TVI

Pesadelo na Cozinha: Dono do restaurante 2002 traído pela família

© TVI

Pesadelo na Cozinha rumou até Mangualde para ajudar o Restaurante 2002. Rafael, proprietário do estabelecimento comercial, pediu ajuda a Ljubomir Stanisic, por estar há mais de dois anos a lutar pelo restaurante, que já esteve à beira da falência, por causa de uma dívida de quase 100 mil euros.

A viver em Angola por muitos anos, Rafael regressou a Portugal após a morte do avô, para tomar conta do negócio da família. Apesar da dívida elevada, Rafael decidiu continuar com o negócio em homenagem ao seu avô.

«Estou a gerir isto há dois anos e meio, é um negócio de família que era do meu avô. Mas eu não trabalho só com isto, isto não é o meu ganha-pão, de todo. Eu trabalho aqui, mas em memória do meu avô, mais nada. Porque isto não é o meu ganha-pão, não é daqui que sobrevivo nem pago as minhas contas, de certeza absoluta», começa por contar à TV7 Dias.

Inicialmente o 2002 era um snack-bar e um minimercado, mas que foi encerrado entretanto por Rafael, que confessa ter sido uma decisão de «risco», mas necessário, por o minimercado estar a dar «muitas dores de cabeça».

No entanto, quando aceitou tomar conta do negócio, viu que não tinha o apoio da família. «A famí­lia não apoia esta decisão de manter o espaço aberto, estou sozinho. Por opção da família era fechada a empresa. O meu pai sempre dependeu um bocado de mim, porque ele não tinha possibilidade de vir para Portugal, porque te­mos lá negócios, era complicado voltar para cá, por isso perguntou-me se que­ria ficar com isto», revela, contando mais uma vez que aceitou gerir o restaurante por homenagem ao seu avô paterno.

A surpresa apareceu quando assumiu a gestão do restaurante 2002, que estava cheio de problemas financeiros: «Quando tomei conta disto, o restau­rante estava completamente falido, só faltava fecharem as portas e irem pa­ra casa dormir. O volume de clientes aumentou desde que eu entrei e foram aumentando com o passar do tempo. Não fiz o suficiente, mas já fiz muito por esta casa. É claro que esta casa não dá mais lucro porque ainda não deu o pulo.»

Atravessando vários problemas, Rafael nunca baixou os braços, lutando contra a crise, a falta de clientes e contra a família. «Salvar o negócio é salvar o nome da família, só eles é que não entendem isso, mas é isso mesmo», atira.

Depois da passagem do Pesadelo na Cozinha, o espaço ganhou uma nova decoração, com várias peças espalhadas pela sala de refeições, uma nova pintura e novos candeeiros. Outra grande alteração foi a redução de lugares sentados no restaurante, passou de 118 para 49, de forma a não passar o efeito negativo de a sala parecer vazia.

Já durante a promoção do programa ao longo da semana, é revelado que foram encontrados «problemas graves com a comida, na decoração e nas condições de higiene».

1
Deixe um comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Patricia Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Patricia
Visitante
Patricia

Familia e sempre uma merda nada me admira nao ajudam mas gostam de foder a vida dos outros quero ver com a mudanca se familia nao vai querer aparecer eles queriam maldito dinheiro do snack bar por isso nao queriam que negocio continuasse e ao chamar pesadelo da cozinha a familia quiz foi enterrar.lo nem fechasse pela falta de higiene assim era firma dele fechar o lugar e vender familia dele e igaul a minha uma merdaaaaa interreseira

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close