fbpx
TVI

Quer o Destino: Inês Herédia faz texto emocionante perto do fim das gravações

ines heredia
Instagram

A poucos dias do fim das gravações, Inês Herédia, atriz de ‘Quer o Destino’, escreveu um longo texto sobre a personagem que interpretou na telenovela da TVI.

Leia aqui a publicação que fez na rede social Instagram:

Passou um ano. Ela sabe a verdade, mesmo quando finge que não sabe. Mas o amor não se apaga assim. Um ano a lutar contra o que sente, um ano de saudades, de frustrações, um ano de uma profunda solidão, um ano na certeza de que nada nem ninguém lhe devolverá a inocência, um ano em que se sentiu a escolhida e a preterida ao mesmo tempo.

Um ano de uma gravíssima carência emocional. Um ano em que precisou de arranjar culpados para conseguir continuar a existir. Um ano em que o amor cresceu ao ritmo que ela pedia que ele desaparecesse. Não te quero amar, não te quero querer. Não te quero. Não te quero. Quero-te. Um ano em que se descobriu sem nunca o ter pedido. Um ano de depressão, esse vírus intangível que cresce devagarinho.

Um ano a sentir-se culpada. Um ano de perguntas sem respostas. Um ano a jogar à defesa. Um ano de vergonha. Um ano em que este desequilibrado cocktail emocional se tornou na única coisa que a mantém viva. E por isso ficou. Porque aqui ainda dói e se dói é porque ainda está viva. E há alturas na vida em que a dor é a única prova de que ainda estamos vivos.

A Isabela cresceu porque lhe foi imposto, e agora vai ter de tentar apanhar o comboio. Estamos a poucos dias de acabar as gravações e eu sinto-me a maior privilegiada do mundo por ter tido nas mãos esta personagem tão densa que vos vai fazer sentir tanta coisa – tanta coisa menos boa, mas absolutamente necessária para que a história ganhe força.

O que aí vem para a Isabela, foi um gigantesco ato de coragem de uma equipa criativa brilhante, de quem o aprovou, e uma enorme prova de respeito de uma equipa técnica igualmente brilhante. É preciso agarrar o touro pelos cornos para contar esta história, principalmente no formato novela, mas aqui ninguém hesitou. Ninguém o quis fazer como produto menor, e por isso foi uma das maiores e mais intensas viagens que vivi como atriz.

Obrigada, Pedro Sousa. Foste tudo. Fomos uns corajosos. Faltam-me palavras para ti. Não está fácil para mim largar a Isabela, tem sido muito comovente experimentar tudo isto. Mas olhem, é agradecer, cortar o balão e vê-lo voar, como diz a outra. Agora é vossa“.

View this post on Instagram

Passou um ano. Ela sabe a verdade, mesmo quando finge que não sabe. Mas o amor não se apaga assim. Um ano a lutar contra o que sente, um ano de saudades, de frustrações, um ano de uma profunda solidão, um ano na certeza de que nada nem ninguém lhe devolverá a inocência, um ano em que se sentiu a escolhida e a preterida ao mesmo tempo. Um ano de uma gravíssima carência emocional. Um ano em que precisou de arranjar culpados para conseguir continuar a existir. Um ano em que o amor cresceu ao ritmo que ela pedia que ele desaparecesse. Não te quero amar, não te quero querer. Não te quero. Não te quero. Quero-te. Um ano em que se descobriu sem nunca o ter pedido. Um ano de depressão, esse vírus intangível que cresce devagarinho. Um ano a sentir-se culpada. Um ano de perguntas sem respostas. Um ano a jogar à defesa. Um ano de vergonha. Um ano em que este desequilibrado cocktail emocional se tornou na única coisa que a mantém viva. E por isso ficou. Porque aqui ainda dói e se dói é porque ainda está viva. E há alturas na vida em que a dor é a única prova de que ainda estamos vivos. A Isabela cresceu porque lhe foi imposto, e agora vai ter de tentar apanhar o comboio. Estamos a poucos dia de acabar as gravações e eu sinto-me a maior privilegiada do mundo por ter tido nas mãos esta personagem tão densa que vos vai fazer sentir tanta coisa – tanta coisa menos boa, mas absolutamente necessária para que a história ganhe força. O que aí vem para a Isabela, foi um gigantesco acto de coragem de uma equipa criativa brilhante (@hmmamaral, @franciscoantunez e @joanabrandoa), de quem o aprovou, e uma enorme prova de respeito de uma equipa técnica igualmente brilhante. É preciso agarrar o touro pelos cornos para contar esta história, principalmente no formato novela, mas aqui ninguém hesitou. Ninguém o quis fazer como produto menor, e por isso foi uma das Maiores e mais intensas viagens que vivi como actriz. Obrigada @pedrosousa__ , foste tudo. Fomos uns corajosos. Faltam-me palavras para ti. Não está fácil para mim largar a Isabela, tem sido muito comovente experimentar tudo isto. Mas olhem, é agradecer, cortar o balão e vê-lo voar, como diz a outra. Agora é vossa 💙

A post shared by Inês Herédia (@inesheredia) on

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

ATV News