fbpx
TVI

Goucha borrifa-se para as audiências: “Há muito que não me sentia tão vivo”

Manuel Luís Goucha
Instagram

Goucha não tem dominado as audiências e são várias as vitórias de Júlia Pinheiro. Porém, isso pouco ou nada importa ao apresentador de televisão.

Manuel Luís Goucha está a gostar muito do novo programa que conduz na TVI. Tal formato permite-lhe conhecer a história de vida de outras pessoas e o profissional de televisão sente-se de coração cheio. Na manhã desta quarta-feira, ainda com as entrevistas do dia anterior na mente, partilhou uma reflexão na rede social Instagram.

À hora em que alinho estas palavras, nada sei de audiências e pouco me importam. Ganham-se nuns dias, perdem-se noutros. Às vezes até se empata, mas eu ganho sempre em escutar os outros“, referiu.

Por isso, desengane-se quem pensa que sou infeliz neste outro registo, que há muito não me sentia tão vivo por viver os outros, nas suas alegrias, nas suas angústias, nos seus sonhos“, acrescentou ainda Manuel Luís Goucha.

Leia aqui o texto completo:

Esta é uma fotografia do programa de ontem, mas o meu coração ainda se alvoroça ao lembrar a história da Alice e da sua luta interior ao perceber que quem era nada tinha a ver com o seu sexo biológico, e do Carlos, homem maior de amor, que assim deve ser um pai, dizendo-nos do orgulho que tanto ele como sua mulher têm nesta filha, pela sua resiliência e determinação.

Foram vários os momentos em que o senti vulnerável, tão grande que é, mais ainda nos silêncios, que o caminho não é fácil, como nos disse, mas tudo se repensa, se desafia, se reestrutura, quando em causa está a felicidade dos que são do nosso sangue e coração.

Mais uma vez, e tantas são, saí do programa de alma cheia e grato pela partilha, já a história anterior do Luís, me havia surpreendido pela confiança que sentiu em mim, para me confidenciar o que durante tantos anos calou, refugiando-se na comida.

À hora em que alinho estas palavras, nada sei de audiências e pouco me importam. Ganham-se nuns dias, perdem-se noutros. Às vezes até se empata, mas eu ganho sempre em escutar os outros, procurando entender o que partilham das suas vivências. Já muitos me acrescentaram.

Por isso, desengane-se quem pensa que sou infeliz neste outro registo, que há muito não me sentia tão vivo por viver os outros, nas suas alegrias, nas suas angústias, nos seus sonhos. A todos os que já passaram pelo ‘Goucha’, e ainda agora começámos, muito obrigado. A minha gratidão estende-se a quantos aqui têm mostrado entender o valor da empatia. Hoje será um novo dia de novas histórias, tanto melhor se inspiradoras” (Manuel Luís Goucha)

Leia também: Florbela Queiroz faz apelo a Daniel Oliveira e Cristina Ferreira: “Estou farta”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News