fbpx
TVI

Rui Bandeira: O corte de cabelo, a carreira e o amor pela mulher e pelos filhos

Rui Bandeira
Instagram

Rui Bandeira foi entrevistado esta quarta-feira, dia 13 de outubro, por Manuel Luís Goucha e falou sobre a pandemia, o corte de cabelo e o amor pela mulher e os filhos.

Rui Bandeira começou por falar do corte de cabelo, que era a sua imagem de marca. O cantor confessou a Goucha que não queria ser conhecido pelo seu cabelo comprimido, mas sim pela sua voz.

A vontade de mudar surgiu durante a pandemia, altura que chegou a pesar quase 100 quilos. “Foi tudo junto. Foi o facto de teres uma vida ativa, confortável, e de um momento para o outro… comecei a agarrar-me à televisão para ver se havia alguma novidade, alguma vacina, alguma coisa em que pudesse voltar à minha normalidade“, começou por dizer.

“Quer a gente queira, quer não, todos nós sofremos com isto, mas a área da Cultura foi muito complicado. Estamos a entrar a conta gotas, mas acredito que o ano de 2022 vai ser muito positivo”, afirmou ainda.

Rui Bandeira explicou que durante os 20 meses afastados do palco, agarrou-se ao piano e conseguiu compor um disco inteiro. O primeiro single, ‘Ciúme’, será apresentado ao público já esta sexta-feira. O disco totalmente da sua autoria sairá em dezembro.

“Tive tempo para pensar, fez-me voltar à minha essência e fez-me, acima de tudo, pensar numa coisa que sempre me disseram: ‘não corte o seu cabelo’. Até que chegas a uma pandemia e começas a pensar: ‘será que eu só sou um cantor de cabelo comprido? Eu sou mais de que isso'”, disse, salientando  que quer ser reconhecido pela voz e não pelo seu longo cabelo.

O cantor recordou ainda a separação dos pais. Na altura, tinha 3 anos e foi viver com os avós. Pouco tempo depois, foi viver com o pai e a madrasta onde foi feliz. Contudo, a mãe nunca desistiu de lutar pela sua custódia.

Rui Bandeira recordou que ficou dividido entre os dois, pai e mãe, e sentiu-se uma “arma de arremesso”. Com medo do progenitor ficar desiludido, disse em tribunal que queria continuar a viver com ele.

Na adolescência decidiu fugir de casa e entrou numa fase de rebeldia, nomeadamente começou a fumar com 12 anos. Ficou sem falar com o progenitor vários anos, mas acabaram por fazer as pazes.

O artista não conteve a emoção ao ouvir mensagens da avó, dos pais e da irmã da parte do pai. Rui Bandeira recordou que pouco tempo depois do filho Tiago nascer conheceu Siara, atual companheira, e foi sincero na altura com a mãe do menino, colocando assim um ponto final à relação.

Pouco tempo depois, Rui e Siara tiveram uma filha em comum: Bárbara Bandeira. “Tive a sorte de ter dois filhos de mães diferentes com uma cumplicidade … Os melhores irmãos do mundo”, disse, visivelmente emocionado.

Os dois seguiram a música e não podia estar mais orgulhoso. “Estou feliz, eles são felizes porque escrevem as canções deles”, afirmou. O artista foi surpreendido por Siara e ficou em lágrimas.

“Passado estes anos (22 anos) continuo apaixonado por ela. Ela é a pessoa que suporta isto tudo, que trabalha mais nos bastidores. É a pessoa que me motiva”, disse, enquanto as lágrimas escorriam pelo rosto.

Leia também: Adeus, cabelo comprido! Rui Bandeira faz mudança de visual surpreendente

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News