fbpx
TVI

«Ouro Verde»: Reviravolta gera polémica nas redes sociais [contém spoiler]

Catarina Ouro Verde «Ouro Verde»: Reviravolta Gera Polémica Nas Redes Sociais [Contém Spoiler]

É já hoje, terça-feira, que a TVI emite um episódio especial de Ouro Verde, que promete emoção até ao último momento. O acontecimento que marcará um ponto de viragem na história de Maria João Costa é a morte de uma personagem-chave, Catarina (Inês Nunes). Tudo acontece quando a transexual cai numa armadilha montada por Tomás (Pedro Carvalho) e Miguel (Luís Esparteiro), com o objetivo de lhe roubar os documentos que a rapariga tinha em pose contra o banqueiro. Contudo, o plano de Miguel não era só roubar os documentos, mas sim assassinar Catarina para ela não testemunhar contra ele em tribunal. E assim acontece: Tomás e Catarina passeam por uma falésia e, quando estão quase a beijar-se, Miguel empurra a jovem de uma falésia, morrendo de imediato.

O final da personagem de Inês Nunes parece não ter agradado a todos e muitos foram os que expressaram as suas opiniões através das redes sociais, com comentários dirigidos também à autora da história. «Todos ja compreendemos que a autora priveligia os assassinos!», «Ela dá ênfase à maldade e ao crime! A novela passou a estar ridícula!» e «Foi dramático, chocante e injusto» são alguns dos comentários deixados por seguidores da principal novela do canal.

Por sua vez, Maria João Costa revela à revista TeleNovelas que ja previa a polémica que este final poderia causar: «Os transexuais possivelmente vão sentir alguma revolta». Para além das declarações dadas, a autora publicou um texto na sua página de Facebook a explicar os motivos da morte da personagem e que nada tem a ver com o facto dela ser transexual. « […] a minha maneira de lidar com os temas das minorias é tratando-os da mesma forma que trato os demais temas. Ou seja, sem qualquer diferença.», explica Maria João Costa. «Só para terminar digo que o facto da Catarina ser transexual não tem nada a ver com a sua morte. Não é por isso que Miguel a mata.», referindo-se ao facto da morte estar relacionada com os documentos de Amanda (Manuela Couto).

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News