TVI

Goucha teve este natal “o melhor presente de sempre” ao lado do marido

Manuel Luís Goucha comemorou 64 anos na passada terça-feira de natal. De modo a celebrar a dupla festividade, o apresentador da TVI visitou com o marido, Rui Oliveira, a casa onde Charlie Chaplin morou nos últimos 25 anos da sua vida na região de Corsier-sur-Vevey, na Suíça.

A novidade foi transmitida aos fãs pelo próprio profissional da estação de Queluz de Baixo num texto publicado no seu blogue pessoal, “Cabaré do Goucha”, e no qual anexou várias fotografias que ajudam a eternizar o momento: “Para mim, que adoro o Natal e toda a sua magia, se bem que haja quem pense o contrário (vá-se lá a saber porquê!), este foi o melhor presente de aniversário que poderia ter”.

“Delirava com o Charlot, criação maior de Charles Chaplin, a ponto de querer saber tudo sobre quem vestia essa terna e ‘vagabunda’ personagem, que mais parecia saída do universo de Dickens. Por isso cresci a querer acompanhar tudo quanto ele fazia enquanto ator, escritor, realizador e, fiquei agora a saber, também compositor”, escreveu ainda o apresentador, manifestando dessa forma o quão fã foi e continua a ser daquele que se tornou um ícone do cinema.

Ainda a título de curiosidade, Manuel Luís Goucha relembrou também que a visita à casa que desde 2016 se tornou museu aconteceu precisamente 41 anos depois da morte de Charlie Chaplin, que ocorreu a 25 de dezembro de 1977. “Chaplin odiava o Natal, foi a própria filha Geraldine que mo disse quando com ela conversei há 25 anos (…) A família porém não deixava que ele estragasse a festa… até àquela noite de 1977. Ironia das ironias, Chaplin morreria na noite de Natal”, relembrou.

Veja aqui algumas fotografias de Manuel Luís Goucha em casa de Charlie Chaplin:

Fotografias: Blogue “O Cabaré do Goucha”

ATV News