TVI

Marta Cruz revela passado marcado pelo álcool e drogas: “Vivia dentro do carro”

Instagram

Marta Cruz e a mãe, Marluce Revorêdo Silva, estiveram esta quarta-feira, dia 13, à conversa com Fátima Lopes no programa “A Tarde É Sua”. A filha de Carlos Cruz fala sobre a altura em que o pai foi preso e que esta se resguardou nas drogas.

Carlos Cruz foi preso em 2003 depois de ser acusado de pedofilia no âmbito do processo Casa Pia. Durante a conversa, a filha do apresentador, que tinha na altura 18 anos, confidenciou os momentos mais difíceis que passou nessa altura.

“Eu sabia que ia magoar os meus pais e desiludir e isso eu não queria. Sabia que eles não mereciam, sabia que estava muito errada. Estava a matar-me aos poucos”, começa por revelar.

“Eu vivia dentro do carro, não ia a casa, pouco ou nada via a minha mãe. Estava constantemente em alta e não os deixava ver-me”, diz depois de afirmar que esteve dependente do álcool e das drogas quando o pai foi preso.

“Os meus pais só souberam o que realmente passei quando saíram 10 páginas sobre a minha vida, porque eu não queria dizer, não queria desiludir, só isso”, acrescenta.

Também Marluce, mãe de Marta, falou sobre a prisão do ex-marido: “O pai de rei, passou a monstro. As pessoas atravessam a rua para não falar connosco. Faziam coisas a esta miúda terríveis. Escreviam cartas, emails. (…) Mesmo que fosse verdade, ela não merecia isso. Foi um tsunami”.

Marta e a família recomeçaram a vida no Brasil e engravidou de Yasmin aos 20 anos.

Ambas afirmaram ter dificuldades em arranjar trabalho ou enquanto trabalhavam.

“Eu estava a trabalhar mas acho que era vista como um bicho de gaiola, sentia-me um bocado como –  havia na altura no Jardim Zoológico uma jaula com macaquinhos que interagem muito com as pessoas, que atiravam fruta para os magoar… era isso que eu sentia – num desfile, a música estava mais baixa e eu consegui ouvir certas coisas como ‘que nojo, como é que é possível!, muitas coisas…”, confessou Marta, entre lágrimas.

Marta vê a filha como um presente para a mãe. “Quando vim para Portugal, deixei a Yasmin com a minha mãe. Entretanto, a minha mãe começou a sofrer de fibromialgia (…) quando a Yasmin estava em casa, via a minha mãe mais feliz, então comecei a deixá-la com a minha mãe. A Yasmin praticamente passa a semana inteira com a minha mãe, para ela ter acompanhamento para não estar sozinha”, acrescentou.

A filha de Carlos Cruz deixa rasgados elogios à progenitora. “A minha mãe perdeu tudo por uma pessoa que supostamente não lhe dizia nada. Hoje em dia é para onde ele (Carlos Cruz) volta… a relação de ex-marido e ex mulher deles é aquela que eu também tenho com os meus ex-maridos… a minha mãe sempre foi grata por tudo, é uma coisa que eu acho fenomenal.”, diz.

Já com a vida reposta, Marluce é agora coach pessoal e afirma que toda esta experiência a torna melhor profissional. “Todos os dias ensino às pessoas que eles têm de perdoar, porque a raiva e a mágoa faz-nos mal”, revela.

Veja a conversa aqui.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita.Apple Store Download Google Play Download

ATV News