fbpx
TVI

Diretor da Plural suspenso depois de reportagem de Alexandra Borges

Diretor Da Plural Suspenso Depois De Reportagem De Alexandra Borges

Depois da polémica reportagem de Alexandra Borges sobre um esquema fraudulento, associado à agência NetGold, que aliciava jovens para a compra de book’s e  formações certificadas com o intuito de garantirem o seu lugar em produções da TVI e da Plural, eis que o diretor de casting da Plural, Paulo Ferreira, foi suspenso preventivamente por alegado envolvimento no esquema.

A informação foi avançada esta manhã por Alexandra Borges durante a sua participação no Você na TV e reafirmada esta noite no decorrer da segunda emissão da reportagem.

Alexandra Borges garantiu a Manuel Luís Goucha e a Maria Cerqueira Gomes que “Não posso dizer que investigamos doa a quem doer e não mostrar esta isenção quando toca a nós”.

Aliás, a jornalista acrescenta que “Apesar de garantir (o diretor durante as reportagens) que não recebia nada pelas formações que lecionava, há funcionários da empresa (investigada) que garantem que lhe pagavam em notas cerca de 2500€ por turma. Há também a utilização abusiva dos logos da TVI e da Plural que é preciso investigar”.

De acordo com a reportagem de Alexandra Borges, chegaram a ser enviados textos de novelas da TVI para os jovens que frequentavam as formações lecionadas por Paulo Ferreira, sendo a situação repudiada por Luís Cunha Velho, administrador executivo da TVI.

Recorde-se que o colaborador em causa, além de ter sido interveniente nas duas reportagens – onde negou o seu envolvimento no esquema denunciado – , esteve presente no debate da TVI sobre as falsas agências de talentos.

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

1 Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News