fbpx
Big Brother TVI

Léo Caeiro arrasa o Big Brother Famosos: “Parece um grupo de gente maluca”

Léo Caeiro
Instagram

Léo Caeiro não está a achar qualquer graça à atual edição do Big Brother Famosos, da TVI. Para ele, trata-se de “um grupo de gente maluca” e que mais parece saído de um “centro de novas oportunidades”.

“Eu acho que deviam mudar o nome do Big Brother. Isto é um Big Brother para ser ser famoso, e não um Big Brother Famosos“, disse Léo Caeiro, esta quarta-feira à noite, numa nova live promovida pelo A Televisão.

“Parece que vieram todos de um centro de novas oportunidades, como se fosse uma segunda oportunidade para tentarem ser famosos. Agora têm essa oportunidade (…) Acho que este Big Brother, em relação ao outro, é muito mais fraquinho. O outro era muito mais forte. O Bruno de Carvalho era um nome de peso, e neste aqui não há um nome de peso”, opinou.

“Isto também parece um grupo de gente maluca. Aquela Mafalda parece-me tresloucada, a Sara também… Depois temos a Marie que é um pouco divertida, mas um jogo não é de diversão, nem é de amizade. Um jogo é um jogo e para mim aquilo não tem sido um jogo, tem sido uma brincadeira (…) Não estou a ver jogadores. Estou a ver pessoas que se dão bem umas com as outras”, acrescentou.

De seguida, Léo Caeiro fez ainda uma consideração sobre vários dos concorrentes. Leia aqui:

Miguel Azevedo: “É meu amigo, mas não é jogador. Não está a jogar”;

Bruna Gomes e Marie: “A Marie é extremamente engraçada, mas a Bruna não, porque nem se mostra. A Bruna é extremamente tímida e está sempre ofuscada pela Marie, porque a Marie é uma concorrente extremamente divertida e tem uma luz brutal (…) A Marie é uma menina muito frágil e que já passou por muito. É uma menina diferente que não estamos habituados a ver na rua, e se ela é feliz como é, acho que faz muito bem”;

Marco Costa: “Não gosto dele. Já o conheço pessoalmente há 11 anos. É uma pessoa que não é humilde, que tem o ego muito alto. Ele entrou no jogo a achar que era o rei, mas não estava à espera de uma Marie e de não ser o protagonista do programa. Mas não tenho dúvidas de que irá longe no jogo”;

Nuno Graciano: “Eu não gostava do Graciano. Eu comecei a estagiar há oito anos, quando a CMTV foi fundada, e o meu primeiro estágio em televisão foi com o Graciano. E ele não era nada simpático, era uma pessoa muito conflituosa, mas tenho gostado de o ver. As pessoas fazem muitos juízos de valor por o que se lê na imprensa, por ele ser do Chega, mas isso para mim não faz diferença, porque quando eu olho para os jogadores não estou interessado no que eles fazem cá fora”;

Bernardo Sousa: “Acho-o péssimo, muito honestamente. Primeiro, pela questão de ele se ter recusado a vestir-se de mulher. Demonstra logo o tipo de pessoa que ele é. Um homem muito bem resolvido com ele próprio não tem qualquer problema em vestir-se de mulher, ainda para mais no Dia Internacional das Mulheres”;

Sara Aleixo: “Eu acho que ela, emocionalmente, não está bem. Parece-me. Eu acredito que o que aconteceu no domingo, quando foram passadas aquelas imagens sobre o que disse da Marie, achei desproporcional. A Sara, se calhar, não teve noção daquilo que disse nem do que poderia passar cá para fora. Não valia a pena ter ficado toda a gente contra ela (…) Mas acho que é uma grande jogadora. A Sara está a dar o que as pessoas gostam”;

Mafalda Matos: “É uma pessoa que não faz sentido lá estar, porque a Mafalda não está a fazer nada no jogo. Nada. Eu nunca a vejo no jogo. Aquilo é um reality show, não é um hospital, nem uma clínica de reabilitação, nem o parque da esquina. Não é para andar ali na borga. Não gosto desse tipo de jogo (…) Se eu mandasse um avião para a casa, seria a mandar a Mafalda para a rua. Mandava-a já”;

Melão e Virginia López: “Não se mostrou muito. E o Melão também não”;

Pedro Pico: “Ele só saiu para não tirarem o Nuno Graciano, porque o Nuno Graciano é muito polémico, só que ele entrou numa de Bruno de Carvalho. Entrou para limpar a imagem dele, numa de mais pacato. Mas pode vir a passsar para o outro lado, como o Bruno de Carvalho. O Pedro é polémico, mas eu gosto dele. Tinha muito para dar. E fico triste por o terem atacado com coisas cá de fora. Ele pode ser acusado de muita coisa, mas esperavam que ele tivesse saído. Aquilo é um jogo. Não é se o Pedro fez A, B ou C. Foi muito feio o que lhe fizeram”.

Leia também: Léo Caeiro reage à estreia de Marta Gil como comentadora do Big Brother Famosos: “Pipoca do Ali Express…”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>