fbpx

Hélder Reis tece elogios a Goucha: “Deu-me uma vocação, que é a televisão”

Ana Ramos
3 min leitura
Facebook

Hélder Reis foi um dos convidados desta sexta-feira de Manuel Luís Goucha, na TVI, e falou sobre a sua carreira na televisão.

Aos 12 anos, foi para um seminário, mas, a meses de ser ordenado, decidiu que, afinal, não queria ser padre. “A saída foi 100% voluntária. Estava quase a meio ano de ser padre e dei ali uma volta grande à minha vida. Senti que o seminário não estava a responder à minha expectativa de felicidade e de caminho e dei a volta”, lembrou.

Quando saiu do seminário, Hélder Reis trabalhou em pequenas empresas, formou a sua banda, enquanto ia escrevendo.

Licenciado em Teologia e Jornalismo, foi a convite de Manuel Luís Goucha que entrou na RTP e, por isso, está agradecido ao apresentador e amigo. “Deu-me um futuro. Deu-me, na verdade uma vocação, que é a televisão. Surgiu a oportunidade de reestruturar a ‘Praça da Alegria’ com um empregado de mesa. Era um empregado de mesa muito feliz”, contou.

“Ia para a televisão felicíssimo por ser empregado de mesa da ‘Praça da Alegria’. Essa dignidade que colocamos nas coisas que fazemos, depois, reflete-se na vibração, no entusiasmo, no carinho que as pessoas notam”, sublinhou Hélder Reis.

“Se não fosses tu, eu não tinha conseguido. Porque, quando saí do seminário, não tinha nada. Tinha uma coisa ótima: ‘Eu não quero ser padre. Quero ser qualquer coisa, mas não quero ser padre’. Mas eu não tinha nada. Não tinha dinheiro para ir procurar emprego, não tinha dinheiro para pôr gasolina, não tinha dinheiro para o carro”, contou.

“Tu ajudaste-me imenso. Tu é que me foste dando as luzes: ‘Olha, tenta aqui, tenta acolá’. Ajudaste-me também financeiramente. Não tenho problema nenhum em dizê-lo. Então, eu não tinha… Andava no seminário, não podia ganhar dinheiro. Os meus pais estavam chateadíssimos comigo, os meus irmãos não estavam cá”, continuou.

“Durante o dia, sou apresentador de televisão. À noite, sou o que sempre fui, um homem de escrever e, em todo o meu tempo livre, sou um agricultor”, afirmou.

Hélder Reis é, hoje, apresentador da RTP e um dos rostos mais queridos do público. Diz-se um “homem muito feliz” e “realizado”.

Durante a conversa com Manuel Luís Goucha, não poupou a elogios e agradecimentos ao apresentador.

Veja aqui e aqui uma parte da entrevista.