fbpx
TVI

Ruben Rua desconsolado com a morte do seu ‘patudo’: “Foi por amor que o deixamos descansar…”

Ruben Rua
Ruben Rua/Instagram

Ruben Rua deixou um longo desabafo depois da perda do seu ‘patudo’.

Ruben Rua recorreu à sua conta de Instagram para chorar a morte do ‘patudo’ Thai, que adotou em conjunto com Sofia Ribeiro quando estes ainda eram casados. O apresentador da TVI deixou um longo desabafo e agradeceu ainda aos seus pais que passaram a maior parte do tempo com o cão após a separação do comunicador.

“O Thai partiu hoje. Tinha 11 anos e 7 meses. Dizem que seria o equivalente a 82 anos de idade humana… enfim… contas que fazemos à vida para tentar aceitar a morte. E como é na morte que curiosamente muitas vezes mais pensamos e reflectimos sobre a vida, a noite de hoje não será excepção”, começou por escrever.

“O Thai teve uma vida extraordinária. E nesse aspecto o meu profundo agradecimento vai inteiramente para os meus Pais. Afinal de contas foram eles que praticamente sempre cuidaram dele. O Thai foi para mim um dos maiores exemplos do que é a vida. Este subir e descer de montanha que ambicionamos cumprir se o fim não chegar cedo demais”, continuou Ruben Rua.

“[…] E o olho que perdeu vítima de um ataque, mostrou-me a superação de uma dificuldade, que deixou marcas (a todos os níveis) mas que nos permitiu continuar. E o Thai continuou… Continuou até ficar mais velho. Até ter dificuldades em andar. As escadas passaram a ser impossíveis e os passeios cada vez mais curtos. A hidroterapia e a acupuntura melhoraram a sua qualidade de vida, mas o tempo é um cruel cobrador e o pior havia de chegar”, confessou.

Ruben Rua sublinhou ainda: “O Thai ficou imobilizado e a vida deixou de ser vida. Para ele e para aqueles que estavam à sua volta. Afinal de contas, o sofrimento daqueles que sofrem também o é para aqueles que os amam. E foi por amor que o deixamos descansar. Não fosse o amor a condição maior da sua existência. Tudo o que lhe demos, o Thai devolveu. Ou talvez tenha sido o contrário”.

“O Thai passou a ser parte da família que nunca tinha tido qualquer animal de estimação. E será sempre. O espaço que deixa nunca voltará a ser ocupado, não é, contudo, um espaço vazio. Ficam as infinitas memórias de tudo o que vivemos juntos. Hoje é um dia triste, principalmente causado por uma vida tão feliz. Despeço-me com amor e na certeza que nunca me esquecerei dele. Thai”, terminou.

Ora veja a publicação:

Leia também: Cristina Ferreira elogia Rúben Rua e Helena Coelho: “Continuo a achar uma dupla extraordinária”

Tags

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News