TVI

Reportagem de Alexandra Borges leva a denúncias sobre fraudes

Reprodução Facebook

A reportagem conduzida pela equipa de investigação de Alexandra Borges sobre o esquema fraudulento, associado à agência NetGold, que aliciava jovens para a compra de book’s e formações certificadas com o intuito de garantirem o seu lugar em produções da TVI e da Plural, levou a que, nas redes sociais, fossem denunciadas centenas de casos de burla.

Com a página de Alexandra Borges a ser invadida com comentários sobre agências de talentos com esquemas similares, foi a publicação de Miguel Somsen – copywriter da TVI – que saltou à vista dos internautas.

No seu mural, o profissional de Queluz de Baixo relatou uma situação que o envolveu pessoalmente e que o fez perder tempo, tendo recuperado o seu dinheiro muito tempo depois.

O copy da TVI conta que foi desafiado por uma editora para escrever dois livros sobre duas das 7 maravilhas de Portugal, tendo, após ter terminado os trabalhos, verificado que a editora não tinha intensões de lhe pagar os trabalhos.

Se nas histórias de Alexandra Borges os envolvidos acabaram por sair “derrotados”, Miguel Somsen garante que – a muito custo e depois de se juntar aos restantes autores dos livros – acabou por receber o valor que estava em dívida, alertando, no entanto, para o facto da editora ter mudado de nome, mas continuar a ser conduzida pela pessoa que na altura o tentou burlar.

Ontem, enquanto via a reportagem da TVI sobre as crianças e jovens ludibriados por um daqueles agentes que lhes prometia…

Publiée par MC Somsen sur Jeudi 11 avril 2019

ATV News