TVI

Marta Cardoso coloca 80 pessoas em tribunal após polémica no «Late Night Secret»

© TVI

A polémica declaração foi dita por Marta Cardoso no Late Night Secret de 11 de abril deste ano. Em resposta ao apresentador Serginho, Marta referiu «estas pessoas não percebem nada de estrangeirismos, estas pessoas de Trás-os-Montes».

Os portugueses e espectadores do programa dedicado a comentar os acontecimentos da Casa dos Segredos 7 não gostaram e usaram as redes sociais para mostrar a sua revolta.

Na participação criminal consta «após tecer esse comentário, as páginas de Facebook da Denunciante – pública e privada – foram, imediatamente, inundadas de comentários e mensagens de teor injurioso e de ameaças contra a sua pessoa». A apresentadora foi obrigada a alterar as definições de privacidade na rede social, para evitar que mais ofensas surgissem.

No documento de participação a que a revista TV7 Dias teve acesso, são cerca de 80 pessoas que «lograram atingir a Denunciante na sua honra e consideração, tendo consciência da carga ofensiva que elas envolviam», com tais palavras, a apresentadora «sentiu-se profundamente ofendida, envergonhada, injustiçada e entristecida e foi dominada por um sentimento enorme de revolta», considerando as expressões «ofensivas da honra e consideração e são objetivamente injuriosas, tendo causado dano efetivo na honra e consideração da Denunciante».

Fazendo com que Marta Cardoso avançasse com um processo contra estas pessoas. «Porquanto sabia que os factos que imputavam à Denunciante eram falsos ou que lhe dirigiam palavras ofensivas à sua honra e consideração», uma prática ilícita punida com pena de prisão até 3 meses ou com pena de multa até 120 dias.

A apresentadora revela ainda no processo que ficou com receio de visitar esta zona do País. «As indicadas condutas limitam, na totalidade, a possibilidade de a Denunciante se deslocar à região de Trás-os-Montes. Significa isso que a Denunciante se mostra restringida no âmbito da sua liberdade de autodeterminação».

Em declarações à revista TV7 Dias, Marta Cardoso explica o real motivo pelo qual decidiu avançar com este processo judicial: «Uma pessoa quando está exposta, como eu, já sabe que está sujeita a críticas e/ou opiniões de pessoas que não gostam. Eu nunca bloqueei uma única pessoa na minha página do Facebook, nunca apaguei um comentário. Já houve comentários desagradáveis, mas as pessoas têm direito à opinião delas. Eu gosto de dar a minha opinião e, por isso, tenho de aceitar a opinião dos outros. Agora, nesta circunstância, de forma massiva e sem justificação nenhuma, achei que era ultrapassar o limite. O meu objetivo é alertar as pessoas, quer aquelas que são visadas, quer aquelas que por alguma razão acham que isto é uma zona sem lei e que podem dizer tudo o que querem, que isto não é assim. Não pretendo ganhar um único cêntimo com nada. Quero, de facto, é que as pessoas que o fizeram sejam penalizadas, porque servem de exemplo para outras. E também a todas aquelas que já sofreram ou que venham a sofrer do mesmo tipo de insultos ou ofensas, que saibam que existe uma alternativa».

Não só em Trás-os-Montes, mas enquanto o programa esteve no ar, e como era um programa em direto, a apresentadora tinha os horários bem definidos e alguma das pessoas que a tinha ameaçado, podia passar das palavras à ação, estando sempre muito atenta nas deslocações. De visitar Trás-os-Montes: «Eu não sou uma pessoa medrosa, mas naturalmente que se for aquela zona, não deixo de estar a olhar por cima do ombro para ver quando é que vem alguém que, de repente me vê ali, me reconhece e decide levar avante o que ameaçou. A intenção das ameaças até pode ser intimidar. Mas não deixa de ser uma ameaça e de intimidar».

A profissional de televisão aproveitou para esclarecer que o que disse no programa nada tinha a ver com o que as pessoas entenderam: «Eu estava a falar para os meus colegas e o que eu queria dizer é que eles vinham lá de longe. Ou seja, o que eu disse foi que “vens de lá de trás dos montes”, como quem diz que “vens de longe”. De facto, quando se ouve parece Trás-os-Montes. Não foi a melhor expressão, não foi a expressão mais feliz, se fosse hoje não tinha escolhido essa. E, portando, para as pessoas que se sentiram ofendidas ou que interpretaram mal, queria deixar o meu pedido de desculpas. Mais do que isto não posso fazer.»

4
Deixe um comentário

avatar
3 Comment threads
1 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
JotaJorgeBrunoJoao Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Joao
Visitante
Joao

Gozas mas agora choras kkkk para de inventar desculpas o programa ta gravado toda as pessoas ouviram o que disseste e ainda podem ouvir kkk

Bruno
Visitante
Bruno

Oh Martinha… Confessa lá … É para veres se ganhas mais uns trocos, né?

Jorge
Visitante
Jorge

Metam-se na vossa vida, e deixem os outros resolver os problemas que são deles.

Jota
Visitante
Jota

lol