA. Eu tinha o certificado, um teste PCR, uma declaração do meu médico, o visto, passaporte, tudo.

Depois de muitas perguntas, de muita indignação, estupefacção, despedi-me do Filipe Vargas e voltei para trás. Note-se que já tinha feito o cabelo na noite anterior e a make-up às 08:00 horas da manhã, porque o nosso voo chegava 30 minutos antes de começar a red carpet, e teríamos de ir diretos para a gala, se quiséssemos chegar a tempo. Estava tudo pensado.

Claro que fiquei triste, por todas as razões, por não estar lá ao lado dos meus colegas a representar um projeto que me fez tão feliz, me trouxe coisas tão boas, e me ensinou tanto. Mas não aconteceu. Provavelmente, não tinha de acontecer… A vida adora tirar-me o tapete, mas eu gosto de voar nele!

Por isso, cá estou eu numa produção, a partir da minha sala, a sentir-me a Cinderela/Gata Borralheira! O vestido lindo, feito especialmente para mim, é do incrível João Rôlo. A make-up (que esteve perfeita durante mais de 16 horas) é da talentosa Joana Moreira. O cabelo ultra liso desde ontem, graças à fantástica Oksana, que não o deixa levar a mal. O prémio não veio para Portugal, ganhou a China. Mas nós também ganhámos! Quis o Destino!» (Sara Barradas)

Leia também: José Raposo recorda reação do filho ao saber que namorava com Sara Barradas

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News