fbpx
TVI Cristina Ferreira

Cristina Ferreira: “Nunca me senti besta, mas o meu percurso tem sido bestial”

Cristina Ferreira
Instagram

Cristina Ferreira esteve à conversa com Manuel Luís Goucha para apresentar o seu novo programa: ‘Cristina Comvida’. A apresentadora e diretora de programas falou sobre o novo formato, sobre as críticas de que é vítima e do seu regresso à TVI.

Cristina Ferreira esteve esta sexta-feira, dia 26 de março, à conversa com Manuel Luís no programa ‘Goucha’. O objetivo da entrevista foi apresentar o novo formato dos finais de tarde do canal que estreia já na próxima segunda-feira, 29 de março, às 19 horas: ‘Cristina Comvida’.

É a Cristina de sempre, com tudo aquilo que viveu (…) Só tenho orgulho nas minhas raízes, é lá que tenho o apoio principal para aguentar o que esta vida nos impõe”, começou por dizer a apresentadora.

“Vim para aqui em setembro, tive alguns programas, mas as pessoas não puderam sentir a Cristina todos os dias. A Cristina, que é a mesma, a mesma que regressa segunda-feira. Sabes porquê? Porque vou estar lá todos os dias”, disse revelando que a partir de segunda-feira vai estar de segunda a sexta-feira no ar.

162694891_124266756270149_2183265541320896365_N

Sobre aquilo de que teve de abdicar para vingar profissionalmente, Cristina revelou: “Para sobreviveres, tens de te tornar mais dura, mais fria. Tive de retirar algum afeto do meu trabalho. Para sobreviveres, tens de ser muito racional. A falta de liberdade é o que mais me afeta“.

“Ser mulher é muito mais complicado”

Para o rosto do novo programa da TVI o maior desafio que enfrenta é por ser mulher. “Ser mulher é muito mais complicado, tens de abdicar de muitas coisas. Vim mexer com alguns poderes instalados. Sou só a filha do António”, frisou, acrescentando que existe uma campanha instalada para “matar” a Cristina.

Cristina Ferreira falou também, com orgulho, do filho Tiago, de 12 anos. “Eu só tive perceção do quão bem tinha educado o meu filho nestes últimos tempos. Porque ele é igual a mim. Está-se a borrifar”, explicou admitindo que os seus pais são quem mais sofre com algumas coisas que saem sobre si na imprensa.

“Doí-me esta necessidade de me matar. E quando digo matar, é matar. Há uma intenção clara, notória, não há honestidade crítica neste País”, criticou Cristina.

Cristina Ferreira reage às críticas

A diretora de programas e entretenimento do canal de Queluz de Baixo falou das muitas críticas que recebe por ocupar o cargo que ocupa. “Se eu sou ambiciosa por chegar aqui, qual é o problema? Cheguei aqui por mérito. Eu sou a parola da Malveira e a saloia. O termo saloia, de quem me orgulho muito, foi muitas vezes usado de forma negativa”, explicou, lembrando que lutou para chegar ao lugar que ocupa na empresa.

A saída da SIC e a atitude do canal de Paço de Arcos

“Eu tinha chegado ao fim do meu caminho daquele lado [SIC]. Fui muito feliz, fui. Mas surgiu-me uma oportunidade. Eu queria esta oportunidade. Qual o problema de vir atrás dela? Só vim atrás do que queria“, admitiu Cristina Ferreira. “Eu percebo, foi de um momento para o outro. Gostava que o tivessem feito de outra forma”, confessou a apresentadora revelando que ficou triste com a postura da SIC, perante a sua saída.

“Fico triste porque as pessoas com quem trabalhei do outro lado sabem o que é que eu dei àquele lado e sabem o que é que eu contribuí”, admitiu Cristina Ferreira. “E não é do outro lado que vem parte da guerra?”, Manuel Luís Goucha, deixando a amiga com um sorriso, mas sem responder.

162844471_814705179391519_6142287148820448495_N

Escolha de Daniel Oliveira

Sobre a opção de Daniel Oliveira de manter no ar o estúdio que foi construído para o ‘Programa da Cristina’, a apresentadora admitiu que se estivesse no seu lugar não sabe se faria a mesma opção e explicou: “Gosto muito de ganhar com o que é meu”.

‘Cristina ComVida é o projeto da sua vida

Em relação ao novo programa das tardes da TVI, ‘Cristina Comvida’, a diretora de programas do programa revelou: “Este projeto é o tal, com tudo o que queríamos, que estava na gaveta. É um projeto que levei para o outro lado, mas não é igual (…) Este sim é ‘aquele projeto'”.

Cristina Ferreira explicou que enquanto diretora tem de tomar muitas decisões difíceis e falou das saídas de Fátima Lopes e Isabel Isabel. “Não falei uma única vez sobre valores com a Fátima Lopes. Queria muito ver a Fátima a brilhar”,  contou. Sobre Isabel Silva, revelou que foi das primeiras pessoas a acreditar nela, mas que ela queria mais do que tinham para lhe oferecer.

“Não pisei ninguém, fiz aquilo que o meu coração mandou e vou continuar a fazer. Eu nunca me senti besta, mas também não sei se sou bestial. Mas o meu percurso tem sido bestial”, confessou. “Eu ganho muito, muito mais do que qualquer português. Mas entrei aqui a ganhar 500 euros”, rematou Cristina Ferreira.

Veja o vídeo da apresentação do novo programa aqui:

Leia também: Cristina Ferreira esclarece saídas de Fátima Lopes e Isabel Silva da TVI

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News