TVI

Ruy de Carvalho: “O meu pai, felizmente, deu-lhe um murro e ela caiu para o lado”

Ruy de Carvalho é um dos atores mais conhecidos e acarinhados pelo público português. Em entrevista a Fátima Lopes, no programa ‘Conta-me Como És” deste sábado, o ator falou de alguns dos momentos que mais o marcaram ao longo da sua vida.

O artista começou por recordar uma fase bastante difícil que teve de enfrentar: a morte do irmão. João de Almeida, faleceu aos 22 anos, vítima de doença.

“O meu irmão entrou em cena, só que arrebentou-lhe o apêndice no primeiro ato. Quando acabou estava verde. 15 dias depois morreu”, explicou.

O ator confessou ainda que a mãe passou momentos muito difíceis. “A minha mãe quis suicidar-se. O meu pai, felizmente, deu-lhe um murro e ela caiu para o lado. Foi a primeira [e única] vez que concordei com a violência doméstica, também não era praticada na minha casa”.

A atitude do pai viria a salvar a mãe, explicou o artista.

Ruy de Carvalho recordou ainda, ao longo da entrevista, a relação de uma vida que manteve com Ruth de Carvalho.

“Nunca teve ciúmes maus, só ciúmes bons. Tive uma grande companhia”. O ator recordou que Ruth ficou em casa a tomar conta dos filhos.

“Ela é que resolveu ficar em casa, não foi um pedido meu. A família é uma boa almofada, um bom suporte”, salientou.

Ruy de Carvalho, de 92 anos, concluiu a entrevista referindo que ‘o nosso espírito não tem rugas. Se não pensares nos anos que passaram na tua vida, és sempre jovem’.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News