fbpx
Famosos TVI

Pedro Capitão chuta Cristina Ferreira para canto: “Nunca baixei a cueca a ninguém”

Pedro Capitão, Cristina Ferreira
Instagram

Pedro Capitão sentiu-se triste com a saída da TVI, mas a mágoa não durou mais do que uma semana. Acha que há “fruta podre” no canal e que há pessoas que deviam apresentar a demissão. Se o convidassem, agora, para regressar, não aceitaria. “Estive no Em Família, mas já não me senti como antigamente“, desabafou durante uma conversa com o A Televisão.

Pedro Capitão, ex-concorrente do programa Casa dos Segredos, da TVI, e também ex-comentador do Big Brother, do mesmo canal, esteve no Sem Filtro desta quinta-feira, no A Televisão, e assumiu que a relação que tinha com a estação de Queluz de Baixo já não é nem deverá voltar a ser a mesma coisa.

Saí magoado, sim. Quando acabou o Big Brother 2020, e eu estava no A Tarde É Sua, aquilo que me foi dito é que iam dar seguimento à rubrica. Mas na altura, que foi também quando houve a transição da imperatriz da Malveira da SIC para a TVI, aquilo que me foi dito foi que a nova direção não queria contar comigo. E eu disse ok. Não quer, não quer. Quem perde é ela. Não me aquece, nem me arrefece“, referiu.

Eu nunca tive perfil para prestar vassalagem a ninguém. Nunca baixei a cueca a ninguém, a não ser quando era do meu interesse. Agora, estar a fazer o frete? Não. Para mim, não dá“, acrescentou.

Pedro Capitão assumiu ainda que ficou “a moer” durante uma semana com a saída da TVI, mas que depois disso voltou a ficar bem.

Guardo boas recordações. Nunca fui maltratado na TVI, toda a gente me tratou bem… A única coisa que não gostei foi de não me terem dado justificação, porque acho que merecia. Ponto. Não vou alimentar especulações. Acho que, como colaborador, merecia uma justificação. Qualquer pessoa que seja despedida do trabalho, merece uma justificação“, sublinhou.

Embora não tenha apontado nunca o dedo a Cristina Ferreira, de forma direta, Pedro Capitão sugeriu que deveria haver várias “demissões” na TVI para que o canal pudesse competir com a SIC pelo primeiro lugar nas audiências. “Dizer nomes para quê? É público. Uma empresa é um cesto. Se dentro desse cesto tens fruta que está podre, e que está a prejudicar e a estragar a outra fruta que está à volta e que ainda está boa para consumo, o que tens de fazer é tirar a fruta podre para que a fruta que está boa prevaleça“, afirmou.

Questionado sobre se regressaria à TVI, Pedro foi taxativo. “Regressar? Não. E vou dizer porquê. No verão passado, ligaram-me para ir ao Em Família. Eu fui. Mas pensei antes: vou, não vou? Acabei por aceitar. Mas não me senti como antigamente. Havia ali qualquer coisa… Eu não estava à vontade. Não estava confortável“, desabafou.

Leia também: Pedro Capitão “ataca” Fanny: “Tu és um pouco homofóbica, não és?”

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News