fbpx
TVI

Cristina Ferreira: o número 13, a programação não sonhada e o amor

Cristina Comvida, Cristina Ferreira
Instagram

Cristina Ferreira estreou o ‘Cristina ComVida’ na passada segunda-feira, 29 de março.

Estreou o novo programa de Cristina Ferreira: ‘Cristina Comvida’, que esteve “na gaveta” nos últimos sete anos depois de ter sido sugerido pela apresentadora à Direção de Programas  da TVI, que o recusou. O novo formato vai estar em antena de segunda a sexta-feira marcando o regresso da Diretora de Entretenimento e Ficção do canal de Queluz de Baixo à emissão todos os dias da semana.

Após a estreia, Cristina Ferreira  esteve à conversa com os jornalistas e falou sobre o novo formato das tardes da TVI.

A dada altura, a apresentadora explicou o motivo que a levou a escolher o número 13 para a porta da nova casa da TVI. Cristina acredita na sorte do número para chegar à liderança das audiências.

Quero que digam: ‘que hora tão bem passada, queríamos mais’… Queremos que as pessoas se divirtam connosco, que cheguem do trabalho e digam ‘deixa lá ver o que aqueles malucos andam a fazer’”, referiu.

Em entrevista aos jornalistas, a diretora de Entretenimento e Ficção da TVI explicou ainda que a atual grelha de programação não é a sonhada. “Não, porque se tivesse eu precisaria do orçamento da SIC e da RTP para eu fazer aquilo que queria na TVI, é óbvio que não”, disse.

“Nós estamos a falar de uma empresa privada que tem que cumprir um orçamento que nós temos […] Nós enquanto nova administração que entrou precisamente na mesma altura em que eu entrei para a TVI, aquilo que queremos é organizar a casa. E organizar a casa nem sempre nos permite também ter logo a grelha que nós idealizámos e que queríamos para uma estação”, referiu Cristina Ferreira.

A apresentadora revelou que existem vários programas que já não são ‘novidade’: “Temos muitas zonas de televisão em que temos programas que já não são estreias, temos programas que já lá estão há algum tempo, há zonas onde nós gostaríamos, para já, de ter outro tipo de programação que não nos é permitida”.

“Portanto, não é a grelha sonhada, é a grelha que, dentro das possibilidades, nós achamos que é a grelha ideal para de alguma forma irmos sonhando com os objetivos que temos para cumprir”, acrescentou.

Após a estreia, Cristina Ferreira recorreu às redes sociais para agradecer o carinho e amor dos telespectadores.

“É impossível não vos agradecer. Há muito tempo que não sentia tanto amor da vossa parte. Estou a ler as vossas mensagens. Estou muito feliz. A televisão cumpriu o seu propósito. Mesmo que a dona Adelaide não veja a TVI e não dê audiências a este canal (os problemas que vou ter com ela)”, disse na sua conta de Instagram.

Veja aqui:

O novo formato, recorde-se, vai estar em antena de segunda a sexta-feira marcando o regresso da Diretora de Entretenimento e Ficção do canal de Queluz de Baixo à emissão todos os dias da semana.

A casa-estúdio, por onde vão passar as mais variadas figuras públicas assim como anónimos, surpreendeu pelas grandes áreas e pela decoração de luxo: 800 metros quadrados de área total, 500 metros quadrados de cenário e 200 metros quadrados de casa. A nível técnico os números também são impressionantes: 100 projetores, uma grua, quatro quilómetros de fitas LED, uma steadycam, uma câmara portátil e três câmaras pesadas.

‘Cristina Comvida” foi o projeto que serviu de inspiração para o ‘Programa da Cristina’ que a apresentadora estreou na SIC e que se manteve no ar durante 18 meses, até Cristina Ferreira trocar novamente de canal e regressar à TVI para fazer parte da Direção de Entretenimento e Ficção do canal.

E aí em casa? Está a gostar do novo programa de Cristina Ferreira?

Leia também: Cristina ComVida: “Faz-me deixar de ser a Cristina da televisão para ser a Cristina de casa”

Receba todas as informações no seu smartphone.
Descarregue a App gratuita. Apple Store Download Google Play Download

ATV News