fbpx
TVI

Dalila Carmo aponta o dedo: “Com esta banalização da imagem está a perder-se a aura”

Dalila Carmo
Instagram

Dalila Carmo voltou a falar sobre a rescisão da TVI e garantiu que não guarda ressentimentos. Contudo, levantou algumas questões ao nível do papel da mulher nessa indústria.

Dalila Carmo está focada no futuro e não tem dúvidas que precisa de se reinventar. No entanto, a atriz não esqueceu que os critérios hoje em dia mudaram.

“Estou muito focada no futuro. A rescisão aconteceu há 12 meses. Portanto, esperei para arrefecer e não falar com a animosidade à flor da pele. Acredito que há coisas que acontecem por um razão. Todos precisamos de nos reinventar”, começou por dizer Dalila Carmo à Caras.

“Não tenho ressentimentos em relação ao que aconteceu, porque não inviabiliza parcerias futuras com A, B ou C, pelo contrário, traz-me outras possibilidades. Obviamente que levanta algumas questões ao nível do papel da mulher na indústria, o que foi em dia interessa na nossa profissão, se é realmente o trabalho que nos qualificada, se é o uso das redes sociais ou se é a nossa faixa etária“, acrescentou.

Dalila Carmo referiu ainda que está disponível 100% como atriz, mas não quer fazer determinadas concessões na sua vida.

“Com esta banalização da imagem que temos vindo a assistir está a perder-se a aura, algo fundamental para qualquer ator“, afirmou ainda. Neste momento, a atriz está em mãos com a peça de teatro  ‘Noite de Estreia’, que vai estrear no dia 22 de abril, no Teatro Trindade.

Leia também: Filipa Maló faz confissão aos seguidores: “Não tenciono voltar à televisão…” 

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News