fbpx
TVI

José Eduardo Moniz defende liderança de «Jardins Proibidos»

Jose Eduardo Moniz Pagina José Eduardo Moniz Defende Liderança De «Jardins Proibidos»

Jose Eduardo Moniz

As audiências da sequela de Jardins Proibidos estão longe de agradar os responsáveis da TVI. Para dar a volta aos números, a Plural prepara mudanças no elenco e alterações na história. No entanto, José Eduardo Moniz defende a liderança da novela protagonizada por Pedro Granger e Vera Kolodzig.

«Acho que há uma grande falácia na análise das audiências… Jardins Proibidos lidera no seu horário contra a novela brasileira», recorda  à revista TV Guia, o responsável que lembra o duelo com Império emitida na SIC e afasta-se da responsabilidade pelo faixa ocupada na grelha da estação de Queluz: «Não me compete a mim escolher os horários em que a TVI exibe as suas novelas. Cada um tem as suas funções», garante.

Agendadas estão já as saídas do elenco de atores como Manuela Couto, Isabel Medina, Diogo Costa Reis e ainda a transformação de uma personagem num serial killer. Mudanças que o antigo diretor-geral do canal garante estarem previamente pensadas.« Ninguém está a renovar o elenco… Estamos é a fazer o rejuvenescimento da história, que vai ser muito longa. Como tem que evoluir, há que mudar, transformar as pessoas, a história»,explicou à publicação do grupo Cofina.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

3 Comentários

Clique aqui para comentar

    • ninguém te disse que era ele além do mais ele supostamente também ia sair da novela e como pode ser ele se o assasino anda a solta e já apanharam o

      Marcantónio Del Carlo e não lhe fizeram nada até agora eu não me lembro de ter lido isso em lado nenhum

      • O assassino não anda à solta, os assassinos são os dois que o levaram para o mato no último episódio e que estão a cumprir ordens de quem manda. Esse ou essa é que está à solta e que tem muito a perder no caso de os ficheiros que estão naquela pen chegarem às mãos da polícia ou serem publicados na imprensa, só ainda não sabemos quem é essa pessoa por detrás da organização.
        E não, ninguém disse que era ele mas está subentendido tendo em conta o que aconteceu no episódio de 6ª feira. Salvo por uma sms de última hora e agora a organização quer que ele trabalhe para eles. Como é óbvio, sabem que ele não tem trabalho e que a família está numa má situação financeira e vão usar isso para o persuadirem a transformar-se num assassino em série. Ou num assassino a soldo, muito melhor termo, visto que vai matar por dinheiro, que é algo que os assassinos em série não fazem.

ATV News