TVI

Lourenço Ortigão elogia a SIC e acredita saber qual a chave para o sucesso da TVI

Instagram

Empenhada em reconquistar audiências em horário nobre a TVI tem pedido conselhos a algumas das figuras do canal. Lourenço Ortigão pensa ter encontrado a chave para o sucesso: projetos mais curtos.

A caminho dos três meses de exibição Prisioneira ainda não conseguiu conquistar a meta para a qual foi criada: garantir a liderança da TVI no horário nobre. É certo que, nos primeiros tempos, a trama escrita por Maria João Mira ainda conseguiu valores satisfatórios mas a chegada de Golpe de Sorte à SIC trocou as contas todas.

Agora a estação de Queluz de Baixo está empenhada em dar a volta e, de acordo com a revista TVMais tem chamado algumas das figuras do canal para dar a sua opinião e sugestões. Lourenço Ortigão, também ele integrante da novela de horário nobre, foi um deles.

O ator garante que tem tentado ajudar a TVI a encontrar respostas. “Assim que me dão a oportunidade de dar uma opinião válida lá dentro, o que agora tem acontecido, eu digo o que acho”. Mas, afinal, o que acha o companheiro de Kelly Bailey? “De há uns anos para cá que digo que as pessoas deixaram de ver as novelas e é normal, porque hoje em dia há muitas séries, a Netflix já está na televisão, já há a HBO, o Amazon, e as pessoas habituaram-se a ver formatos mais curtos.”, explicou Lourenço afirmando que, na sua opinião, o futuro da ficção da TVI passa mesmo pela aposta em projetos com uma duração mais curta.

Ainda assim o ator não tem dúvidas da qualidade do trabalho da estação de Queluz de Baixo e vê a liderança da SIC como fruto de vários outros factores: “Neste caso, a SIC inovou em muitas coisas, o público gostou, a Cristina Ferreira foi para a SIC e a tendência foi um bocado para aquele lado, mas a verdade é que os nossos produtos também têm qualidade e isto obriga a TVI a reinventar-se também.”, contou.

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of

ATV News