TVI

Manuela Moura Guedes fala do «sentimento de injustiça» face ao seu afastamento da TVI

Manuela Moura Guedes deixou o jornalismo há cerca de oito anos, depois da polémica que envolveu José Sócrates e que a terá levado à saída da TVI. Contudo, após este tempo a «mágoa» continua e «não passa», tal como a própria revelou em entrevista a Cristina Ferreira.

«Não foi fácil, as outras coisas. O sentimento de injustiça foi muito difícil e continua. Isso é muito difícil e acho que vai continuar até ao final da vida. Isso não passa. Eu tenho pesadelo com isso e há dois dias tive um pesadelo com isso», referiu Manuela Moura Guedes, acrescentando que a «história está a provar» que tinha razão nas suas posições a respeito do antigo Primeiro-Ministro português.

«É o sentimento de ter a consciência de fazer aquilo que devia ser feito e que a história agora está a provar. Deixei de poder exercer a minha profissão por fazer aquilo que devia fazer, que era retratar o que se passava em Portugal, a retratar o que passava com a classe política e, nomeadamente, com com um primeiro-ministro», salientou a ex-pivô da TVI.

Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close