fbpx
TVI

Diogo Infante recorda capa de jornal de que foi alvo: “Altamente ofensivo”

Diogo Infante
Instagram

Diogo Infante foi convidado de Manuel Luís Goucha e falou, entre vários temas, do filho adotivo e da relação com o companheiro.

Diogo Infante adotou o filho em 2011, quando este tinha apenas 7 anos. “Quando olho para o meu filho vejo uma série de coisas que não lhe pude proporcionar em termos familiares, mas ele proporciona-me outras. É a lei das compensações, eu tento ver a vida de forma alegre (…) Sou um sortudo e um privilegiado”, começou por dizer a Goucha.

A certa altura, recordou uma capa de um jornal de que foi alvo e afirmou que esta foi “redutora”.  “No outro dia fomos capa [ele e o companheiro] (…) em que reduziam o nosso percurso e diziam que nós fazíamos parte dos 20 gays mais poderosos”, recordou.

“Quando li aquilo pensei: ‘isto é altamente ofensivo’. Não é por me chamarem gay, porque isso também  sou, é por reduzirem a minha existência, o meu talento e o meu percurso a essa essência. Nós somos muito mais que isso”, acrescentou. O artista não poupou ainda nos elogios ao filho e à forma como encara a relação dos pais adotivos.

Leia também: Manuel Luís Goucha: “Não me revejo em certas facetas da homossexualidade”

 

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

ATV News

<>