TVI

Conheça as mães e os ‘solteirões’ de “Quem Quer Casar com o Meu Filho?”

Já arrancou o novo programa da TVI. Quem Quer Casar com o Meu Filho? reúne 5 solteirões e as suas respetivas mães na procura pela esposa e nora ideias. Se não acompanhou a estreia do novo formato conduzido por Leonor Poeiras fique agora a conhecer as duplas.

Tomás e Maria José

Tomás tem 23 anos e assume-se com uma mentalidade bastante desenvolvida para a idade que tem. Ainda está a terminar o 12º ano uma vez que se dedicou à sua grande paixão: o surf. É, aliás, na praia que passa grande parte dos seus dias seja no verão ou no inverno. Define-se como um rapaz extrovertido, muito divertido, sociável, mas que amua com muita facilidade. Procura alguém que o acompanhe no mar, nas idas à praia e/ou nos desportos náuticos. Gosta de raparigas atléticas, simples e que queiram ter uma relação séria. Ainda viver com os pais e com os dois cães: o Mogli e o Winny.

Já Maria José, ou Zé como gosta que lhe chamam, é uma mulher habituada aos ares do campo e que prefere sempre estar ao ar livre. O seu grande escape são, no entanto, os centros comerciais. Assume-se uma mulher divertida, moderna, frontal e que detesta formalidades. Trabalhou como secretária administrativa mas, atualmente, não tem emprego por opção. Tem 58 nos, gosta  de estar informada e no tempo livre dedica-se às suas ervas aromáticas e às pinturas.

Iuri e Ana

Iuri Silva tem 20 anos, vem do Barreiro mas trabalha na Holanda como programador. Nas horas vagas é fotógrafo mas também adora dar um passinho de dança, sobretudo se a música for africana. É um jovem cheio de certezas, divertido, ambicioso mas orgulhosamente mulherengo. Inscreveu-se à procura de uma mulher mais velha, loira e submissa. Iuri admite que gosta de dominar as suas relações, que não dá o braço a torcer e que não deixa de fazer aquilo que quer por uma mulher. Menino da mamã assumido confessa que não tem segredos com a sua mãe.

Ana Palma é obcecada pelo filho e assume que lhe faz todas as vontades, chegando mesmo a ir buscá-lo às discotecas de madrugada. Mãe galinha assumida, tem 56 anos e separou-se do pai dos três filhos depois de ter sofrido de violência doméstica. Para o filho, procura uma rapariga mais madura, que lhe faça todas as vontades e que o trate como um rei.

André e Isabel

André tem 30 anos, trabalhar como barman e vive com a mãe, a irmã e a sobrinha na Lourinhã. É um apaixonado pelas artes da representação e até já participou na novela Valor da Vida, no papel de policia. Gosta de fazer desporto e de cuidar do seu corpo e imagem. Para André a mãe é tudo mas o seu maior sonho é casar.

Isabel tem 61 anos e é empregada de balcão. Adora cantar e dançar kizomba mas, embora divertida, assume-se de lágrima fácil. Tem 5 filhos mas a relação com André é tão boa que ainda não conseguiu cortar o cordão umbilical.

Fábio e Vera

Fábio tem 21 anos, é natural da Golegã e é professor de equitação. Ainda tentou a sorte no exército devido ao seu espírito aventureiro mas acabou por desistir por causa de uma namorada. Fábio assume não ter azar ao amor uma vez que até vai tendo as suas amigas coloridas mas namoros sérios teve apenas dois.

A relação com a mãe é boa mas ambos admitem que os seus feitios complicados fazem com que choquem várias vezes. Fábio nunca foi muito aberto com a mãe no que diz respeito às suas relações amorosas.

Já Vera tem 42 anos e assume-me como uma mãe moderna e com um espírito jovem. Trabalha na área do artesanato e define-se como uma mulher divertida, simpática, determinada e apaixonada pela vida.

Ricardo e Ana

Ricardo tem 32 anos, vive em Massamá e é Técnico de Informação de Saúde. Assume-lhe como um homem aventureiro, confiante, brincalhão e mulherengo. Além da sua profissão principal, é também stripper. O solteirão admite que o seu maior exemplo de amor são os próprios pais e, embora viva já sozinho, procura sempre os conselhos da mãe. Ricardo procura mulheres exóticas, morenas, com lábios carnudos e revela ainda uma curiosidade: a sua mulher ideal é a árabe porque o que mais lhe chama à atenção é o olhar expressivo. Embora romântico confessa que  nunca foi capaz de dizer «Amo-te» às poucas namoradas que teve.

Ana tem 60 anos, é reformada e define-se como uma mãe lutadora, sincera, boa ouvinte e apaixonada pela família. É uma verdadeira mãe babada e não tem problemas em afirmar que o filho é um “bonitão”.

ATV News


Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. mais informações

The cookie settings on this website are set to "allow cookies" to give you the best browsing experience possible. If you continue to use this website without changing your cookie settings or you click "Accept" below then you are consenting to this.

Close